Norman Pirie

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Norman Pirie
Virologia
Nacionalidade Reino Unido Britânico
Nascimento 1 de julho de 1907
Morte 29 de março de 1997 (89 anos)
Atividade
Campo(s) Virologia
Instituições Universidade de Cambridge, Estação Experimental de Rothamsted
Alma mater Universidade de Cambridge
Prêmio(s) Medalha Copley (1971)

Norman Wingate Pirie FRS (1 de julho de 190729 de março de 1997) foi um bioquímico e virologista britânico.

Descobriu, juntamente com Frederick Bawden, que um vírus pode ser cristalizado isolando o vírus do mosaico do tabaco, em 1936. Esta foi uma descoberta fundamental para o entendimento do DNA e RNA.

Lecionou em sua alma mater, Universidade de Cambridge, de 1932 a 1940. Posteriormente trabalhou na Estação Experimental de Rothamsted, tornando-se chefe do departamento de buioquímica em 1947.

Foi eleito Membro da Royal Society em 1949, apresentou em 1963 a Leeuwenhoek Lecture sobre "The size of small organisms" e foi laureado com a Medalha Copley de 1971.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Pierpoint, W S (1999), "Norman Wingate Pirie: 1 July 1907-29 March 1997.", Biographical memoirs of fellows of the Royal Society. Royal Society (Great Britain) 45: 399–415, PubMed:11624286 
  • Fowden, L; Pierpoint, S (1997), "Norman Pirie (1907-97)", Nature 387 (6633): 560, 1997 Jun 5, doi:10.1038/42378, PubMed:9177338 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Alexander Todd
Medalha Copley
1971
Sucedido por
Nevill Francis Mott


Ícone de esboço Este artigo sobre um bioquímico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.