Northern blot

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Northern Blot é uma técnica usada na pesquisa em biologia molecular para estudar a expressão gênica, ou seja, verificar se um determinado gene de um genoma é ou não transcrito em RNA e quantificar isso. Essa técnica tem tal nome devido à similaridade de seu procedimento com o Southern blot (batizada pelo biólogo britânico Edwin Southern; com a diferença chave de que, em vez de DNA, a substância analisada por eletroforese com uma sonda hibridizadora é RNA).

Uma diferença no procedimento (quando comparada com o Southern blot)é a adição de formaldeído no gel de agarose, que funciona como um desnaturante.

Como no Southern blot, a sonda hibridizadora pode ser feita de DNA ou RNA.

Uma variação do procedimento conhecida como Northern blot reverso era ocasionalmente usada. Nesse procedimento, o ácido nucléico (que era fixado à membrana) era uma coleção de fragmentos de DNA isolados, e a sonda era RNA extraído de um tecido e marcado radioativamente.

Técnica(s) similar(es)[editar | editar código-fonte]

O uso de microarranjos (do inglês microarray) de DNA, que começou a se espalhar no final da década de 1990 e no início da de 2000, utiliza técnica mais similar ao procedimento reverso, que envolve o uso de fragmentos de DNA isolados fixos a um substrato, e a hibridização com uma sonda feita de RNA celular. Então o procedimento reverso, apesar de originalmente incomum, possibilitou o estudo simultâneo da expressão gênica de vários genes, usando a análise do Northern melhorada para a determinação do perfil de expressão, no qual muitos (quase todos) dos genes em um organismo podem ter suas expressões monitoradas.

Ver também[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Northern blot».