Nilson Garrido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nilson Garrido

Nilson Garrido (Recife, 21 de maio de 1956) é um educador físico, ex-segurança e ex-pugilista brasileiro.

Nilson obteve notoriedade nacional na mídia a partir de 2006, graças ao seu trabalho com comunidades carentes.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Nascido em Pernambuco e ido para a cidade de São Paulo com a família com apenas 10 meses, Nilson, o mais novo de 7 irmãos, nunca voltou ao seu estado natal – o que é o seu grande sonho.

Ocupações[editar | editar código-fonte]

Um ex-feirante, ex-catador de entulho e ex-segurança, Nilson veio a ser despejado de onde morava no bairro paulistano do Anhangabaú.

Como atleta e treinador[editar | editar código-fonte]

Academia de boxe Nilson Garrido, sob o Viaduto do Café (foto de 14 de janeiro de 2006)

Pouco após o despejo, Nilson montou uma academia de boxe e acondicionamento físico sob o Viaduto do Café – para sob o qual havia se mudado. A academia sob o viaduto, a qual inicialmente contava com pneus dependurados sob o viaduto e um ringue, dentre outros aparelhos de ginástica rudimentares, chamou a atenção de quem transitava pela região. A academia desde então se ampliou, e o projeto formado recebeu várias doações de equipamentos de ginástica desportiva, livros para uma biblioteca e até computadores.

Posteriormente, Nilson veio também a formar-se na EEFE-USP.

Repercussões do projeto[editar | editar código-fonte]

Um dos casos mais famosos noticiados pela mídia a respeito do projeto foi o reencontro de um morador estrangeiro com sua família em programa de televisão[carece de fontes?]. A matéria reportava o caso de um estrangeiro que veio ao Brasil, foi furtado e passou a viver como mendigo. Interessou-se pela academia de Nilson e passou a freqüentá-la. A mídia se interessou pelo caso, e a família foi encontrada.

Várias pessoas se interessaram pelo projeto. Recente dissertação acadêmica sobre o uso de espaços ociosos nas cidades aborda o caso da academia de Nilson, propondo uma urbanização desses espaços[1] .

Além do boxe[editar | editar código-fonte]

Em 2011, Nilson construiu um octógono de MMA sob o Viaduto Alcântara Machado, que também possuirá dois ringues, aparelhos de ginástica e uma biblioteca[2] .

Referências

  1. VÍDEO: Ringue sob viaduto vira projeto de arquiteto, no Vila Dimenstein Folha Online (2008-01-24). Visitado em 2008-01-25.
  2. Com Avanço do MMA, ex-pugilista constrói octógono sob viaduto Folha Online (2011-04-01). Visitado em 2011-04-01.

Referências externas[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]