Neil Gaiman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Neil Gaiman
Neil Richard Gaiman
Gaiman-headshot.jpg

Nascimento 10 de Novembro de 1960 (53 anos)
Local Portchester, Inglaterra,  Reino Unido
Nacionalidade Reino Unido britânico
Área(s) de atuação Romancista, escritor e roteirista de quadrinhos
Trabalhos de destaque Sandman
Stardust
Deuses Americanos
Coraline
The Graveyard Book

Neil Richard Gaiman, tendo posteriormente adotado o nome de Neil Richard MacKinnon Gaiman (Portchester, Inglaterra, 10 de novembro de 1960) é um autor de romances e quadrinhos britânico nascido na Inglaterra. Vive em Minneapolis, Estados Unidos e é casado com Amanda Palmer, da banda Dresden Dolls.

Entre suas obras em prosa estão "Deuses Americanos" e "Belas Maldições", a segunda em parceria com Terry Pratchett; e sua criação quadrinística mais conhecida é Sandman, que tem como personagens principais Sandman, a personificação antropomórfica do Sonho, também é conhecido como Morpheus, numa referência à mitologia grega e seus irmãos, Morte, Destino, Delírio, Desejo, Desespero e Destruição.

Neil Gaiman (Novembro de 2004)

As capas da revista foram desenhadas pelo parceiro artístico e amigo de Neil Gaiman, Dave McKean (com quem trabalhou em outras histórias em quadrinhos como Violent Cases, Orquídea Negra e Mr. Punch). Em seus trabalhos cinematográficos, encontramos "Mirrormask", seu filme ao lado de Dave McKean e a Jimmy Hensons Company, estreou em Maio de 2005 nos cinemas e "Neverwhere" mini série para televisão que escreveu, e é exibido pela BBC inglesa. Em 2007, entrou em cartaz a animação Beowulf, co-roteirizada por ele, além do longa de Stardust, uma de suas mais aclamadas obras, realizada ao lado de Charles Vess.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Após ter sido rejeitado muitas vezes por editores, Gaiman adotou o jornalismo como meio de fazer conexões que ele esperava o ajudassem a ser publicado mais tarde, então começou entrevistando pessoas e escrevendo crítica literária. Durante este tempo escreveu seu primeiro livro, uma biografia da banda Duran Duran, e um grande número de artigos para a Knave Magazine.Nos fim dos anos 80 escreveu Don't Panic: The Official Hitchhikers Guide to the Galaxy Companion. Na sua opinião o livro é o que conduziu à sua colaboração com Terry Pratchett na Comic Novel Belas Maldições.

Após ter se tornado amigo do famoso roteirista Alan Moore (e vale destacar que quando se tornaram amigos, ambos ainda esperavam pela fama), Gaiman começou a escrever quadrinhos. Escreveu duas histórias com seus colaborador favorito e amigo de longa data Dave McKean: Violent Cases e Signal to Noise.Mais tarde, firmou um contrato com a DC Comics que resultou na minissérie Orquídea Negra.

Escreveu uma quantidade enorme de quadrinhos para várias editoras, mas seu trabalho mais conhecido é a série Sandman, que narra as aventuras de Morpheus, a personificação do sonho. A série foi e ainda é uma sensação cultural, arrebanhando fãs ardorosos e tornando os quadrinhos respeitáveis a novos públicos. A série começou em 1988 e terminou em 1996, quando Gaiman anunciou simplesmente que a história que começou na primeira edição havia terminado seu curso natural. Todas as 75 edições da série regular foram organizadas em 10 volumes que ainda são impressos e vendem bem.

Em 1991, Gaiman publicou os Livros da Magia, uma mini-série em quatro partes que relata uma excursão às partes mágicas e mitológicas do Universo DC. Com uma história focada num adolescente inglês que descobriu que tem por destino talvez se tornar o maior mago do mundo. A mini-série foi popular e rendeu uma série regular escrita por John Ney Reiber. Muitas pessoas notaram similaridades entre Tim Hunter (protagonista da série) e o personagem criado mais tarde por J.K. Rowling Harry Potter. Ao ser interpelado sobre essa semelhança, Gaiman respondeu que um jovem como feiticeiro tem precedentes na literatura. Até nos quadrinhos da DC Comics já existia este conceito de "menino bruxo"; Klarion um dos personagens usado por Grant Morrison na minisérie Sete Soldados da Vitória, 2004, na qual foi criado em 1973.

Gaiman escreve também canções, poemas e novelas, e escreveu a série de fantasia sombria Neverwhere para a rede de televisão BBC que adaptou mais tarde em uma novela. Escreveu também o roteiro para o filme MirrorMask com seu amigo de longa data Dave McKean. Também escreveu o script para língua inglesa do filme Princesa Mononoke.

Gaiman é um membro da direção do Comic Book Legal Defense Fund (Fundo de Defesa Legal dos Quadrinhos) e regularmente participa de arrecadações de fundos para o grupo, incluindo na criação de material como a história Snow, Glass and Apples (cujo direito autoral foi entregue ao CBLDF).

Quando Gaiman escrevia o livro Deuses Americanos, seus editores criaram um site promocional que consistia de um blog no qual Gaiman descreveria o processo cotidiano de escrever (e também revisar, publicar, promover) a novela. Depois que a novela foi publicada, o Web site evoluiu em um Web site oficial mais geral sobre Neil Gaiman, e desde então ainda adiciona textos regularmente ao weblog, descrevendo o processo cotidiano de ser Neil Gaiman e de escrever qualquer que seja o projeto atual. Partes do blog foram extraídas para a publicação na coleção Adventures in the Dream Trade.

Gaiman recebeu um prêmio do Fantasy World Award em 1991 pela revista Sandman - Sonho de uma Noite de Verâo (parte do arco de histórias intitulado Dream Country), e como depois disso uma regra foi alterada, impedindo que quadrinhos concorram, ele é o único autor a receber este prêmio com um roteiro de histórias em quadrinhos. Também recebeu em 2002 o Prêmio Hugo por romance de destaque pela obra Deuses americanos, que ganhou também o Prêmio Nebula no mesmo ano. Em 2003, Coraline recebeu o prêmio de melhor novela. Em 2004, seu conto Um Estudo em Esmeralda ganhou um outro Hugo. Além disso, já ganhou 13 Prêmios Eisner por seu trabalho nos quadrinhos.

Gaiman forjou uma intensa amizade com a cantora Tori Amos , ainda antes dessa se tornar famosa. Ela já o mencionou em mais de uma música e ele escreveu os contos que acompanham seu álbum Strange Little Girl (que aparecem no encarte do cd). Houve um boato de que Gaiman baseou o personagem Morte em Tori Amos e que já foi desmentido. Um outro personagem, no entanto, ele baseou na cantora - Delirium, também dos Perpétuos. A aparência da personagem Morte é baseada em Siouxsie Sioux.

Gaiman é também amigo do escritor de quadrinhos e ficção científica J. Michael Straczynski, criador da série de televisão Babylon 5. Ele é também o único escritor à exceção de Straczynski que fez contribuições as três últimas temporadas da série. Na quinta temporada, ele escreveu o episódio clássico Day of the Dead.

Em 2002, Neil Gaiman entrou com um processo contra Todd McFarlane envolvendo três coadjuvantes da revista Spawn (Cogliostro, Spawn Medieval, e Ângela) e ganhou.

Em 2003 participa, com Alan Moore, Moorcock e outros na colectânea Almanaque do Dr. Thackery T. Lambshead de Doenças Excêntricas e Desacreditadas - a doença contribuida por Neil é a "Crupe dos Doenceiros".

Em 2004 escreveu para a Marvel Comics a mini-série 1602 (que mostrava uma realidade alternativa em que os personagens principais da Marvel habitavam a época da inquisição) e assinou o contrato para mais um trabalho futuro para a editora. Em 2006 foi divulgado o seu novo trabalho para a Marvel: Uma ressurreição dos Eternos (The Eternals) personagens criados por Jack Kirby nos anos 70 e praticamente esquecidos depois do fim da série. The Eternals por Neil Gaiman (roteiro) e John Romita Jr. (desenhos) é uma mini-série em 7 edições, tendo seu início em Junho de 2006 e conclusão em Fevereiro de 2007.

Em 2005 publicou um novo romance, chamado Anansi Boys lançado em 2006 no Brasil com o nome de Os Filhos de Anansi.

Em 2007, Robert Zemeckis fez o filme de Beowulf, baseado em um script escrito por Gaiman e por Roger Avary e o diretor Matthew Vaughn e a escritora Jane Goldman levaram às telas sua versão da graphic novel Stardust, com Robert De Niro e Michelle Pfeiffer no elenco.

Em 2006 lançou também seu mais novo livro de contos depois de Fumaça e Espelhos (Smoke and Mirrors), chamado Fragile Things.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Romances[editar | editar código-fonte]

Ano Título
1990 Good Omens
1996 Neverwhere
1997 The Day I Swapped My Dad for Two Goldfish
1999 Stardust
2001 Deuses Americanos
2002 Coraline
2003 The Wolves in the Walls
2005 Melinda
Os Filhos de Anansi
2006 Coisas Frágeis
2007 M is for Magic
InterWorld
2008 Odd e os Gigantes de Gelo
The Dangerous Alphabet
Livro do Cemitério
2009 Blueberry Girl
Crazy Hair
2010 Instructions
2011 Coisas Frágeis V.2
2013 Fortunately, the Milk
O Oceano no Fim do Caminho
The Silver Dream

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Neil Gaiman