Noel Gallagher's High Flying Birds (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Noel Gallagher's High Flying Birds
Álbum de estúdio de Noel Gallagher's High Flying Birds
Lançamento 17 de outubro de 2011
(Ver histórico de lançamento)
Gravação 2010–2011 no State of the Ark, Strangeways, Dean St. Studios e Abbey Road Studios, Londres
Gênero(s) Rock, rock alternativo
Duração 42:27
Gravadora(s) Sour Mash
Produção Noel Gallagher, Dave Sardy
Certificação Double Platinum.png 2× Platina (BPI)[1]
Cronologia de Noel Gallagher
Último
Último
The Dreams We Have as Children
(2009)
Próximo
Próximo
Singles de Noel Gallagher's High Flying Birds
  1. "The Death of You and Me"
    Lançamento: 21 de agosto de 2011
  2. "AKA... What a Life!"
    Lançamento: 9 de setembro de 2011
  3. "If I Had a Gun..."
    Lançamento: 10 de outubro de 2011
  4. "Dream On"
    Lançamento: 12 de março de 2012
  5. "Everybody's on the Run"
    Lançamento: 6 de agosto de 2012

Noel Gallagher's High Flying Birds é o álbum de estreia auto-intitulado pela banda de rock inglesa Noel Gallagher's High Flying Birds. Lançado em 17 de outubro de 2011, é o primeiro álbum de estúdio lançado pelo vocalista homônimo Noel Gallagher desde sua saída da banda Oasis, em agosto de 2009.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

High Flying Birds foi gravado entre 2010 e 2011 em Londres e Los Angeles, produzido por Gallagher e o ex-produtor de Oasis, Dave Sardy.[2] No álbum, apresenta músicos como o ex-tecladista de Oasis, Mike Rowe, o baterista Jeremy Stacey, da banda The Lemon Trees e o percussionista Lenny Castro, além de participações especiais do Crouch End Festival Chorus e The Wired Strings.[2] O nome, High Flying Birds, inspirou-se à música de Jefferson Airplane ao usá-lo como um nome da banda em homenagem a Peter Green, do grupo britânico Fleetwood Mac.

A lista de faixas inclui "Stop the Clocks", que é uma canção não-lançada pelo Oasis.[3] Em 20 de julho de 2011, "The Death of You and Me" foi confirmado como primeiro single, previsto para lançamento em 21 de agosto de 2011, com "The Good Rebel", que se apresenta como b-side.[4]

Em 30 de agosto de 2011, "If I Had a Gun..." estreou no rádio KROQ, e será a única estréia de Gallagher na América do Norte. O segundo single do Reino Unido, "AKA... What a Life!",[5] com "Let The Lord Shine a Light On Me", que aparece como b-side.

Em 5 de setembro de 2011, "AKA... What a Life!" estreou na conta oficial de Gallagher no YouTube.

Capa do álbum[editar | editar código-fonte]

A capa do álbum foi tirada em Los Angeles pelo fotógrafo Lawrence Watson, que tinha acabado de comprar uma câmera Polaroid. Gallagher explicou, dizendo: "Há um posto de gasolina velho em Beverly Hills ao lado da delegacia de polícia que tem um telhado de neon triangular, e quando você está por baixo dele, parece que você ficou por baixo de um Concorde. Então, nós saímos uma noite e tudo foi iluminado, até no neon, e nós estávamos levando essas fotos - Parece que eu estive ficado sob asas de um pássaro voando alto".[6]

Turnê[editar | editar código-fonte]

Gallagher começou a turnê uma semana após o lançamento do álbum. O primeiro concerto foi em Dublin em 23 de outubro e também foi visitar Londres e Edimburgo. Ele disse: "Vamos sair em turnê de uma semana depois que o álbum foi lançado. Vamos começar devagar, em pequenos teatros. Se é bom o suficiente para ficar maior, então ele vai ficar maior do que isso. Eu não acho que haverá uma grande turnê este ano. Acho que este ano, vai ser um som rápido ao redor do mundo e tentar fazer em grandes cidades. Em seguida, provavelmente, vai ser sim, uma grande turnê".[7] Turnês na América do Norte e Europa também já foram anunciados.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 69/100[8]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[9]
BBC favorável[10]
Daily Mail 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[11]
Digital Spy 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg[12]
The Daily Telegraph 5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svg[13]
NME 8 de 10 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg[14]
The Tune (4.3/5) [15]
Q 4 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar full.svgStar empty.svg

Desempenho comercial[editar | editar código-fonte]

Noel Gallagher's High Flying Birds vendeu 55.000 cópias, após dois dias de venda, mais que o dobro de cópias vendidas tem o seu mais próximo rival, com o álbum Letters, do vencedor de The X Factor, Matt Cardle.[16] Em 23 de outubro de 2011, o álbum estreou na posição de número #1 no UK Albums Chart, com a primeira semana de vendas de 122.530 cópias.[17] Em comparação com o álbum de estréia da banda do irmão de Noel, Liam Gallagher, do álbum Different Gear, Still Speeding da banda Beady Eye, vendeu 66.817 cópias quando estreou na #3 posição na tabela musical, em março de 2011.[17]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Noel Gallagher's High Flying Birds recebeu críticas positivas, marcando uma pontuação de 69 no Metacritic.[8] A revisão da BBC elogiou Gallagher para continuar a fórmula comprovada das composições que ele adotou no Oasis, que descreve um álbum como um "álbum agradável".[10] Adrian Thrills, do Daily Mail, fez uma observação semelhante sobre a abordagem testada e comprovada a fazer a música escolhida por Gallagher,[11] e apesar disso, a NME deu uma nota 8/10 estrelas, afirmando que o álbum pode ter se beneficiado os vocais de ex-vocalista do Oasis, Liam Gallagher.[2] Escrevendo para o The Daily Telegraph, o crítico Neil McCormick premiou com o álbum a maior classificação possível, alegando que "High Flying Birds é a melhor coleção de melodias de [Noel] Gallagher desde seus dias de Morning Glory", referindo-se ao álbum de 1995 do Oasis mais vendido, (What's the Story) Morning Glory?, tomando como referência para o álbum.[13] O website Digital Spy, teve uma visão semelhante, dizendo que "Apesar de todas as sugestões contrárias, Gallagher conseguiu livrar-se potencialmente da expectativas sufocantes para gravar o que poderia ser o seu melhor álbum desde (What's the Story) Morning Glory?".[12]

Lista de faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as músicas foram escritas e compostas por Noel Gallagher.

N.º Título Duração
1. "Everybody's on the Run"   5:30
2. "Dream On"   4:29
3. "If I Had a Gun..."   4:09
4. "The Death of You and Me"   3:29
5. "(I Wanna Live in a Dream in My) Record Machine"   4:23
6. "AKA... What a Life!"   4:24
7. "Soldier Boys and Jesus Freaks"   3:22
8. "AKA... Broken Arrow"   3:35
9. "(Stranded On) The Wrong Beach"   4:02
10. "Stop the Clocks"   5:04
Duração total:
42:27


Paradas e posições[editar | editar código-fonte]

País/Paradas (2011) Melhor
posição
 Austrália (ARIA Charts)[18] 16
 Áustria (Ö3 Austria Top 40)[19] 16
 Bélgica (Ultratop 50 Flanders)[20] 10
 Bélgica (Ultratop 40 Valônia)[21] 16
 Croácia (Croatian Albums Chart)[22] 10
 Dinamarca (Hitlisten)[23] 27
Escócia (Scottish Singles and Albums Chart)[24] 1
Flag of Spain.svg Espanha (PROMUSICAE)[25] 15
 Finlândia (Suomen virallinen lista)[26] 29
 França (SNEP)[27] 9
 Estados Unidos (Billboard 200)[28] 28
 Estados Unidos (Rock Albums)[29] 5
 Estados Unidos (Alternative Albums)[29] 5
 Irlanda (Irish Albums Chart)[30] 1
 Itália (FIMI)[31] 2
 Japão (Oricon)[32] 5
 México (AMPROFON)[33] 53
 Noruega (VG-lista)[34] 12
 Nova Zelândia (RIANZ)[35] 10
 Países Baixos (MegaCharts)[36] 11
 Reino Unido (UK Albums Chart)[37] 1
 Suécia (Sverigetopplistan)[38] 21
Suíça (Schweizer Hitparade)[39] 10

Histórico de lançamento[editar | editar código-fonte]

País Data Formato Gravadora
 Japão 12 de outubro de 2011 CD, LP, download digital Sony Music Japan[40]
 Austrália 14 de outubro de 2011 CD, LP, download digital Sour Mash Records
 Irlanda[41] [42]
 Nova Zelândia
 Reino Unido 16 de outubro de 2011[43] Download digital
17 de outubro de 2011[44] CD, LP
 Canadá 8 de novembro de 2011 CD, LP, download digital
 Estados Unidos

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Principal

Referências

  1. Certified Awards Search British Phonographic Industry. Visitado em 8 de fevereiro de 2012.
  2. a b c "Noel Gallagher announces full debut solo album details", 'NME', 06-07-2011. Página visitada em 04-11-2011.
  3. Noel Gallagher returns, names solo album Noel Gallagher's High Flying Birds Metro.co.uk (06-07-2011). Visitado em 04-11-2011.
  4. Noel Gallagher releases trailer for solo single The Death Of You And Me Metro.co.uk (20-07-2011). Visitado em 04-11-2011.
  5. http://www.nme.com/news/noel-gallaghers-high-flying-birds/58966
  6. Exclusive: Noel Gallagher explains High Flying Birds artwork Thisisfakediy.co.uk (05-08-2011). Visitado em 04-11-2011.
  7. "Noel Gallagher confirms he will play Oasis songs on October tour", 'NME', 06-07-2011. Página visitada em 04-11- 2011.
  8. a b "Noel Gallagher's High Flying Birds" Metascore: 69. Página acessada em 17 de novembro de 2012.
  9. Erlewine, Stephen Thomas. Noel Gallagher's High Flying Birds – Noel Gallagher's High Flying Birds Allmusic. Rovi Corporation. Visitado em 06-11-2011.
  10. a b Fraser McAlpine (07-10-2011). Noel Gallagher’s High Flying Birds Noel Gallagher’s High Flying Birds Review BBC. Visitado em 04-11-2011.
  11. a b Adrian Thrills (14-10-2011). Noel Gallagher's solo flight hits new heights Daily Mail. Visitado em 04-11-2011.
  12. a b Mayer Nissim (17-10-2011). Noel Gallagher's High Flying Birds - Album review Digital Spy. Visitado em 04-11-2011.
  13. a b Neil McCormick (13-10-2011). Noel Gallagher’s High Flying Birds The Daily Telegraph. Visitado em 04-11-2011.
  14. Matt Wilkinson (14-10-2011). Album Review: Noel Gallagher - 'High Flying Birds' NME. Visitado em 04-11-2011.
  15. Maria Rosaria di Lecce (19-10-2011). The Tune review The Tune. Visitado em 04-11-2011.
  16. Noel Gallagher 1, Matt Cardle 0 The Official Charts Company (18-10-2011). Visitado em 04-11-2011.
  17. a b Jones, Alan (24-10-2011). UK Album Chart Analysis: Noel Gallagher first-week sales double Beady Eye's Music Week. Visitado em 04-11-2011.
  18. Australian charts
  19. Austrian charts
  20. ultratop.be (Flanders)
  21. ultratop.be (Valônia)
  22. Top of the Shops - službena tjedna lista prodanih albuma u Hrvatskoj Hdu-toplista.com (29-06-2009). Visitado em 20-10-2012.
  23. Danish charts
  24. http://www.theofficialcharts.com/scottish-albums-chart/
  25. Spanish charts
  26. Finnish charts
  27. lescharts
  28. Noel Gallagher's High Flying Birds - Noel Gallagher's High Flying Birds - Music Charts - AllMusic. Visitado em 25 de novembro de 2011.
  29. a b http://www.allmusic.com/album/noel-gallaghers-high-flying-birds-mw0002206666/awards
  30. Noel Gallagher's High Flying Birds - Noel Gallagher's High Flying Birds - Irish Charts
  31. Italian charts
  32. http://www.oricon.co.jp/rank/ja/w/2011-10-24/
  33. Mexican charts
  34. Norwegian charts
  35. charts.org.nz
  36. Dutch charts
  37. Chart statrs. (29-10-2011). Página visitada em 04-11-2011.
  38. Swedish charts
  39. Hitparade
  40. http://www.sonymusic.co.jp/Music/International/Arch/SR/noelgallagher/index.html
  41. http://www.ireland.com/leisure/music/music-news/noel-gallagher-s-high-flying-birds-set-for-friday/623893
  42. http://itunes.apple.com/ie/album/noel-gallaghers-high-flying/id450757132
  43. http://itunes.apple.com/gb/album/noel-gallaghers-high-flying/id450757132
  44. http://www.amazon.co.uk/Noel-Gallaghers-High-Flying-Birds/dp/B005DHC6R0/

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
The Ultimate Collection de Steps
Álbum número um no Reino Unido
(UK Albums Chart)

23 de outubro de 2011 – 30 de outubro de 2011
Sucedido por
Mylo Xyloto de Coldplay