Neuchâtel (cantão)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Neuchâtel
Wappen Neuenburg matt.svg
Brasão do cantão
Localização na Suíça
Swiss Canton Map NE.png
Dados
Capital Neuchâtel
Adesão à confederação 1814
Sigla NE
População 172 085 habitantes
Censo 31/12/2007
Área 803 km²
Densidade 214 hab./km²
Nº de Comunas 62
Línguas francês
Mapa do cantão
Karte Kanton Neuenburg.png

O Neuchâtel (em alemão Neuenburg) é um cantão da Suíça. Seu nome oficial é República e Cantão de Neuchâtel e tem como capital a cidade de Neuchâtel. Está situado na parte ocidental do país, na Cordilheira do Jura que faz de fronteira com a França.

A Catedral de Neuchâtel é conhecida como "la Collegiale", e situa-se na parte ocidental da cidade. Na parte Sul fica o Lago de Neuchâtel um dos maiores lagos do país que tem ligação com mais dois outros, o de Bienna e o de Morat .

Situação[editar | editar código-fonte]

O Cantão de Neuchâtel está dividido em 6 distritos que formam as 4 regiões do cantão:

  • Região do Litoral; é formada pelo distrito de Neuchâtel e o de Boudry, junto ao lago
  • Região do Val-de-Ruz
  • Região do Val-de-Travers
  • Região das montanhas de Neuchâtel; é formada por La Chaux-de-Fonds e pelo Locle, a um altitude por volta dos 1 000 m

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros camponeses e pastores são originários da bacia do Mediterrâneo, contriamente aos do Cantão de Schaffhausen que chegaram à Suíça subido o curso Danúbio. Em diversos sítios da região foram encontrados vestígios do século V A.C. que ficaram conhecidos como civilização de Cortaillod, cujos homens começaram as construir aldeias, a cultivas os cereais e a fabricar a cerâmica. Estas descobertas foram feitas quando da correcção das águas do Jura - um enorme trabalho para refazer a hidrografia da região dos três lagos; Neuchâtel, Morat e Bienne - no sítio que Tène e que deu o nome à Cultura de La Tène e que mostrou a importância do local para as transacções entre o Ródano e o Reno [1] .

O nome de Neuchâtel aparece pela primeira vez em 1011 num acto de dotação de Rodolfo III da Borgonha. No segundo milénio a história deste local está intimamente ligado ao da Europa. Desde 1531 Guilherme Farel espalha a reforma protestante no cantão, e com a Revogação do Édito de Nantes o cantão viu uma chagada em número de protestantes, principalmente de Huguenotes.

Quando em 1707 morre Maria de Nemours, Neuchâtel escolhem como suserano o Rei da Prússia, pois poderiam manter melhor a sua independência com um rei que não estava às portas como os de França. Assim, o território pertenceu sucessivamente aos borguinhões e aos prussianos. Em 1815, ainda suserano do Rei da Prússia, os Neuchâtelois juntam-se à Confederação Suíça e obtêm finalmente a sua independência depois da Revolução de 1848 [2] .


Referências

Distritos[editar | editar código-fonte]

Cantões[editar | editar código-fonte]


Cantões da Suíça Bandeira Suíça
Appenzell (Appenzell Exterior e Appenzell Interior) | Argóvia | Basileia (Basileia-Campo e Basileia-Cidade) | Berna | Friburgo | Genebra | Glarus | Grisões | Jura | Lucerna
Neuchâtel | Unterwald (Nidwald e Obwald) | São Galo | Schaffhausen | Schwyz | Soleura | Ticino | Turgóvia | Uri | Valais | Vaud | Zug | Zurique