Nocaute (DC Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nocaute
Nocaute dc comics vilã.JPG

Dados da publicação
Publicado por DC Comics
Primeira aparição Superboy vol. 3 #1 (Fevereiro de 1994)
Criado por Karl Kesel (história)
Tom Grummett (arte)
Afiliações Esquadrão Suicida
Sexteto Secreto
Fúrias Femininas
Sociedade Secreta dos Supervilões
Situação presente Morta (Birds of Prey vol.1 #109)[1]
Codinomes conhecidos Kay
Habilidades super-força, regeneração e resistência.
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada

Nocaute (Knockout, no original) é uma personagem fictícia e uma supervilã do universo DC Comics. Sua primeira aparição se deu na revista Superboy vol. 3 #1 (fevereiro de 1994), na história Trouble in Paradise e foi criada por Karl Kesel e Tom Grummett.[2] [3]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Origem[editar | editar código-fonte]

Nocaute surgiu primeiramente como uma das Fúrias Femininas de Apokolips e fez uma breve aparição quando o Superboy (Kon-El) mudou seu centro de operações para o Havaí.[4] [5] Usando sua superforça, ela lutou e flertou com Superboy apenas por diversão. Nesta época ela mantinha uma identidade secreta como uma stripper, chamada Kay, que trabalhava em um clube chamado BoomBoom Room.[6] [7] Posteriormente, Nocaute foi recrutada por Amanda Waller para integrar seu Esquadrão Suicida em uma ataque contra o cartel criminoso internacional Silicon Dragons. Nesta formação do Esquadrão Suicida, Nocaute lutou ao lado de Capitão Bumerangue, Sidearm, Tubarão Rei e Pistoleiro.[8] [9] [10]

Ao término desta missão do Esquadrão Suicida, Nocaute foi, supostamente, dada como morta quando foi deixada, por seus companheiros de equipe, junto com Tubarão Rei em uma base em explosão.[11] [12] Algum tempo depois, ela retorna viva e ajuda Superboy, apesar de seus desentendimentos prévios, em uma batalha contra Valor. Por um breve período, Nocaute se aliou a Superboy em muitas de suas aventuras.[13] [14] [15] [16]

Nocaute foi uma das Fúrias Femininas originais e, quando Grande Barda e Senhor Milagre fugiram de Apokolips, ela decidiu abandonar o grupo de Vovó Bondade. Como punição, Vovó Bondade, manteve Nocaute acorrentada em um muro nos Poços de Fogo, mas esta conseguiu quebrar suas amarras e fugir do seu tormento. Ao fazer isto, um Tubo de Explosão se abriu e a teleportou para o Havaí.[17] [18] [19] [20] As Fúrias Femininas chegaram ao Havaí para reclamar Nocaute e uma batalha se iniciou entre Superboy, Nocaute e um pequeno contingente de policiais contra as Fúrias Femininas. Durante esta luta um policial foi morto e as Fúrias só se retiraram quando Dubbilex, usando seus poderes mentais, as convenceu de que Nocaute, também, tinha morrido em batalha. Dubbilex investigou o assassinato do policial, usando seus poderes para sondar as memórias da maioria dos sobreviventes.[21]

Após a sondagem mental ficou concluído que Nocaute matou o policial simplesmente por este estar em seu caminho. A polícia tentou prendê-la, mas Superboy se recusou em acreditar que ela era culpada, forçando os dois a fugirem e viverem como foras da lei. Os dois encontraram um explorador chamado Victor Volcaneum, que Nocaute esperava que Superboy o matasse em sinal de respeito a ela. Superboy recusou e Nocaute matou o explorador. Após ver como Nocaute realmente agia. Superboy tentou derrotá-la e levá-la sob custódia à polícia. Superboy conseguiu derrotá-la e Nocaute nunca escapou da custódia policial durante o restante da série de Superboy. Itens anti-gravidade foram usados para mantê-la sob controle.[20] [21] [22] [23] [24] [25]

No arco de histórias Hipertensão, Superboy encontrou uma série de variações de Nocaute ao longo de sua jornada através do Hipertempo. Uma delas era uma agente de Black Zero, uma versão alternativa adulta de Superboy. Outra versão de Nocaute se sacrificou para salvar Superboy e os Desafiadores do Desconhecido de uma horda furiosa de Apocalypses.[26]

Desde então ela tem se revelado à solta e se uniu à Sociedade Secreta de Supervilões como visto na minissérie Vilões Unidos.[27] [28] [29] [30] Nesta história, foi revelado que Nocaute se juntou à Sociedade como espiã a pedido de sua amante Escândalo, membro da Sexteto Secreto.[31]

Sexteto Secreto[editar | editar código-fonte]

Nocaute se juntou, ao lado de Escândalo, ao Sexteto Secreto substituindo Parademônio, morto anteriormente no combate contra a Sociedade Secreta de Supervilões. A equipe assassinou, com êxito, um diretor de uma prisão na Coréia do Norte e após esta missão pode relaxar por um tempo. Cada membro aproveitou seu tempo a sua própria maneira, até quando, cada um deles, exceto Homem-Gato, foi atacado por uma equipe de assassinos a mando de Vandal Savage.

Nocaute quase foi morta quando foi atingida com um tiro de um rifle de assalto thanagariano disparado pela Pistolera da Sociedade Secreta de Supervilões. Este disparo implantou uma bomba à pele de Nocaute e quando Escândalo se recusou a abandonar sua companheira antes da bomba explodir, Nocaute fugiu afastando-se para proteger Escândalo do raio de explosão dizendo que ambas se reencontrariam em outra vida. Após a explosão, Escândalo se surpreendeu ao encontrar Nocaute ainda viva, apesar de inconsciente e extremamente ferida e queimada. Nocaute recebeu tratamento médico e se recuperou completamente das lesões graças às capacidades regenerativas de sua fisiologia apokoliptiana.

Nocaute voltou a integrar o Sexteto Secreto na esperança de encontrar a pessoa responsável pelas tentativas de assassinato, mas foi ferida quando Boneco de Pano atacou o grupo devido às manipulações mentais de Doutor Psycho, todavia os poderes regenerativos de Nocaute impediram maiores danos. Apesar de Nocaute ser amante de Escândalo, recentemente esta foi vista na cama com Pistoleiro e foram flagrados por Escândalo. Posteriormente foi revelado que Nocaute havia dormido com Pistoleiro por ter ficado confusa sobre a exclusividade sexual em sua relação com Escândalo. Escândalo e Nocaute ainda estavam juntas quando a série do Sexteto Secreto terminou e Escândalo continuava a se referir a Nocaute como sua namorada.

Nocaute, juntamente com o restante do Sexteto Secreto, foi contratado por um mercenário russo e lutaram contra a equipe de Barbara Gordon no título Aves de Rapina (Birds of Prey, no original). Nocaute engajou-se em um combate um contra um com Grande Barda, batalha esta que continuou acima de todas as outras preocupações do momento (incluindo a ressurreição de Gelo) e terminou sem uma vencedora aparente.

Semanas mais tarde, depois de Escândalo sugerir que o mau humor de Nocaute, era resultante do encontro inconclusivo com Barda, esta foi ao quartel general das Aves de Rapina procurando continuar sua luta com Barda. Após sua chegada, ela foi seguida e assassinada pelo Homem Infinito, acrescentando seu nome na lista de Novos Deuses assassinados. Nocaute afirmou que sabia da presença de seu assassino e pediu dar um último telefonema para Escândalo, cujo conteúdo é desconhecido.[1]

Poderes e Habilidades[editar | editar código-fonte]

Nocaute é uma guerreira altamente treinada e é, também, mestre em combate corpo-a-corpo. Possui super-força, resistência e durabilidade, bem como, fator de cura.

Referências

  1. a b Birds of Prey vol.1 #109 – Stone Cold Knockout (22 páginas), outubro de 2007.
  2. Comics, IGN (sem data). Superboy Vol.3 Comics IGN Comics. Visitado em 3 de maio de 2010.
  3. Guide, DCU (sem data). Superboy Vol.3 – Index de Títulos DCUGuide. Visitado em 3 de maio de 2010.
  4. Superboy vol.3 #1 - Trouble in Paradise (22 páginas), fevereiro de 1994.
  5. Guide, DCU (1994). Superboy Vol.3 #1 DCUGuide. Visitado em 3 de maio de 2010.
  6. Superboy vol.3 #2 - Knouckout (22 páginas), março de 1994.
  7. Guide, DCU (1994). Superboy Vol.3 #2 DCUGuide. Visitado em 3 de maio de 2010.
  8. Superboy vol.3 #13 - Watery Grave Part 1: Suicidal Tendencies (22 páginas), março de 1995.
  9. Superboy vol.3 #14 - Watery Grave Part 2 (22 páginas), abril de 1995.
  10. Guide, DCU (1995). Superboy Vol.3 #13 DCUGuide. Visitado em 3 de maio de 2010.
  11. Superboy vol.3 #15 - Watery Grave Part 3: Honor among Thieves (23 páginas), maio de 1995.
  12. Guide, DCU (1995). Superboy Vol.3 #15 DCUGuide. Visitado em 3 de maio de 2010.
  13. Superboy vol.3 #18 – Battle of the Century (22 páginas), agosto de 1995.
  14. Superboy vol.3 #19 – T-K-O! (22 páginas), setembro de 1995.
  15. Guide, DCU (1995). Superboy Vol.3 #18 DCUGuide. Visitado em 3 de maio de 2010.
  16. Guide, DCU (1995). Superboy Vol.3 #19 DCUGuide. Visitado em 3 de maio de 2010.
  17. Superboy vol.3 #22 – Fire and Ice (22 páginas), dezembro de 1995.
  18. Superboy vol.3 #23 – The Limits of Power (22 páginas), janeiro de 1996.
  19. Superboy vol.3 #24 – Like Damocle´s Sword (22 páginas), fevereiro de 1996.
  20. a b Superboy vol.3 #25 – Losin'It! Part 1: Whom the Gods Would Destroy!(33 páginas), março de 1996.
  21. a b Superboy vol.3 #26 – Losin'It! Part 2: Strange Bedfellows (22 páginas), abril de 1996.
  22. Superboy vol.3 #27 – Losin'It! Part 3: Ensnared (22 páginas), maio de 1996.
  23. Superboy vol.3 #28 – Losin'It! Part 4: Tough Love (22 páginas), junho de 1996.
  24. Superboy vol.3 #29 – Losin'It! Part 5: Imminent Eruption (22 páginas), julho de 1996.
  25. Superboy vol.3 #30 – Losin'It! Part 6: Lost & Found (22 páginas), agosto de 1996.
  26. Superboy vol.3 #61 – Hipertension Part 2: Superboy of Infinite Worlds (22 páginas), abril de 1999.
  27. Villains United #1 – And Empires in Their Purpose (22 páginas), julho de 2005.
  28. Villains United #2 – A Fire in the Steppes (22 páginas), agosto de 2005.
  29. Villains United #3 – Privileged to Spill Her Blood (22 páginas), setembro de 2005.
  30. Villains United #5 – Victims of Aggression (22 páginas), novembro de 2005.
  31. Villains United #6 – At the End of All Things (22 páginas), dezembro de 2005.
Ícone de esboço Este artigo sobre Banda desenhada da DC Comics é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.