Necromancia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A necromancia ou nigromancia (necro do gr.cl. νεκρός (nekrós) "morte" e mancia de μαντεία (manteía) "adivinhação")[1] é a suposta arte de adivinhar o futuro por meio da evocação dos mortos[2] ou dos espíritos, até pelo controle dos restos mortais que pertenceram a outras pessoas,[3] [4] podendo referir-se à feitiçaria ou magia negra.

Necromancia na literatura[editar | editar código-fonte]

NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

São práticas que encontram registros em diversas civilizações, muito comum entre os gregos e egípcios,[4] também é referenciada negativamente na Bíblia.

A Tábua Ouija (também conhecida como "brincadeira do copo" ou "telégrafo dos mortos") é amplamente utilizada por espiritualistas na prática da suposta comunicação com os mortos.

No livro "A Batalha do Apocalipse" do escritor Eduardo Spohr, a personagem Shamira, a feiticeira de Endor é uma necromante.

Na série American Horror Story: Coven, a bruxa vodu Marie Laveau, possui o dom da necromancia.

Na trilogia ''O Hobbit'', do realizador Peter Jackson, o personagem Sauron é um necromante.

Referências

  1. Dicionário Aurélio
  2. http://www.aulete.com.br/necromancia
  3. Necromancia Dicionário Priberam da Língua Portuguesa (2008 - 2013). Visitado em 1 de julho de 2014.}
  4. a b Significado de Necromancia Dicionário online de português. Visitado em 1 de julho de 2014.}
Portal A Wikipédia possui o
Portal do Ocultismo