Neto Baiano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Neto Baiano
Informações pessoais
Nome completo Euvaldo José de Aguiar Neto
Data de nasc. 17 de setembro de 1982 (32 anos)
Local de nasc. Ituaçu (BA),  Brasil
Nacionalidade  brasileiro
Altura 1,87 m[1]
Canhoto
Informações profissionais
Clube atual Brasil Sport
Número 9
Posição Atacante
Site oficial www.netobaiano.com.br
Clubes de juventude
20002002 Brasil Mirassol
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos (golos/gols)
20022005
2003
2004
2004
2005
2005
2006
20062007
2006
2007
20072008
2007
2008
2008
20092012
20092010
2012
2013
2013
2014
Brasil Mirassol
Brasil São Caetano (emp.)
Brasil Internacional (emp.)
Vietname Binh Duong (emp.)
Brasil Mogi Mirim (emp.)
Coreia do Sul Jeonbuk Hyundai
Brasil Paulista
Brasil Atlético-PR
Brasil Palmeiras (emp.)
Brasil Fortaleza (emp.)
Brasil Paulista
Brasil Bragantino (emp.)
Brasil Ipatinga (emp.)
Brasil Ponte Preta (emp.)
Brasil Vitória
Japão JEF United (emp.)
Japão Kashiwa Reysol
Brasil Goiás
Brasil Sport (emp.)
Brasil Sport




0005 0000(4)
0020 0000(6)
0012 0000(7)
0002 0000(1)
0004 0000(1)
0009 0000(5)
0022 000(13)
0004 0000(3)
0010 0000(6)
0012 0000(5)
0126 000(89)
0046 000(31)
0013 0000(4)
0019 0000(6)
0013 0000(7)
0049 000(18)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 27 de setembro de 2014.

Euvaldo José de Aguiar Neto,[1] [2] conhecido somente como Neto Baiano, (Ituaçu, 17 de setembro de 1982) é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente, joga pelo Sport Club do Recife.

Marcou um gol antológico do meio-de-campo da Ilha do Retiro contra o Botafogo pelo Brasileiro de 2014.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Revelado pelo Mirassol, Neto Baiano passou, por empréstimo, por São Caetano, Internacional e pelo vietnamita Binh Duong antes de chegar, em 2005, ao Mogi Mirim, ainda com passe vinculado ao time araraquarense. No Campeonato Paulista daquele ano, se destacou logo na primeira rodada, ao marcar os dois gols do time mogimiriano na vitória de 2 a 1 sobre o Corinthians, em pleno Pacaembu. Após apenas algumas rodadas, quando brigava pela artilharia do campeonato, com quatro gols, o Mirassol decidiu vendê-lo ao Jeonbuk Hyundai, da Coreia do Sul, por R$ 1,43 milhão.[3]

Após retornar da Coréia com passagem apagada, acertou com o Paulista, onde se destacou novamente no Paulistão, chamando a atenção do Atlético Paranaense, que o contratou para a disputa da Série A. No entanto, não teve muitas oportunidades no time curitibano, sendo emprestado duas vezes, para Palmeiras e Fortaleza (neste último já em 2007), tampouco sendo aproveitado.

Retornou ao Paulista, onde participou, na reserva, do descenso do time na Série B de 2007, sendo ainda emprestado, no mesmo ano, ao Bragantino, ajudando a equipe a sagrar-se campeã da Série C daquele ano. Em 2008, novamente no Paulista, voltou a destacar no estadual de São Paulo, marcando nove gols em 15 partidas, ficando apenas a seis tentos do principal artilheiro da competição, Alex Mineiro. No restante do ano, defendeu Ipatinga e Ponte Preta, não obtendo o mesmo destaque.

Atualmente está atuando pelo Sport Club do Recife, onde vem se destacando por seu futebol de muita raça, determinação e clube ao qual ele reencontrou o seu faro de gol e vai brigando pelas artilharias das 2 competições que o clube está disputado no primeiro semestre, o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste.

Vitória[editar | editar código-fonte]

2009[editar | editar código-fonte]

Em 2009 foi contratado pelo Vitória. Em cinco meses jogando no rubro-negro, embora ainda bastante criticado, o atacante marcou seu nome na história do clube, marcando um total de 22 gols. No dia 28 de abril, na vitória por 3 a 0 sobre o Atlético Mineiro, pela Copa do Brasil de 2009, ele marcou o milésimo gol do time baiano no seu estádio, o Barradão.[4]

Neto Baiano também foi o artilheiro, com 18 gols, do Baianão de 2009, onde ajudou o time de Salvador a ser campeão.[5] O atacante também chegou a liderar o Prêmio Friedenreich por algumas semanas, que premia o jogador mais faz gols na temporada.[5]

Nas quartas-de-final da Copa do Brasil 2009, Neto foi expulso por ter cuspido num jogador do Vasco da Gama e acabou sendo suspenso por cinco partidas mais tarde.[6] Como ficaria algum tempo sem jogar, o clube e o atleta chegaram a um acordo: o contrato do jogador seria prorrogado por dois anos e ele seria emprestado por um ano a algum clube de fora do país.[7]

Empréstimo ao JEF United[editar | editar código-fonte]

O clube em questão foi o JEF United, do Japão. Na Ásia, começou na reserva e assim passou a sua primeira temporada, não conseguindo evitar o rebaixamento de seu time. Na temporada seguinte, ganhou a titularidade em diversos jogos e manteve uma boa média de gols, não suficiente para dar acesso ao clube, que terminou o certame na quarta posição, a uma da promoção. Na Copa do Imperador, foi o artilheiro do torneio, com cinco gols. Neto terminou sua passagem no Japão com 19 gols em 46 partidas, sendo apenas 29 como titular.

Retorno[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 2010, teve seu retorno ao Vitória confirmado para a temporada 2011.[8] Fez sua reestreia logo no Ba-Vi e marcou o primeiro gol da vitória por 3 a 0 no confronto.[9] Marcou mais dois gols nos dois jogos seguintes mas passou a ser duramente criticado por manifestar por diversas vezes seu desejo de voltar ao Japão.[10] [11] A escassez de gols não ajudou e Neto virou reserva durante o restante do Campeonato Baiano.[5] Apenas voltou a marcar na partida de volta das semifinais contra o Bahia, tendo anotado o segundo gol rubro-negro na derrota por 3 a 2 que, ainda assim, classificou o time à final do torneio.[12] Na Série B, marcou 15 gols, que não foram suficientes para melhorar a campanha mediana do Vitória na competição, que terminou na quinta colocação, a uma do acesso.

2012[editar | editar código-fonte]

Neto começou a temporada de 2012 em plena forma, marcando dois hat-trick's consecutivos logo nas segunda e terceira rodadas do Baianão, nas goleadas em 6 a 1 sobre o Juazeiro e em 5 a 0 sobre o Vitória da Conquista. Apesar de, novamente, o time rubro-negro não conseguir manter resultados positivos constantes, Neto continuou a marcar, contabilizando 32 tentos em seus primeiros 32 jogos no ano, liderando o Prêmio Friedenreich de janeiro a junho.[13] Outros feitos que se destacam foram o terceiro hat-trick do ano que marcou na goleada por 5 a 0 sobre o Atlético de Alagoinhas e os quatro tentos que marcou sobre o Juazeirense, num triunfo por 4 a 1.[5] No dia 18 de abril, um feito histórico fez do atacante o maior artilheiro da história do Barradão. Naquela noite, após estar perdendo por 2 a 0 para o ABC e vendo a vaga nas oitavas-de-final da Copa do Brasil indo embora, o Vitória conseguiu a virada com três gols de Neto, tendo os dois últimos saído aos 45 e 48 minutos do segundo tempo, garantindo assim a classificação rubro-negra.[14] Na final do Baianão, marcou dois gols, sendo um de cabeça e outro de pênalti, igualando o feito de Cláudio Adão como o maior goleador em uma única edição do certame estadual, com 27 gols marcados.

Na Série B, a boa fase continuou, e Neto manteve a excelente média de gols, marcando seis nos primeiros sete encontros da equipe rubro-negra, sendo dois de falta contra América de Natal e Boa Esporte. Depois de algumas partidas sem balançar as redes, o atacante marcou na vitória do rubro-negro baiano contra o CRB no jogo de sua despedida do Barradão, já que o jogador foi negociado com o Kashiwa Reysol, do Japão, informação confirmada mesmo antes da partida.[15] [16] Seu último jogo com a camisa do Vitória foi contra a equipe do São Caetano, no Anacleto Campanella.[16] [17] Neto deixou o clube como sendo o maior artilheiro do Brasil até então e maior goleador do Vitória numa temporada desde Ricky, em 1985, embora na conta do nigeriano também estejam gols em amistosos.[16] [18]

Kashiwa Reysol[editar | editar código-fonte]

Neto viajou ao Japão já no dia seguinte à sua última partida pelo Vitória.[19] Estreou no dia 11 de agosto, dando a assistência para o gol de Jorge Wagner, num empate em 1 a 1 com o Tokyo. Teve um começo escasso de gols, marcando somente na sua nona partida, aos 47 minutos do segundo tempo na vitória por 2 a 1 sobre o Shonan Bellmare, pela terceira fase da Copa do Imperador. Três dias depois, novamente deixou o seu nos acréscimos do segundo tempo, aos 49, pelo jogo de volta da semifinal da Copa da Liga, empatando o jogo em 2 a 2, mas não ajudando na classificação do time à decisão.

Contrato com o Goiás[editar | editar código-fonte]

Já em janeiro de 2013, insatisfeito no Japão e demonstrando publicamente sua vontade de retornar ao Brasil, Neto acertou a rescisão de forma amigável e fez um contrato com o Goiás.[20] O atacante ficaria por duas próximas temporadas no clube esmeraldino.

Sport[editar | editar código-fonte]

No dia 27 de setembro de 2013, acertou sua ida para o Sport para disputar a Série B.[21]

No Sport ele contribuiu bastante para o acesso do clube, fazendo vários gols importantes, e começou 2014 ainda mais decisivo, sendo o principal atacante da equipe do Sport, artilheiro do time, tendo um apelido amoroso da torcida, Neto Ibaianovic, em homenagem ao atacante sueco Ibrahimovic. Sempre irreverente, se envolveu em várias polêmicas com adversários. Em um vídeo vazado na véspera da Semifinal contra o Santa Cruz, Neto Baiano afirma que a partida seria "no mínimo cinco" para o Sport. Previsão que, coincidentemente, se realizou. O Sport venceu por 1 a 0 no tempo normal, levando a partida para os pênaltis. A última cobrança foi dele, para sacramentar o placar de 5 a 3.

No dia 16 de julho de 2014, Neto Baiano marcou um golaço com um chute feito do meio-campo que encobriu o goleiro Andrey do Botafogo. Esse golaço garantiu a vitória por 1 a 0 do Sport em cima do Botafogo.[22]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Internacional
Vitoria
Goiás
Sport

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

  • Seleção do Campeonato Baiano 2012[23]
  • Seleção do Campeonato Pernambucano 2014
  • Craque do Pernambucano 2014
  • Seleção da Copa do Nordeste 2014
  • Craque da Copa do Nordeste 2014.

Artilharias[editar | editar código-fonte]

Vitória
JEF United

Estatísticas[editar | editar código-fonte]

Atualizado até 16 de janeiro de 2013.
Clube Ano Estadual Copa Liga Competições
continentais
Outras
competições
Total
Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols Jogos Gols
Brasil Mogi Mirim
2005 5 4 0 0 0 0 0 0 0 0 5 4
Coreia do Sul Jeonbuk Hyundai
2005 0 0 20 6 0 0 0 0 20 6
Brasil Paulista
2006 12 7 0 0 0 0 0 0 0 0 12 7
Brasil Atlético-PR
2006 0 0 0 0 2 1 0 0 0 0 2 1
Brasil Palmeiras
2006 0 0 0 0 4 1 0 0 0 0 4 1
Brasil Fortaleza
2007 8 5 1 0 0 0 0 0 0 0 9 5
Brasil Paulista
2007 0 0 0 0 7 4 0 0 0 0 7 4
Brasil Bragantino
2007 0 0 0 0 4 3 0 0 0 0 4 3
Brasil Paulista
2008 15 9 0 0 0 0 0 0 0 0 15 9
Brasil Ipatinga
2008 0 0 0 0 10 6 0 0 0 0 10 6
Brasil Ponte Preta
2008 0 0 0 0 12 5 0 0 0 0 12 5
Brasil Vitória
2009 23 20 8 3 4 1 0 0 0 0 35 21
2011 12 10 2 0 33 15 0 0 0 0 47 25
2012 24 27 8 6 12 10 0 0 0 0 44 43
Total 59 49 18 7 49 23 0 0 0 0 126 89
Japão JEF United
2009 0 0 14 4 0 0 0 0 14 4
2010 3 5 29 24 0 0 0 0 32 27
Total 3 5 43 28 0 0 0 0 46 31
Japão Kashiwa Reysol
2012 0 0 1 1 8 1 0 0 2 1 11 3
Brasil Goiás
2013 27 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0
Brasil Sport Recife
2013–2014 12 10 9 6 20 18 43
Total na carreira 99 66 23 12 159 55 0 0 2 1 283 174

Referências

  1. a b ogol.com.br: Dados pessoais de Neto Baiano
  2. br.sambafoot.com: Detalhes do atleta
  3. Mirassol negocia garoto de 13 anos com PSV diarioweb.com.br (4 de fevereiro de 2005). Página visitada em 16 de fevereiro de 2012.
  4. Neto Baiano faz o gol 1000 no Barradão samuelcelestino.com.br (30 de abril de 2009). Página visitada em 29 de dezembro de 2010.
  5. a b c d Atacante Neto Baiano quer ser artilheiro do Brasil nesta temporada globoesporte.globo.com (4 de maio de 2009). Página visitada em 29 de dezembro de 2010.
  6. Neto Baiano é suspenso e desfalca Vitória em oito jogos abril.com.br (2 de junho de 2009). Página visitada em 29 de dezembro de 2010.
  7. Atacante Neto Baiano rumo ao Japão globoesporte.globo.com (30 de junho de 2009). Página visitada em 29 de dezembro de 2010.
  8. Diretoria do Vitória confirma retorno de Neto Baiano atarde.com.br (29 de dezembro de 2010). Página visitada em 29 de dezembro de 2010.
  9. Vitória deslancha no segundo tempo, vence clássico e instala crise no Bahia correio24horas.com.br (6 de fevereiro de 2011). Página visitada em 7 de fevereiro de 2011.
  10. Neto Baiano não joga mais no Vitória e deve voltar ao Japão, diz advogado esporte.uol.com.br (11 de janeiro de 2011). Página visitada em 13 de abril de 2011.
  11. Mesmo após tragédia, Neto Baiano reitera interesse de voltar ao Japão atarde.com.br (25 de março de 2011). Página visitada em 13 de abril de 2011.
  12. Vitória perde para o Bahia, mas avança às finais do Baianão globoesporte.globo.com (1 de maio de 2011). Página visitada em 2 de maio de 2011.
  13. Prêmio Friedenreich 2012 globoesporte.globo.com (23 de janeiro de 2012). Página visitada em 4 de março de 2012.
  14. Neto Baiano entra para história e classifica Vitória na Copa do Brasil globoesporte.globo.com (18 de abril de 2012). Página visitada em 19 de abril de 2012.
  15. Série B: Neto Baiano confirma acerto com futebol japonês e marca despedida Futebol Interior.com.br (23 de julho de 2012). Página visitada em 29 de julho de 2012.
  16. a b c Tamires Fukutani (28 de julho de 2012). Em dia de despedida, Neto Baiano faz gol do triunfo do Vitória sobre o CRB Globo Esporte.com.br. Página visitada em 29 de julho de 2012.
  17. Neto Baiano se despede do Vitória com empate diante do São Caetano GazetaEsportiva.net (31 de julho de 2012). Página visitada em 1 de agosto de 2012.
  18. Lucas Serra (30 de julho de 2012). [Prêmio Friedenreich Atacante Neto Baiano amplia vantagem antes de deixar o Brasil] ECVitoriaNoticias.com. Página visitada em 1 de agosto de 2012.
  19. Neto Baiano viaja quarta-feira para o Japão galaticosonline.com (30 de julho de 2012). Página visitada em 1 de agosto de 2012.
  20. Neto Baiano rescindirá com Kashiwa e assinará por dois anos com o Goiás globoesporte.globo.com (11 de janeiro de 2013). Página visitada em 16 de janeiro de 2013.
  21. Neto Baiano acerta com o Sport globoesporte.globo.com (27 de stembro de 2013). Página visitada em 28 de setembro de 2013.
  22. Com gol antológico de Neto Baiano, Sport vence o Bota na Ilha do Retiro globoesporte.globo.com (16 de julho de 2014). Página visitada em 16 de julho de 2014.
  23. FBF e Rede Bahia premiaram os melhores do Baianão 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]