Nefta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde agosto de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Tunísia Nefta
نفطة
Nafta
 
—  Município  —
Vista do palmeiral de Nefta, a chamada Corbeille (cabaz em francês)
Vista do palmeiral de Nefta, a chamada Corbeille (cabaz em francês)
apelido/alcunha(s) Cairuão do sul
Nefta está localizado em: Tunísia
Nefta
Localização de Nefta na Tunísia
33° 52' 15" N 7° 53' E
Província Tozeur
Delegação Nefta
Altitude 60 m (197 pés)
População (2004)[1]
 - Total 20 308
Código postal 2240

Nefta ou Nafta (em árabe: نفطة) é um oásis e uma cidade do sul da Tunísia e a capital da delegação (espécie de distrito ou grande município) homónima, a qual faz parte da província (gouvernorat) de Tozeur. Em 2004, o município tinha 20 308 habitantes.[1]

Situada num extenso oásis coberto de tamareiras, junto aos limites norte do grande lago salgado Chott el Jerid, a pouca distância dos limites sul do Chott el Gharsa e das dunas do deserto do Saara, encontra-se 25 km a oeste de Tozeur, 115 km a sudoeste de Gafsa, 35 km a leste da fronteira com a Argélia, 120 km a oeste-noroeste de Kebili, 235 km a oeste de Gabès, 315 km a oeste-sudoeste de Sfax e 480 km a sudoeste de Tunes (distâncias por estrada). O clima é ameno e seco no inverno e muito quente no verão, quando é frequente soprar o siroco (vento do deserto).

A origem da cidade remonta ao período númida (séculos III a I a.C.), após o que esteve sob o domínio dos romanos e finalmente dos árabes. Durante a Idade Média tornou-se um importante centro sufista — a confraria Qadiriyya, à qual pertenceu a escritora suíça Isabelle Eberhardt (1877–1904), é célebre em todo o Magrebe. A influência dessa corrente religiosa ainda se faz sentir atualmente. Em Nefta existem cerca de cem marabutos, o mais célebre dos quais o de Sidi Bou Ali, que "libertou" a cidade dos ibaditas, converteu os seus habitantes ao Islão sunita no século XIII e fundou uma confraria religiosa muito influente. Todos os anos decorre uma peregrinação em redor à zaouïa de Sidi Bou Ali. Nefta é atualmente o segundo local mais sagrado da Tunísia para os muçulmanos a seguir a Cairuão.

As nascentes da chamada "corbeille de Nefta" ("cabaz de Nefta") abastecem a cidade e irrigam o vasto palmeiral, que se estende por 300 hectares onde crescem cerca de meio milhão de tamareiras. Antes de terem sido construídas canalizações, a água escorria de 152 nascentes através dum uádi que se ramificava para irrigar o palmeiral. No início dos anos 1980, o esgotamento das nascentes provocou o desaparecimento de inúmeras palmeiras.

A par da vizinha Tozeur, a arquitetura tradicional é única, sendo as construções feitas com tijolos ocre secos aos sol antes de serem cozidos, formando protuberâncias que formam decorações geométricas e que ao mesmo tempo, devido às pequenas sombras que causam, inibem o aquecimento das paredes, um efeito que é acentuado pelas correntes de convecção que se formam. As portas são fabricadas em madeira de palmeira.

Na região foram rodadas partes de grandes produções cinematográficas, como O Paciente Inglês (1996), nas ruas da cidade, e Star Wars, no deserto próximo.

Notas e referências[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Nefta
  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em francês, cujo título é «Nefta», especificamente desta versão.
  1. a b Population, ménages et logements par unité administrative - Gouvernorat : Tozeur (em francês). www.ins.nat.tn. Institut National de la Statistique. Página visitada em 4 de setembro de 2012.


Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da Tunísia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.