Ningbo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ningbo Tianyi Square.jpg
Localização de Ningbo

Ningbo (chinês simplificado: 宁波; chinês tradicional: 寧波; Pīnyīn: Níng​bō) é um porto com status administrativo. A cidade tem uma população de 2.201.000 e está localizado no nordeste da província de Zhejiang, na China. Situada a sul da Baía de Hangzhou, e de frente para o Mar da China Oriental, a leste, fronteiras Ningbo Shaoxing a oeste e ao sul Taizhou, e é separado Zhoushan por um corpo de água estreito.

História[editar | editar código-fonte]

Ningbo é uma das cidades mais antigas da China, com uma história que nasceu a 4800 aC. Uma vez conhecido como Mingzhou (明州), Ningbo era conhecida como uma cidade comercial na Rota da Seda, pelo menos, dois mil anos atrás, e depois como um grande porto, junto com Yangzhou e Guangzhou na dinastia Tang, daí em diante, os principais portos de comércio exterior na Dinastia Song. Durante a Segunda Guerra Mundial em 1940, o Japão bombardeou com pulgas Ningbo carregando a peste bubônica.

Liampó[editar | editar código-fonte]

A cidade de Ningbo era conhecido na Europa por um longo tempo sob o nome de Liampó. Esta era a ortografia usual utilizada na historiografia Portuguesa, apesar de João de Barros explicar que Liampó era uma "corrupção" Portuguesa de Nimpó[1] . Liampó também aparece na Peregrinação de Fernão Mendes Pinto. No meio do século XVI, o promontório que os portugueses chamavam "Cabo de Liampó" a partir da "ilustre cidade" vizinha foi o ponto mais oriental conhecido pelos portugueses da Ásia continental. [1] Os Portugueses começaram a negociar em Ningbo em torno de 1522. Por alturas de 1540, os Portugueses tinham uma comunidade considerável em Ningbo (ou, mais provavelmente, em pequenas ilhas próximas). As actividades dos portugueses a partir de sua base de Ningbo incluíam pilhagem e ataques a várias cidades portuárias chinesas ao redor de Ningbo. E também faziam escravos durante suas incursões. No final de 1540, viviam lá mais de 3.000 pessoas, cerca de 1.200 deles Portugueses.[2] .

Em 1542, os Portugueses obtiveram a permissão de comerciar aí, usando coerção e suborno, e floresceram, mas sua ganância levou à sua expulsão esse mesmo ano : em retaliação, as forças Ming exterminaram toda a comunidade Portuguesa de Ningbo, no "massacre de Ningbo" em que uma força de 60.000 soldados chineses desceu sobre a comunidade, e 800 dos 1.200 habitantes Portugueses foram massacrados, e 25 navios portugueses e 42 juncos foram destruídos[3] [4] .

Geografia e Clima[editar | editar código-fonte]

  • Ningbo abrange uma área de 9,365 mil quilômetros quadrados e tem um litoral total de 1.562 km (971 milhas), incluindo 788 km (490 milhas) da costa continental e 774 km (481 milhas) da costa ilha.
   * Características climáticas: clima subtropical úmido, com clima temperado e úmido e quatro estações distintas.
   * Temperatura média anual, 16,2°C (61,2°F).
   * Precipitação média: 1.110 mm.

Economia[editar | editar código-fonte]

Ningbo é não só uma cidade portuária muito importante, mas também o motor da economia, na costa leste da China. A cidade portuária de comércio exterior que começou no século 7, Ningbo se tornou um grande exportador de produtos de consumo, produtos elétricos, têxteis, alimentos e ferramentas industriais na China de hoje. Apesar de Ningbo é famosa por sua indústria de negociação, a ligação da cidade com outras grandes cidades na costa leste da China, como Shanghai, não é muito grande, devido às desvantagens geográficas. Porém em 2008 foi construida uma ponte sob o mar de 33km que possibilita viagem para Xangai em menos de 2 horas.


Turismo[editar | editar código-fonte]

  • Baoguo Temple, a mais antiga estrutura de madeira intacto no sul da China, está localizado no Distrito Jiangbei, 15 km ao norte da cidade de Ningbo.
  • Torre Tianfeng
  • Templo Tiantong
  • Praça de Tian Yi
  • Lago Dongqian
  • Templo Xuedou
  • Relíquias Hemudu
  • Lago Jiulong
  • Montanhan Zhaobao
  • Monte Parque Temático Phoenix
  • Templo Ahyuwang
  • Ilhas Yushan

[5] NingBo [6] NbJiangBei

Referências

  1. a b João de Barros,Décadas da Ásia; primeira Década, livro IX, Capítulo VII. Lisboa, 1552
  2. Sergeĭ Leonidovich Tikhvinskiĭ (1983). Modern history of China. Progress Publishers. p. 57.
  3. Ernest S. Dodge (1976). Islands and Empires: Western Impact on the Pacific and East Asia. Volume 7 of Europe and the World in Age of Expansion. U of Minnesota Press. p. 226. ISBN 0816608539. Retrieved 18 October 2011.
  4. A.J. Johnson Company (1895). Charles Kendall Adams. ed. Johnson's universal cyclopedia: a new edition. Volume 6 of Johnson's Universal Cyclopædia. NEW YORK: D. Appleton, A.J. Johnson. p. 202. Retrieved 18 July 2011.
  5. http://www.ningbo.gov.cn/
  6. http://www.nbjiangbei.gov.cn/art/2008/4/28/art_579_33685.html


Ícone de esboço Este artigo sobre geografia da República Popular da China é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.