Nimegue

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nimegue
Centro de Nimegue no inverno
Centro de Nimegue no inverno
Bandeira oficial de Nimegue
Brasão oficial de Nimegue
Bandeira Brasão
LocatieNijmegen.png
Coordenadas 51° 50' N 5° 52' E
País  Países Baixos
prefeito Thom de Graaf
Área  
  Total 53.59 km²
    Água   3.94 km²
População  
  Cidade (1 de janeiro de 2008) 160 962
    Densidade   3004/km²
  Metro 773 679
Fuso horário
  Verão (DST)
CET (UTC+1)
CEST (UTC+2)
Website: [http://www.nijmegen.nl www.nijmegen.nl]
Portal A Wikipédia possui o
Portal dos Países Baixos

Nimegue (português brasileiro) ou Nimega (português europeu) (em neerlandês: Nijmegen) é um município e uma cidade no leste dos Países Baixos, próximo à fronteira com a Alemanha. É considerada a cidade mais antiga do país e comemorou o seu 2000º aniversário em 2005.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

As formas vernáculas Nimegue (no Brasil) e Nimega (em Portugal) são registradas nas fontes prescritivas[1] [2] [3] e advêm do francês Nimègue e este, do neerlandês Nijmegen. O original neerlandês vem do latim "Noviômago" do nome romano da cidade, Úlpia Noviômago Batavoro (em latim: Ulpia Noviomagus Batavorum), que, por sua vez, vem de um vocábulo celta que significa "novo mercado".[2]

História[editar | editar código-fonte]

A primeira menção a Nimegue na história é no século I a.C., quando os romanos ergueram um acampamento militar no local onde surgiria a cidade. O lugar possuía grande valor estratégico por causa dos morros ao redor, que permitiam uma boa visão do vale do Waal e do Reno. Na altura de 69, quando os batávios, os habitantes originais do vale, se rebelaram, havia surgido perto do acampamento militar um vilarejo chamado Ópido Batavoro, que foi então destruído, mas os romanos construíram um novo forte e formou-se uma vez mais uma vila nas proximidades.

Em 104, o Imperador Trajano deu à cidade o nome de Úlpia Noviomago Batavoro - origem do nome neerlandês moderno Nijmegen. No século IV, a presença romana enfraqueceu e a cidade tornou-se parte do Reino Franco. Devido ao rio Waal, o comércio prosperou e em 1230 o Sacro Imperador Frederico II outorgou a Nimegue privilégios de cidade. Em 1247, Nimegue foi entregue ao conde de Guéldria como garantia de um empréstimo; como este jamais foi pago, a cidade integra, desde então, a Guéldria. Tornou-se membro da Liga Hanseática em 1364.

Vista do Waal e da cidade de Nimegue, num quadro de Jan van Goyen, 1641

Durante a Guerra dos Oitenta Anos, o comércio parou e, embora Nimegue tenha se tornado parte da República das Províncias Unidas em 1585, teve que suportar vários cercos.

A cidade cresceu constantemente na segunda metade do século XIX e na primeira metade do século XX. A Universidade de Radboud foi fundada em 1923 e, em 1927, abriu-se um canal entre o Waal e o Mosa.

Em 1940, Nimegue foi a primeira cidade neerlandesa a ser tomada por tropas alemãs. Em 22 de fevereiro de 1944, foi pesadamente bombardeada por aeronaves estadunidenses, com grandes danos ao centro. No mesmo ano, a cidade assistiu à Operação Mercado-Jardim. Em novembro, a cidade foi liberada definitivamente pelo Primeiro Exército Canadense.

Educação[editar | editar código-fonte]

Nimegue possui uma universidade católica, a Radboud Universiteit Nijmegen.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Nimegue

Notas

  1. José Pedro Machado, Dicionário Onomástico Etimológico da Língua Portuguesa.
  2. a b Antenor Nascentes, Dicionário Etimológico da Língua Portuguesa, tomo II.
  3. Rebelo Gonçalves, Vocabulário da Língua Portuguesa.