Nelson Pelegrino

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nelson Pelegrino
Foto:José Cruz/ABr
Deputado federal pela  Bahia
Período de governo 1 de fevereiro de 1999
a atualidade
Vida
Nascimento 27 de fevereiro de 1960 (54 anos)
Salvador, Bahia
Dados pessoais
Cônjuge Fabiana Andrea Oliveira Pelegrino
Partido PT
Profissão Advogado
linkWP:PPO#Brasil

http://g1.globo.com/bahia/eleicoes/2014/noticia/2014/10/veja-quem-sao-os-deputados-federais-eleitos-pela-bahia.html

Nelson Vicente Portela Pelegrino (Salvador, 27 de fevereiro de 1960) é um advogado e político brasileiro.

Formado em Direito pela UFBA, Pelegrino é filiado ao Partido dos Trabalhadores desde 1980. Foi deputado estadual por dois mandatos e, desde 1999, é deputado federal (reeleito em 2014 para novo mandato, com duração até janeiro de 2019)[1] .

Nelson Pelegrino viveu a infância e adolescência em Salvador. Iniciou a militância política ainda secundarista no grêmio da escola e chegou a presidente do Diretório Acadêmico da UFBA, onde cursou direito, período em que foi diretor da União Nacional dos Estudantes.

Como advogado, passou a assessorar sindicatos de trabalhadores e movimentos populares de associações de bairros, até se eleger deputado estadual, em 1990, pelo Partido dos Trabalhadores, do qual é um dos fundadores na Bahia.[carece de fontes?] Depois de dois mandatos na Assembléia Legislativa do Estado da Bahia, elegeu-se para a Câmara dos Deputados, em 1998.

Em 2004, disputou o cargo de prefeito de Salvador, ficando em terceiro lugar. No segundo turno, Pelegrino apoiou João Henrique[2] . Já havia disputado o mesmo cargo nos anos de 1996 e 2000.

Licenciou-se em 4 de maio de 2009 do cargo de deputado para assumir a Secretaria de Justiça do Estado da Bahia.[3]

Em 2010, assumiu a Secretaria Estadual de Justiça e a co-coordenadoria do Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci), na Bahia.[4]

Atual coordenador da bancada federal do PT e um dos vice-líderes do governo federal, Pelegrino é um dos parlamentares mais atuantes no Congresso Nacional.[carece de fontes?] É titular das comissões de Constituição e Justiça, Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado e Políticas de Combate às Drogas.

Atuante na área dos Direitos Humanos, exerceu por sete anos a presidência desta comissão na Assembleia Legislativa da Bahia e um ano na Câmara Federal.

Em 2011, foi eleito, pela terceira vez em quatro mandatos, um dos cem parlamentares mais influentes do Congresso Nacional. [5] . O DIAP avaliou os parlamentares segundo cinco tipos de “habilidades” no âmbito do processo legislativo: debatedores; articuladores/organizadores; formuladores; negociadores e formadores de opinião. Pelegrino está entre os debatedores.

Ainda em 2011, Pelegrino participou de cerca de 40 votações em plenário, no qual esteve em 84 sessões deliberativas de um total de 107, até o mês de novembro. Apresentou 20 projetos de lei e requerimentos, além de um projeto de decreto legislativo, fez 51 pronunciamentos e representou a Câmara Federal em oito viagens ao exterior. [6]

No ano de 2012, Pelegrino candidata-se à prefeitura de Salvador pelo Partido dos Trabalhadores, iniciando a campanha Todos juntos por Salvador a partir do mês de julho deste mesmo ano, tendo como vice-prefeita a atual vereadora Olívia Santana, do PCdoB, porém, acabou perdendo para o democrata ACM Neto.[7]

Em 2014, Pelegrino se candidata mais uma vez a deputado federal. Com 111.252 votos, é reeleito, para seu quarto mandato consecutivo na Câmara dos Deputados.[8]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.