Niccolò Da Conti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Niccolò di Conti (1385–1469)[1] foi um comerciante italiano e explorador da República de Veneza nascido em Chioggia, que viajou para a Índia, Sudeste asiático e, possivelmente, para o sul da China durante o século XV. Após o regresso dos Pólos não há registo de outros comerciantes italianos na China até ao retorno de Niccolò di Conti por mar em 1439.[2]

Niccolò partiu de Veneza cerca de 1419 e estabeleceu-se em Damasco, na Síria, onde estudou árabe. Durante um período de 25 anos viajou como comerciante muçulmano em numerosos lugares da Ásia. A sua familiaridade com as línguas e culturas islâmicas permitiu-lhe viajar para muitos lugares a bordo de navios propriedade de comerciantes islâmicos.

As viagens de Niccolò ocorreram durante o período de relações timúridas com a Europa.[3] E na mesma época e nos mesmos locais que as as expedições do almirante chinês Zheng He. Os seus relatos são contemporâneos, e bastante coerentes, com os dos escritores chineses que navegaram com Zheng He, como Ma Huan (escrito em 1433) e Fei Xin (escrito por volta de 1436).

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Finlay, R. (2004). "How Not to (Re)Write World History: Gavin Menzies and the Chinese Discovery of America". Journal of World History 15 (2): 229–242. DOI:10.1353/jwh.2004.0018.
  2. Leonardo Olschki, "Asiatic Exoticism in Italian Art of the Early Renaissance" The Art Bulletin 26.2 (June 1944), pp. 95-106) p. 103 and note 53, noting M. Longhena, Viaggi in Persia, India e Giava di Niccolò de' Conti (Milan, 1929).
  3. The Cambridge history of Iran William Bayne Fisher, Peter Jackson, Laurence Lockhart p.375ff