Noma

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Noma
Noma (1836)
Classificação e recursos externos
CID-10 A69.0
CID-9 528.1
DiseasesDB 30727
MedlinePlus 001342
MeSH D009625
Star of life caution.svg Aviso médico

Noma também conhecido por "cancrum oris" ou cancro oral, é uma inflamação gangrenosa fulminante dos tecidos orais e faciais que atinge mais frequentemente pacientes debilitados e gravemente desnutridos, em particular crianças. Tem como etiologia bactérias anaeróbias orais e Borrelia vincentii. Ocorre com frequência na Africa sub-saariana.

Clinicamente apresenta-se como uma ulceração dolorosa da gengiva ou mucosa jugal, que evolui para necrose extensa com envolvimento ósseo. Seu tratamento é feito com doses elevadas de penicilina e terapia de suporte

Atinge em especial crianças entre os 2 aos 6 anos de idade, que se encontram debilitadas e mal nutridas, principalmente em países subdesenvolvidos, como países do continente africano e da América do Sul. Têm sido descritos também raros casos de noma em adultos severamente imunodeficientes, como portadores da AIDS, mielopatia ou que estão sendo submetidos a um tratamento imunossupressor.

Acredita-se que os principais agentes etiológicos envolvidos na noma são as bactérias oportunistas Fusobacterium necrophorum e Prevotella intermedia, que podem interagir com outras bactérias, tais como a Borrelia vincentii, Porphyromonas gingivalis, Tannerella forsynthesis, Treponema denticola, Staphylococcus aureus e Streptococcus spp.

Além da má nutrição, outros fatores predispõem o surgimento desta patologia, como:

Higiene oral inadequada; Saneamento básico ineficiente; Água não potável; Ocorrência recente de outra doença; Distúrbio de imunodeficiência, como, por exemplo, a AIDS. Esta doença foi observada em campos de concentração de nazistas, durante a Segunda Guerra Mundial e foi estudada pelo médico nazista Josef Mengele. Nos dias de hoje esta doença praticamente não é mais encontrada, com exceção de casos relacionados a condições imunossupressoras.

Diferentemente de outros tipos de infecção, esta é capaz de atravessar barreiras anatômicas, como a musculatura, de forma que há o desenvolvimento de úlceras nas membranas mucosas da boca, com rápido e indolor comprometimento dos tecidos da face, incluindo os ossos. Também pode haver o comprometimento dos órgãos genitais, recebendo, nesse caso, o nome de noma pudendi.

A doença está relacionada com alta morbidade e alta mortalidade, sendo que entre 80% a 90% dos indivíduos afetados pela noma morrem em decorrência da doença.

A evolução da afecção deve ser freada com o uso de antibióticos, em associação com a melhoria da nutrição. Todavia, a deformação que causa é permanente e pode ser necessário realizar cirurgia plástica reconstrutiva para reparar os danos. Esta última deve ser adiada até a recuperação completa do paciente, que tipicamente se dá após um ano do início do tratamento.

A prevenção desta doença é feita através da melhoria da higiene oral e da nutrição.

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.