Nile

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nile
Nileband.PNG
Nile no Ozzfest de 2007
Informação geral
Origem Greenville, Carolina do Sul
País  Estados Unidos
Gênero(s) Technical Death Metal, Oriental Metal
Período em atividade 1993–atualmente
Gravadora(s) Relapse, Nuclear Blast
Afiliação(ões) Morriah, Lecherous Nocturne
Página oficial www.nile-catacombs.net
Integrantes Karl Sanders
Dallas Toler-Wade
George Kollias
Todd Ellis
Ex-integrantes John Ellers
Pete Hammoura
Chief Spires
Tony Laureano
Jon Vesano
Chris Lollis

Nile é uma banda estadunidense de Death metal técnico da Carolina do Sul, formada em 1993. As músicas e letras são inspiradas em arte, religião, mitologia egípcia, árabe e mesopotâmica, bem como as obras de H.P. Lovecraft. Eles denominam seu som como Ithyphallic Metal.

História[editar | editar código-fonte]

Nile foi formado em Greenville, Carolina do Sul, em 1993 por Karl Sanders (guitarra e vocal), Chief Spires (baixo e vocal), e Pete Hammoura (bateria).[1] Dois anos após sua formação o grupo gravou duas demos, Festivals of Atonement, no mesmo ano, e a segunda teve seu título inspirado na obra de Gustav Holst — "Mars, the Bringer of War", Ramses Bringer of War foi lançada em 1996. Ambas as demos foram lançadas pelo seu próprio selo Anubis Records. Para promover estas demos, Nile realizou shows nos Estados Unidos com bandas como Cannibal Corpse, Obituary e Broken Hope. Em 1997 a demo Ramses Bringer of War, foi relançada [no formato EP] pela gravadora Visceral Productions.

Em abril de 1998, a banda lança seu álbum de estréia, Amongst the Catacombs of Nephren-Ka. Durante a turnê para promover o lançamento, o grupo excursionou com as bandas Incantation e Morbid Angel.[1]

Dallas Toler-Wade junta-se à banda como segundo guitarrista/vocalista e no fim do ano 2000 sai o álbum seguinte, Black Seeds of Vengeance. Antes do lançamento, Pete Hammoura saiu da banda devido a ferimentos sofridos enquanto estava na turnê do Catacombs. Ele rompeu seu manguito rotador e não conseguia se recuperar completamente para excursar com a banda. Ele não queria sair e achou que mais alguns meses de reabilitação poderia levá-lo à total recuperação. No entanto, quando a banda achou que ele estava atrasando-os, foi decidido a sua saída. Derek Roddy tocou em todas as faixas (exceto “To Dream of Ur”) como músico de sessão. Uma coleção de gravações remasterizadas, In the Beginning, foi lançada no mesmo ano.

Chief Spires deixou a banda poucos meses após o lançamento do Black Seeds alegando diferenças pessoais e profissionais.[2] Ele foi substituído por Jon Vesano. A banda também encontrou um novo baterista: Tony Laureano.

Em 2002, In Their Darkened Shrines foi lançado. Dois vídeos foram gravados pelo diretor Darren Doane, "Sarcophagus" e "Execration Text".

Annihilation of the Wicked foi lançado em 2005. O novo baterista George Kollias entrou no lugar de Tony Laureano, que saiu antes das gravações começarem.[3] Depois da gravação do baixo no disco, Jon Vesano também deixou o grupo. Foi provisoriamente substituído por Joe Payne na turnê. Darren Doane dirigiu o videoclipe de "Sacrifice Unto Sebek".

Em maio de 2006, o Nile assinou contrato com a gravadora Nuclear Blast Records.[4] Em 26 de fevereiro de 2007, entraram nos estúdios para começar a gravação do seu quinto álbum intitulado Ithyphallic. Karl Sanders anunciou a data de lançamento para 29 de junho pelo fórum oficial da banda, mas depois remarcou para 20 de julho de 2007.

Em 2009 seguiu-se o álbum Those Whom the Gods Detest, lançado dia 3 de Novembro nos Estados Unidos da América e dia 6 de Novembro na Europa pela gravadora Nuclear Blast Records. Neste álbum estão grandes êxitos como "Permitting the Noble Dead to Descend to the Underworld" e "Kafir".

O baixista Chris Lollis, que já vinha tocando com a banda ao vivo desde 2007, foi efetivado em 21 de outubro de 2010. Em 11 de outubro de 2011, a Goomba Music lançou Worship the Animal, que é uma demo remasterizada da banda com título alternativo, a qual foi gravada com a formação original do Nile em 1994.[5]

Em 6 de dezembro de 2011, o Nile anunciou o andamento do seu trabalho para o vindouro álbum de 2012. Karl Sanders comentou: "Nós estamos finalizando as gravações da bateria para o novo álbum - George, Dallas, Neil Kernon e eu extenuamo-nos com Bob Moore no Soundlab em Columbia SC, gravando a bateria. Estávamos à espera de uma sessão cansativa - parte desse material é muito difícil de compor e tecnicamente desgastante, mas George deu conta, terminando uma semana antes do previsto. Algumas partes da bateria neste registro será incompreensível à mente das pessoas para os próximos anos . No momento, estão de volta em Greenville, e começaremos a trabalhar com as guitarras qualquer momento."[6]

Em 2 de fevereiro de 2012, Sanders anunciou no Facebook que eles tinham um novo baixista, Todd Ellis, que deveria contribuir com vocais para a nova gravação.[7] No dia seguinte ele explicou no fórum oficial da banda que havia perdido o contato com Chris Lollis durante a composição e gravação do futuro álbum e, depois de três meses de silencio por parte do mesmo, decidiu substituí-lo.[8]

Em Junho de 2012 foi lançado um novo álbum cujo título é At the Gate of Sethu.[9] Em 22 de novembro do mesmo ano, saiu o clipe de "Enduring The Eternal Molestation Of Flame".[10]

Membros[editar | editar código-fonte]

Logotipo

Formação atual[editar | editar código-fonte]

Ex-membros[editar | editar código-fonte]

  • Chief Spires – baixo, vocal (1993–2001)
  • Pete Hammoura – bateria, vocal (1993–2000)
  • John Ellers – guitarra (1996–1997)
  • Tony Laureano – bateria (2000–2004)
  • Jon Vesano – baixo, vocal (2001–2005)
  • Derek Roddy − bateria, percussão (no álbum Black Seeds of Vengeance)
  • Mike Breazale – vocal de apoio (em vários álbuns)
  • Chris Lollis – baixo, vocal (2007–2012)

Músicos de turnês[editar | editar código-fonte]

  • Tim Yeung – bateria (2003)
  • Kreishloff – baixo, vocal (2005)
  • Steve Tucker – baixo, vocal (2005)
  • Joe Payne – baixo, vocal (2005-2007)

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Videografia[editar | editar código-fonte]

DVDs

  • Making Things That Gods Detest (2010)

Vídeos musicais

  • "Execration Text" (2002)
  • "Sarcophagus" (2002)
  • "Sacrifice Unto Sebek" (2005)
  • "Papyrus Containing the Spell to Preserve Its Possessor Against Attacks from He Who Is in the Water" (2007)
  • "Permitting the Noble Dead to Descend to the Underworld" (2010)
  • "Enduring the Eternal Molestation of Flame" (2012)

Notas e referências

  1. a b DaRonco, Mike. Nile > Biography (em inglês). allmusic.com. Página visitada em 26 de setembro de 2008.
  2. Chief Spires fora do Nile Whiplash.net. Visitado em 6/7/2012.
  3. Nile estreia baterista grego em novo CD Whiplash.net. Visitado em 6/7/2012.
  4. Nile assina contrato com a Nuclear Blast Whiplash.net. Visitado em 6/7/2012.
  5. Harris, Chris. Nile’s Unreleased 1994 LP To Be Released This Fall gunshyassassin.com. 2011-08-04. Retrieved on 2011-08-05.
  6. New Album. www.metalstorm.net. Página visitada em 2011-12-21.
  7. Karl Sanders announces new bassist facebook.com. 2012-02-04. Retrieved on 2012-06-23.
  8. Karl Sanders explains why Chris Lollis was replaced nilechat.net. 2012-02-05. Retrieved on 2012-06-23.
  9. Nile: revelado título de novo álbum da banda. Whiplash. Página visitada em 4/4/12.
  10. Nile - Enduring The Eternal Molestation Of Flame. thelastdisaster.net. Página visitada em 2012-11-27.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]