Nevasca da América do Norte em 2006

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nevasca da América do Norte em 2006
Imagem de satélite da NASA mostrando a tempestade, com um "olho" similar ao de um furacão.
Imagem de satélite da NASA mostrando a tempestade, com um "olho" similar ao de um furacão.
Tipo de tempestade: Nor'easter
Formada: 11 de Fevereiro de 2006
Dissipada: 13 de Fevereiro de 2006
Quantidade
máxima1
:
76,7 cm (30,2 polegadas)
Menor
pressão
:
971 mbar (hPa)[1]
Danos: 5 milhões de dólares (2006 USD)
Fatalidades: 0 diretas, 3 indiretas
Áreas afetadas: Virginia, Maryland, Distrito de Columbia, Pensilvânia, Nova Iorque, Nova Jersey, Delaware, Nova Inglaterra, Canadá Atlântico

1Nevada máxima ou formação de gelo

A Nevasca da América do Norte em 2006 foi uma tempestade do tipo nor'easter que iniciou-se na tarde de 11 de Fevereiro de 2006. A tempestade amontoou uma pesada neve por todo o nordeste dos Estados Unidos da América, desde Virgínia até o Maine, por toda a tarde de 12 de Fevereiro, e terminou no Canadá Atlântico em 13 de Fevereiro. As maiores cidades do nordeste, de Baltimore a Boston, receberam ao menos um pé de neve, com a maior quantidade acumulada de 68,3 cm (26,9 polegadas) de neve em Nova Iorque, a maior desde pelo menos 1869, quando iniciou-se o registro do acúmulo de neve.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Meteorologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.