Nera (afluente do Tibre)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Nera é um rio da Itália, afluente do Tibre.

Nera, cujo nome antigo era Nar, é um dos principais rios da Úmbria.[1] É um dos afluentes da margem direita do rio Tibre.[2] Um dos seus afluentes é o rio Velino [3] [4] que, próximo a Terni, sai do lago della Marmore e se torna um afluente do rio Nera.[3]

A via Flamínia, construída por Caio Flamínio quando este era censor, em 220 a.C., que ligava Roma a Arímino, passava por uma ponte sobre o rio Nar. Esta ponte, de quatro arcos, é citada por Marcial.[5]

O rio foi descrito, no século XVIII, entre o ponto de confluência com o Velino e sua foz no Tibre, como tendo um leito de rochas brancas, e cuja superfície era coberta de espuma e bolhas, o que teria levado Virgílio a descrevê-lo com um rio sulfuroso:[4]

audiit et Triuiae longe lacus, audiit amnis
sulpurea Nar albus aqua fontesque Velini,
et trepidae matres pressere ad pectora natos.[6]


Referências

  1. Moutard, Histoire universelle, depuis le commencement du monde jusqu'à présent, Volume 34 (1781), p.16 [google books]
  2. Antoine-Augustin Bruzen de La Martinière, Le grand dictionnaire géographique et critique (1741) p.216, Tibre [em linha]
  3. a b Tobias Smollett, Travels through France and Italy, Letter XXXIV, Nice, 2 de abril de 1765 [em linha]
  4. a b Joseph Addison, The works of the late right honourable Joseph Addison, Volume 2 (1730) [google books]
  5. Enciclopédia Britânica (1911), Via Flaminia [em linha]
  6. Virgílio, Eneida, Livro 7, 516-518 {{la}}{{en}}