Noël-Nicolas Coypel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
L'enlèvement d'Europe ("A Abdução da Europa"), 1726-1727.

Nöel-Nicolas Coypel (Paris, 17 de novembro de 1690 – Paris, 14 de dezembro de 1734) foi um pintor francês.[1] Pintou principalmente temas mitológicos, mas ele parece ter uma personalidade bastante tímida[2] e sua insegurança fez que ele fosse ignorado por seus contemporâneos, apesar da qualidade de suas obras.[1]

Foi o segundo filho de Noël Coypel e meio-irmão do pintor de Antoine Coypel,[1] também foi tio[3] de Charles-Antoine Coypel que se tornou pintor comentarista de arte e dramaturgo.[4] Teve como assistente Jean-Baptiste-Siméon Chardin.[2] Seu primeiro professor de pintura foi seu pai, suas maiores obras foram remakes de outros artistas, tornou-se um membro pleno em 1720 da Academia Real de Pintura e Escultura de Paris.[1] Foi nomeado professor em 1733, mas morreu pouco depois em um acidente doméstico.

Referências

  1. a b c d Coypel Noel-Nicolas (html) (em inglês) Artline.ro. Visitado em 30 de janeiro de 2010.
  2. a b Web Gallery of Art, image collection, virtual museum, searchable database of European fine arts (1000-1850) (html) (em inglês) Wga.hu. Visitado em 30 de janeiro de 2010.
  3. The Art of France, 1700-1800 (pdf) (em inglês) Willemswebs.com. Visitado em 30 de junho de 2011.
  4. Craske, Matthew, 1997, Art in Europe 1700-1830: A History of the Visual Arts in an Era of Unprecedented Urban Economic Growth, Oxford University Press, ISBN 0192842064, p. 145.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Noël-Nicolas Coypel
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) pintor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.