Nelson Acosta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nelson Acosta
Informações pessoais
Nome completo Nelson Bonifacio Acosta Lopez
Data de nasc. 12 de Junho de 1944 (70 anos)
Local de nasc. Paso de los Toros, Uruguai
Informações profissionais
Clube atual Chile Everton de Viña del Mar
Posição Treinador (Ex-goleiro)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1969−1971
1972−1976
1977
1978—1981
1982—1984
1984
Uruguai Huracán Buceo
Uruguai Peñarol
Chile Everton de Viña del Mar
Chile O'Higgins
Chile Arturo Fernandez Vial
Chile Lota Schwager
Seleção nacional
1971-1976 Flag of Uruguay.svg Uruguai
Times que treinou
1984-1988
1988—1991
1992
1992
1993
1993-1996
1996-2000
2002-2003
2004
2005-2007
2007-2010
2011-2012
2012
2014-
Chile Arturo Fernandez Vial
Chile O'Higgins
Chile Unión Española
México Cruz Azul
Flag of Chile.svg Chile
Chile Unión Española
Flag of Chile.svg Chile
Chile Cobreloa
Flag of Bolivia.svg Bolívia
Flag of Chile.svg Chile
Chile Everton de Viña del Mar
Chile Cobreloa[1]
Equador Deportivo Quito
Chile Everton de Viña del Mar[2]

Nelson Bonifacio Acosta Lopez (Paso de los Toros, 12 de junho de 1944) é um ex-jogador de futebol e treinador uruguaio. Com a seleção chilena conseguiu chegar às oitavas de final na Copa do Mundo FIFA de 1998.

História[editar | editar código-fonte]

Seus primeiros 14 anos de sua vida passou-os ao lado de seus cinco irmãos, dois homens e três mulheres, em sua estação nativa França, localizado e situado a 14 quilômetros de Montevideo, Uruguai, composto por um armazém, uma escola, cinco ou seis casas, e a estação da estrada de ferro, de que seu pai era o mestre da estação.

Em 1969 foi jogar no Huracán Buceo. Na primeira partida do campeonato, diante do Central Español, entrou no segundo tempo e não saiu mais atrasado mais a titularidade até mudar de time, quando foi para o Peñarol em 1972 onde ficou bastante conhecido. Foram cinco temporadas e três títulos (1973, 1974 e 1975) eram parte de sua lista de títulos conquistados com a camisa aurinegra. Em 1977 chega ao Chile a fim de defender o Everton, e mais tarde jogar pelo O'Higgins e encerrar a carreira pelo Arturo Fernandez Vial.

Como o treinador, ficou a maior parte de sua carreira no Chile, cujo o ponto culmina após conquistar a Copa Chile pela Unión Española em 1992 e 1993. Em 1996, após o fracasso de Xavier Azkargorta, o então treinador da seleção chilena, foi chamado para treinar a seleção com a poderosa força ofensiva formada pela dupla Iván Zamorano e Marcelo Salas. Como resultado conseguiu classificar o Chile para a Copa do Mundo de 1998, e de quebra a primeira vez passar para a segunda fase desde 1962.

ais tarde obteria a medalha de bronze pelo Sub-23 nas Olimpíadas de 2000. Entretanto, nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2002 não consegue bons resultados, sendo o Chile último colocado, isso culminou em sua demissão.

Em 2005, volta a seleção chilena, substituindo Juvenal Olmos no comando técnico, porém, sem grandes resultados. Desde então ele seguiu na posição, sob rejeição, por seu esquema de jogo ser excessivamente preservativo, resultando no fracasso da Copa América 2007.

Finalmente renunciou à seleção dia 10 de julho de 2007, após a derrota vergonhosa para o Brasil por 6 a 1, e pelo escândalo de que alguns jogadores teriam se embriagaram e atacaram os empregados do hotel onde estavam hospedados.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como jogador[editar | editar código-fonte]

Peñarol

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Unión Española
Cobreloa
Everton de Viña del Mar

Referências

  1. Radio Cooperativa (11/12/2010). Nelson Acosta regresa a Calama (em espanhol). Página visitada em 19/01/2014.
  2. Elgraficochile. Everton confirmó a Nelson Acosta como su nuevo entrenador (em espanhol). Página visitada em 19/01/2014.