Native

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Native
Álbum de estúdio de OneRepublic
Lançamento 22 de março de 2013
Gravação 2012-13
Gênero(s) Pop rock, alternative rock
Duração 46:44
Idioma(s) Inglês
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Mosley, Interscope
Produção Ryan Tedder, Noel Zancanella, Jeff Bhasker, Brent Kutzle, Benny Blanco, Tyler Sam Johnson, Zdar and Boombass
Cronologia de OneRepublic
Último
Último
Waking Up
(2009)
Próximo
Próximo
Singles de Native
  1. "Feel Again"
    Lançamento: 27 de agosto de 2012
  2. "If I Lose Myself"
    Lançamento: 8 de janeiro de 2013
  3. "Counting Stars"
    Lançamento: 31 de Maio de 2013
  4. "Something I Need"
    Lançamento: 25 de Agosto de 2013
  5. "Love Runs Out"
    Lançamento: 14 de abril de 2014
  6. "I Lived"
    Lançamento: 2014

Native é o terceiro álbum de estúdio da banda norte-americana OneRepublic, lançado em 22 de março de 2013 pela Mosley Music Group. A canção "If I Lose Myself", foi lançado como single oficial do álbum em 8 de janeiro de 2013. Foi lançado em 22 de março de 2013 para diversos países, e em 26 do mesmo mês para Estados Unidos e Canadá.

O álbum foi impulsionado pelo grande sucesso de Counting Stars, que atingiu a 2ª posição na Billboard Hot 100 se tornando a melhor colocação desde Apologize em 2007[1] . A canção também se tornou o maior sucesso da banda no Reino Unido onde a mesma chegou ao 1º lugar[2] , além do Top 10 de mais de 50 países. O quarto single Something I Need obteve certificação de platina na Austrália e Nova Zelândia, onde foi alcançado o Top 5 de ambos os países. Até agosto de 2014 o álbum já teria vendido cerca de 753,000 cópias nos Estados Unidos[3] .

Precedentes e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Em 4 de fevereiro de 2012, OneRepublic anunciou oficialmente via Twitter que eles tinham começado a trabalhar em seu terceiro álbum de estúdio, e que estava previsto para ser lançado no outono de 2012. Eles afirmaram que ela seria precedida por um single a ser lançado entre abril e maio de 2012[4] . Em março de 2012, uma nova faixa intitulada "Life In color" foi usada no anuncio das fragrâncias Ralph Lauren, antecipando as suas grandes mulheres pônei recolha de fragrância. Esta é a segunda vez que uma faixa OneRepublic tinha sido destaque em um anúncio de Ralph Lauren, depois de "Secrets" foi usada na promoção de recolha dos homens de Big Pony de perfumes em 2011[5] . Em 5 de abril de 2012, a banda disse no Twitter que eles eram os mais confiantes com as faixas já gravadas: "What U Wanted", "Burning Bridges", e "Let's Get Lost", até então[6] Eles também confirmaram que "Life in Color" pode ser lançado como single no futuro, no entanto, que não seria o primeiro single do álbum, e afirmou que Feel Again pode ​​ser usado como o single promocional do álbum.

A banda confirmou que o álbum deveria ficar pronto até 6 de Dezembro de 2012[7] . No dia do lançamento do single "If I Lose Myself" (8 de Janeiro) eles revelaram a artwork do álbum e que o mesmo seria lançado no dia 25 de março de 2012 para o Reino Unido e um dia depois para os Estados Unidos[8] .

Em setembro de 2012, a banda anunciou que o álbum, intitulado Native, seria lançado em novembro de 2012, porém o seu lançamento foi adiado para março de 2013. Em 8 de janeiro de 2013, "If I Lose Myself" foi lançado como o primeiro single internacional do álbum, enquanto "Feel Again" foi denominado como um single promocional. Native foi lançado em 26 de março de 2013.[9]

Produção e inspiração[editar | editar código-fonte]

O álbum teve a maioria de suas canções gravada pelo vocalista da banda Ryan Tedder, no Patriot Studios em Denver. Native, foi produzido por ele e pelo companheiro de banda Brent Kutzle, além de Philippe Zdar (compositor francês que já trabalhou com artistas como Phoenix, The Beastie Boys e Cat Power), Jeff Bhasker (que já trabalhou com Kanye West, Jay Z, The Rolling Stones e Fun.) e Benny Blanco (Maroon 5, Rihanna e Gym Class Heroes). Neste álbum a banda infundi seu híbrido de alta potência de pop-rock com elementos de música eletrônica, gospel, blues e folk.[10]

Divulgação[editar | editar código-fonte]

Cerca de um mês antes do lançamento oficial do álbum a faixa "Want You Wanted" foi liberada para pré-venda no iTunes de algum países juntamente com o álbum[11] . Em 7 de março a banda divulgou no seu canal oficial do Vevo, um trecho de cada uma das canções do álbum. A banda irá se apresentar e cantar na terça-feira em Nova Iorque dia 26, as músicas que estarão no novo álbum Native no Best Buy Union Square, para celebrar o lançamento do álbum[12] .

Singles[editar | editar código-fonte]

A faixa "Feel Again" foi lançada como primeiro single do álbum em 27 de agosto de 2012. O videoclipe da canção foi lançada oficialmente no Vevo em 28 de agosto.[13] Debutou na 61º posição da Billboard Hot 100, onde mais tarde alcançaria a 36º posição.[14] A canção ainda obteve certificação de ouro pela RIAA e até janeiro de 2013 já teria vendido cerca de 810 mil cópias nos Estados Unidos.[15] [16] "Feel Again" ainda alcançou o 9º lugar na Alemanha sendo o quinto single a atingir o Top 10 no país.[17] Uma parte das receitas da venda do single seria doado ao Save the Children's Every Beat Matters para apoiar os trabalhadores da linha de frente de formação em saúde em todo o mundo.[18]

"If I Lose Myself" que foi composta por Zach Filkins, Ryan Tedder, Brent Kutzle, Benny Blanco e produzida pelos 3 últimos. Foi o single oficial de Native, lançado em 8 de janeiro de 2013.[19] A banda performou pela primeira vez a canção no especial de natal Y100 Jingle Ball 2012 em Los Angeles em 11 de dezembro de 2012.[20] O videoclipe foi lançado em 25 de janeiro com a direção de Michael Muller.[21] Teve um bom desempenho na Alemanha, Luxemburgo e na Singapura onde alcançou a 7º, a 9º e a 3º posição respectivamente.[22]

"Counting Stars" foi lançado em junho de 2013 como terceiro single do álbum. Seu videoclipe foi gravado em Louisiana, Estados Unidos e foi lançado em 31 de maio de 2013. Com o lançamento do álbum a canção debutou na 68ª posição na Irlanda, 63ª na Suíça e 63º lugar no Canadá. Mais tarde a canção começou a obter grande sucesso em alguns países atingindo o Top 10 das paradas musicais de Alemanha, Austrália, Áustria, Irlanda, Nova Zelândia e Suíça, nas posições #3, #2, #4, #2, #2 e #9, respectivamente, também atingiu o Top 20 no Canadá e Reino Unido[23] . Em agosto de 2013 a canção recebeu certificação de ouro pela BVMI na Alemanha por 150,000 cópias vendidas[24] , platina pela RIANZ na Nova Zelândia por 15,000 cópias[25] e dupla-platina pela ARIA na Austrália por 140,000 cópias[26] .

"Something I Need" foi anunciada como quarto single em 23 de agosto de 2013 pela própria banda em seu Twitter[27]

"Love Runs Out" foi anunciado como quinto single em 9 de abril de 2014 e lançado no dia 14 do mesmo mês.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Edição padrão[28]
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Counting Stars"   Ryan Tedder Tedder, Noel Zancanella 4:17
2. "If I Lose Myself"   Tedder, Brent Kutzle, Zach Filkins, Benny Blanco Blanco, Tedder, Kutzle (co.) 4:01
3. "Feel Again"   Tedder, Kutzle, Drew Brown, Noel Zancanella Tedder, Kutzle, Zancanella, Brown (add.) 3:05
4. "What You Wanted"   Tedder, Kutzle Tedder, Kutzle 4:01
5. "I Lived"   Tedder, Zancanella Tedder, Zancanella 3:54
6. "Light It Up"   Tedder, Kutzle Tedder, Kutzle 4:10
7. "Can't Stop"   Tedder, Jeff Bhasker, Tyler Sam Johnson Bhasker, Johnson, Tedder, Emile Haynie (add.) 4:09
8. "Au Revoir"   Tedder, Kutzle Kutzle 4:50
9. "Burning Bridges"   Tedder, Kutzle Zdar and Boombass, Tedder, Kutzle, Zancanella 4:17
10. "Something I Need"   Tedder, Blanco Blanco, Tedder 4:01
11. "Preacher"   Tedder, Kutzle Tedder, Kutzle 4:08
12. "Don't Look Down"   Tedder, Kutzle Kutzle 1:39
Duração total:
46:44

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 65/100[31]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svg[32]
Daily Star 8/10[33]
Entertainment Weekly A-[34]
Highlight Magazine 3.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svg[35]
Idolator 3.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svg[36]
MusicOMH 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[37]
PopCrush 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[38]
Rolling Stone 2.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar half.svgStar empty.svgStar empty.svg[39]
The New York Times Positiva[40]
USA Today 3 de 4 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svg[41]

Matt Collar do Allmusic deu uma crítica positiva ao álbum "De muitas maneiras, OneRepublic são uma câmara de compensação para os principais sensibilidades pop, e Native não é exceção, com músicas como "If I Lose Myself", "I Lived", e "Au Revoir" tocando em cima do aumento, piano-driven alt-rock de Coldplay , o funky, sintética, de olhos azuis e com alma do Maroon 5, e a mancha ainda séria com baladas R&B de qualquer número de divas modernas. O que não quer dizer que as músicas do Native são normais. Pelo contrário, Tedder revela uma vasta paleta de inspiração estilística, e os cortes como o turvo, romântico em "Light It Up" e a atmosférica e anseia "Can't Stop" toque sobre as qualidades ruminativos de indie rock".[32] Haley Black da revista Highlight Magazine, avaliou que Native "Não é excepção e a banda continua produzindo músicas cativante que apela para uma ampla gama de ouvintes", no entanto Haley advertiu que "os vocais Tedder estão um pouco sufocado e os instrumentos que deveriam ser dominante são diluídos por sintetizadores. Se muitas das músicas eram um pouco mais despojadas, este registro teria superado todas as expectativas".[35] Jody Rosen da revista norte-americana Rolling Stone, fez alusão de como "Nativo é cativante e previsível: melodias inspiradas, letras grandes, a produção que fica entre o pop e o rock e a dança", mas foi crítico em relação a Tedder, afirmando que "uma canção savant que é um cantor chato e comum".[39]

Elysa Gardner do USA Today, ressaltou que "Ryan Tedder nem surpreende nem decepciona, oferecendo pop, resistente e atmosférico".[41] Elliah Heifetz do MusicOMH, fez uma resenha positiva, supondo que "Muitas vezes, porém, Native realmente não faz brilhar" e observou que "não há dúvida de que o homem pode escrever", mas que "é só uma pena que Tedder parece ter esquecido de como escrever para sua banda. E isso, em última instância, é o que mantém Native tanto de ser um grande álbum de OneRepublic, e de seu verdadeiro potencial como um grande álbum por Ryan Tedder".[37] John Pareles do The New York Times deu críticas positivas ao álbum, quando elogiou que "O artesanato é meticuloso e impressionante: camada sobre camada de teclados, guitarras reverberantes brilhantes e vocais de apoio choirlike (embora o Sr. Tedder se aplica muito óbvio Auto-Tune para suas derivações) Mas estas produções cristais do palácio são mostruários de orgulho para untuosa, às vezes, com letras estranhamente mórbidas".[40] Emily Tan do blog musical Idolator afirmou que "Native tem um OneRepublic demonstrando como eles cresceram como uma banda ao mesmo tempo um pouco conseguindo manter suas bases musicais".[36]

Amy Sciarretto do PopCrush fez uma alusão de como "Native possui notas e letras de esperança e pensamentos provocantes, bem como alguma música melancólica. Mesmo quando as coisas parecem um pouco piegas, você ainda pode dançar".[38] No Daily Star, John Earls supôs que "Ryan Tedder canta tão belamente como sempre e ele não pode deixar de escrever slick, harmonias cheias de alma" que "mesmo por seus padrões, a banda serve-se de polidos, rádio-friendly e sucessos em espera".[33] No Knoxville News Sentinel, Chuck Campbell observou que Tedder com ele "Estão felizes por aderir a suas armas, disparando incessantemente a munição até que ele ganha a batalha com refrões irresistíveis e um principalmente otimistas atitude", que contém algumas "bobagens sem remorso em Native dos coros radicais para os temas otimistas para teclados pitoresca", e o álbum não é "ingenuamente cativante".[42] .

Paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora
 Áustria 22 de março de 2013[70] Download digital, CD Mosley Music Group, Interscope Records
 Alemanha
 Irlanda
Suíça
 Reino Unido 25 de março de 2013[8]
 Itália
 Grécia
 Estados Unidos 26 de março de 2013[71]
 Canadá

Referências

  1. The Hot - Page 2. Página visitada em 1º de junho de 2014.
  2. OneRepublic Reclaim UK Singles Top Spot with Counting Stars. Página visitada em 1º de junho de 2014.
  3. ONEREPUBLIC - "I Lived". Página visitada em 16 de agosto de 2014.
  4. Twitter/OneRepublicNew 1R album.... Página visitada em 04 de outubro de 2012.
  5. Hear OneRepublic’s New Single, Courtesy of Ralph Lauren (em inglês). Página visitada em 02 de outubro de 2012.
  6. Twitter/OneRepublic 3 songs so far we feel GREAT... (em inglês). Página visitada em 03 de outubro de 2012.
  7. Twitter/OneRepublic We will have... (em inglês). Página visitada em 05 de outubro de 2012.
  8. a b OneRepublic announce new album, unveil new single (em inglês) Digital Spy. Página visitada em 09 de janeiro de 2013.
  9. OneRepublic to Unleash Latest Album 'Native' in March Read more Aceshowbiz. Página visitada em 26 de fevereiro de 2013.
  10. ONEREPUBLIC's Third Studio Album 'Native' Now Available for Pre-Order Broadway World. Página visitada em 03 de março de 2013.
  11. OneRepublic - Native (Pre-Order) (em inglês) Sounds Tage Direct. Página visitada em 27 de março de 2013.
  12. OneRepublic Performance & CD Signing at Best Buy – Union Square (em inglês) BestBuy.com. Página visitada em 26 de março de 2013.
  13. OneRepublic Releases New Single "Feel Again" Today (em inglês). Página visitada em 20 de março de 2013.
  14. OneRepublic Hot 100 Chart History Billboard.. Página visitada em 07 de Dezembro de 2012.
  15. Search Results RIAA.. Página visitada em 06 de março de 2013.
  16. BILLBOARD HOT DIGITAL SONGS - TOP 200. Página visitada em 08 de março de 2013.
  17. OneRepublic - Feel Again - Music Charts (em inglês) aChart.us. Página visitada em 25 de março de 2013.
  18. OneRepublic Donate New Single Proceeds To Save The Children (em inglês). Página visitada em 22 de março de 2013.
  19. Single we were told today... (em inglês) Twitter. Página visitada em 24 de março de 2013.
  20. Celeb Pix: Taylor Switft puts jingle into 2012 Jingle Ball Mercury News. Página visitada em 19 de março de 2013.
  21. OneRepublic - 'If I Lose Myself '(Music Video) Direct Lyrics. Página visitada em 28 de fevereiro de 2013.
  22. OneRepublic - Native Performance Charts RIANZ.. Página visitada em 26 de Março de 2013.
  23. [acharts.us/song/77140 OneRepublic - Counting Stars - Music Charts] aChart.us. Página visitada em 26 de agosto de 2013.
  24. Gold-/Platin-Datenbank BVMI. Página visitada em 26 de agosto de 2013.
  25. NZ Top 40 Singles Chart - 26 August 2013.
  26. ARIA Charts - Accreditations - 2013 Singles ARIA. Página visitada em 25 de agosto de 2013.
  27. Twitter/OneRepublic Twitter. Página visitada em 26 de agosto de 2013.
  28. OneRepublic - Native - In Stores (em inglês) iTunes. Página visitada em 25 de fevereiro de 2013.
  29. Native (Deluxe) (em inglês) iTunes. Página visitada em 25 de fevereiro de 2013.
  30. Native (Deluxe) (em inglês) iTunes. Página visitada em 1 de junho de 2014.
  31. Native - OneRepublic (em inglês) Metacritic. Página visitada em 26 de agosto de 2013.
  32. a b Allmusic: Native - review, acessado em 25 de março de 2013
  33. a b OneRepublic - Native - Album - review, acessado em 1 de abril de 2013
  34. Also Available, acessado em 1 de abril de 2013
  35. a b OneRepublic Native - Review, acessado em 26 de março de 2013
  36. a b One Republic’s ‘Native’: Album Review, acessado em 27 de março de 2013
  37. a b OneRepublic - Native - Review, acessado em 26 de março de 2013
  38. a b OneRepublic - Native (Album) - Review, acessado em 1 de abril de 2013
  39. a b Albums Review -OneRepublic's Native, acessado em 27 de março de 2013
  40. a b OneRepublic's Native - Review, acessado em 27 de março de 2013
  41. a b OneRepublic's Native - Review - USA Today, acessado em 26 de março de 2013
  42. 'Tuned In' review: OneRepublic doesn't dance around the obvious Knoxville News Sentinel.. Página visitada em 1 de Abril de 2013.
  43. OneRepublic - Native Media Control.. Página visitada em 27 de abril de 2013.
  44. OneRepublic - Native Hung Medien.. Página visitada em 14 de setembro de 2013.
  45. ONEREPUBLIC - NATIVE (ALBUM) AustrianChart.com.. Página visitada em 04 de abril de 2013.
  46. OeneRepublic - Native - Flanders Ultratop.. Página visitada em 07 de abril de 2013.
  47. OeneRepublic - Native - Valônia Ultratop.. Página visitada em 07 de abril de 2013.
  48. a b [http://www.billboard.com/artist/314580 /Predefinição:BillboardEncode/O /chart?f=309 OneRepublic – Chart History: Canadian Albums] Billboard. Prometheus Global Media.
  49. OneRepublic - Native - Performance Charts Music Chart Heaven.. Página visitada em 04 de abril de 2013.
  50. OneRepublic Album & Song Chart History Billboard.. Página visitada em 04 de abril de 2013.
  51. OneRepublic - Native - Spanish Charts Spanish Charts.. Página visitada em 1 de julho de 2014.
  52. OneRepublic - Native - Les Charts Spanish Charts.. Página visitada em 7 de fevereiro de 2014.
  53. a b OneRepublic - Native - Music Charts aChart.us.. Página visitada em 18 de agosto de 2014.
  54. OneRepublic - Native (Album) Dutch Charts.. Página visitada em 29 de março de 2013.
  55. OneRepublic - Native (album) Hung Medien.. Página visitada em 27 de fevereiro de 2014.
  56. OneRepublic - Native Hung Medien.. Página visitada em 16 de abril de 2013.
  57. OneRepublic - Native (Album) HitParade.. Página visitada em 03 de Abril de 2013.
  58. OneRepublic - Native Swedish Charts.. Página visitada em 18 de agosto de 2014.
  59. Gold-/Platin-Datenbank BVMI. Página visitada em 27 de fevereiro de 2014.
  60. ARIA Charts - Accreditations - 2013 Albums ARIA. Página visitada em 17 de novembro de 2013.
  61. OneRepublic Gold & Platin Certtification IFPI. Página visitada em 2013.
  62. Gold/Platin Search - OneRepublic Music Canada. Página visitada em 1 de julho de 2014.
  63. RIAA's Gold & Platinum Program Recording Industry Association of America (RIAA).
  64. Veckolista Album - Vecka 48, 29 november 2013 Hitlistan. Página visitada em 30 de dezembro de 2013.
  65. Swiss Charts - Album Top 100 - Week 19/01/2014 HitParade. Página visitada em 22 de janeiro de 2014.
  66. Certified Awards (digite "OneRepublic" na coluna "Keywords", então clique em "Search") British Phonographic Industry. Página visitada em 1º de outubro de 2013.
  67. ARIA Charts - End Of Year Charts - Top 100 Albums 2013 ARIA.
  68. OneRepublic Chart History - Billboard 200 Year End Billboard.
  69. SWISS YEAR-END CHARTS 2013 HitParade.
  70. iTunes - Music - Native by OneRepublic (Austrian) iTunes. Página visitada em 01 de março de 2013.
  71. OneRepublic - Native (Album) (em inglês) iTunes. Página visitada em 01 de março de 2013.


Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de OneRepublic é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.