Neomártir

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mergefrom 2.svg
O artigo ou secção Novo mártir deverá ser fundido aqui. (desde agosto de 2013)
Se discorda, discuta sobre esta fusão aqui.

O título de Neomártir ou Novo Mártir (em grego: νεο-, neo, prefixo para "novo"; e μάρτυς, mártir, "testemunho") da Igreja Ortodoxa foi originalmente dado aos mártires que morreram sob governantes heréticos (os primeiros mártires foram sob governantes pagãos). Depois, a Igreja adicionou a esta lista aqueles martirizados sob o Islão[1] e outros regimes modernos, especialmente os regimes comunistas, que defendiam o ateísmo de estado.[2] Oficialmente, a era dos neomártires começa com a Queda de Constantinopla em 1453. Entre os venerados estão não apenas queles que deram suas vidas em martírio, mas também aqueles que são Confessores da Fé Ortodoxa.[3]

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros neomártires foram registrados após a invasão dos turcos seljúcidas da Ásia Menor no século XI.[3] Na Igreja Ortodoxa, o terceiro Domingo após o Pentecostes é conhecido como "Comemoração de Todos os Neomártires do Jugo Turco".

Na Igreja Ortodoxa Russa, o Domingo mais próximo de 7 de Fevereiro [Calend. antigo 25 de Janeiro] é o "Domingo dos Santos Neomártires e Confessores da Rússia". esta data foi escolhida por ser a data do martírio de São Vladimir, Bispo metropolitano de Kiev em 1918, que é conhecido como "Protomártir do Jugo comunista na Rússia". Já na Igreja Ortodoxa Russa no Exterior, Nicolau II, sua família e seus servos que foram assassinados pelos bolcheviques também foram canonizados como neomártires.[nota 1] [nota 2]

A festa de "Todos os Neomártires da Sérvia" é celebrada em 28 de Junho [Calend. antigo 15 de Junho] .

Em 24 de Junho [Calend. antigo 11 de Junho] é celebrada a festa dos "Neomártires da China Mortos durante a Rebelião Boxer".

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Derivado com permissão da New Martyrs em OrthodoxWiki.
  • Blackwell Dictionary of Eastern Christianity, 341-43
  • Vaporis, Rev. Nomikos Michael. Witnesses for Christ: Orthodox Christian Neomartyrs of the Ottoman Period 1437-1860

Notas

  1. Também foram canonizados a irmã da czarina Alexandra, Isabel Feodorovna, os príncipes que estavam com ela, e também seus servos, mortos no dia seguinte em outro local.
  2. Na Igreja Ortodoxa Russa, os Romanovs foram canonizados como Portadores da Paixão.

Referências

  1. Demetrios Constantelos (2004). Christian Greek Orthodox Under Islamic Rule (em inglês) 'Altruistic Suicide or Altruistic Martyrdom? Christian Greek orthodox Neomartyrs: A Case Study' Myriobiblos. Visitado em 10/08/2013.
  2. Job Gumerov (29/11/2011). Can one consider the death of Father Daniel Sysoev to be a Martydom? (em inglês) 'Orthodox Christianit' Pravoslavie.ru. Visitado em 10/08/2013.
  3. a b Instituto Eslavo de Praga et all.. "Byzantinoslavica" (em inglês). [S.l.]: Academia, 1996. p. 104. Visitado em 10/08/2013.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]