Neue Zürcher Zeitung

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Logotipo
Zentrale Neue Zürcher Zeitung (2009).jpg
Sede em Zurique.
Periodicidade Dias úteis
Formato Berlinense
Presidente Franz Steinegger (ad interim[1] )
Editor-chefe Markus Spillmann
Fundação 12 de janeiro de 1780
Idioma Alemão
Sede Zurique
Circulação dias úteis, 132.670 (exemplares vendidos, 2011)[2]
ISSN 0376-6829
Página oficial http://www.nzz.ch
Primeira edição de 1780.

A Neue Zürcher Zeitung (NZZ) é um jornal diário e uma empresa de mídia suíça com sede em Zurique. Publicado pela primeira vez em 1780 (sob título Zürcher Zeitung) pelo pintor e poeta Salomon Gessner o jornal é o mais antigo da Suiça ainda em circulação.[3] A tiragem média diária vendida em 2011 foi de 132.670 exemplares (dos quais 110.819 assinaturas).[2]

Com tendências liberais e próximo ao partido suíço FDP.Die Liberalen a Neue Zürcher Zeitung é um dos jornais mais influentes da Suíça e é considerado um dos jornais de maior prestígio na Europa.[4] [5]

Produtos[editar | editar código-fonte]

O nome NZZ é usado para uma variedade de outros produtos como:

  • NZZ Online, versão online do jornal com notícias, artigos e temáticas sobre diversos assuntos
  • NZZ am Sonntag, edição no domingo
  • NZZ Folio, revista mensal
  • NZZ Fokus, dossier
  • NZZcampus, publicações para estudantes
  • Z – Die schönen Seiten, revista
  • NZZ Format, programa de televisão
  • NZZ Libro, editora da NZZ
  • NZZexecutive.ch, site de carreiras e recrutamento para empregadores
  • NZZdomizil.ch, portal para imóveis
  • NZZ-Vademecum, vade-mécum linguístico-técnico da NZZ

Participações[editar | editar código-fonte]

O Grupo NZZ, desde 1868 uma empresa de capital aberto, possui diversas participações em jornais e revistas, entre outros[6] :

  • St. Galler Tagblatt, jornal diário
  • Neue Luzerner Zeitung, jornal diário
  • Werdenberger & Obertoggenburger, jornal regional
  • Anzeiger St. Gallen, revista semanal
  • Tagblatt der Stadt Zürich, diário oficial de Zurique
  • Swiss Equity Magazin, revista econômica
  • Smash, revista de tênis

Além disso é dona de duas emissoras de televisão e duas estações de rádios[7] :

  • Tele Ostschweiz
  • Tele 1
  • Radio FM1
  • Radio Pilatus

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Neue Zürcher Zeitung und schweizerisches Handelsblatt (NZZ). Neue Zürcher Zeitung, Zurique 42.1821, 2 de julho-ff. ISSN 0376-6829
  • Thomas Maissen: Die Geschichte der NZZ 1780–2005. NZZ Libro, Zurique 2005. ISBN 3-03823-134-7
  • Thomas Maissen: Vom Sonderbund zum Bundesstaat. Krise und Erneuerung 1798–1848 im Spiegel der NZZ. Zurique 1998, ISBN 3-85823-742-6.
  • Conrad Meyer: Das Unternehmen NZZ 1780–2005. NZZ Libro, Zurique 2005. ISBN 3-03823-130-4
  • Urs Hafner: Aus den Anfängen der NZZ. Texte und Kommentare. NZZ Libro, Zurique 2006.

Referências

  1. Hummler sistiert NZZ-Präsidialmandat (Politik, Schweiz, NZZ Online) nzz.ch. (2012). Página visitada em 11 de abril de 2012.
  2. a b WEMF AUFLAGEBULLETIN 2011 wemf.ch. (2011). Página visitada em 11 de abril de 2012.
  3. Mais sério, mais sóbrio cdn.com.br. (2006). Página visitada em 11 de abril de 2012.
  4. Nova Gazeta de Zurique comemora 225 anos - swissinfo swissinfo.ch. (2012). Página visitada em 11 de abril de 2012.
  5. Folha Online - BBC Brasil - Jornais suíços criticam governo brasileiro no caso de bacharel em direito na Suíça - 14/02/2009 www1.folha.uol.com.br. (2012). Página visitada em 11 de abril de 2012.
  6. Beteiligungen (Stand 31.12.2011) – NZZ Mediengruppe nzzmediengruppe.ch. (2012). Página visitada em 11 de abril de 2012.
  7. TV/Radio – NZZ Mediengruppe nzzmediengruppe.ch. (2012). Página visitada em 11 de abril de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Neue Zürcher Zeitung