Notoryctemorphia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaNotoryctemorphia
Notoryctes typhlops.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Infraclasse: Marsupialia
Ordem: Notoryctemorphia
Kirsch, 1977
Família: Notoryctidae
Ogilby, 1892
Género: Notoryctes
Stirling, 1891
Espécies
Sinónimos
Neoryctes Stirling, 1891
Psammoryctes Stirling, 1889 [preoccupied]
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Notoryctemorphia

Notoryctemorphia é uma ordem de mamíferos marsupiais com apenas uma família, (Notoryctidae), um género (Notoryctes) e duas espécies. Estes animais têm aspecto exterior e forma de vida semelhante ao das toupeiras, sendo o seu equivalente no mundo marsupial e um exemplo de evolução convergente.

As toupeiras-marsupiais estão confinadas às regiões áridas dos desertos da Austrália. Vivem a maior parte da sua vida no subsolo, habitando sistemas complexos de túneis. Estes animais saem para a superfície apenas esporadicamente, sobretudo depois das chuvas sazonais. As toupeiras-marsupiais são cegas, estando os olhos reduzidos a uma lente simples coberta por pele, e não têm orelhas. A cabeça tem formato cónico etermina num focinho afilado. O corpo é tubular e mede entre 10 a 15 cm de comprimento.

As toupeiras-marsupiais não estão claramente relacionadas com nenhum outro grupo de marsupiais e as evidências apontam para que se tenham separado do ramo principal há pelo menos 50 milhões de anos. Não há registos fósseis deste grupo à excepção de um exemplar identificado no Miocénico, que se assemelha bastante às espécies actuais.

Caracteristicas[editar | editar código-fonte]

Embora compartilhem muitas características com outros marsupiais, as toupeiras-marsupiais não são estreitamente relacionadas a qualquer dos marsupiais que vivem. Elas compreendem a sua própria ordem marsupial, o Notoryctemorphia, que pode ter ramificações de fora, de outras linhagens vindas de 64 milhões anos atrás. As toupeiras-marsupiais são os únicos mamíferos australianos que se tornaram especializadas em viver no subsolo. Assemelham-se fortemente as toupeiras-douradas da África do Sul (família Chrysochloridae), apesar de ter evoluído de forma totalmente independente. As duas linhagens foram separadas desde a Era Mesozóica, no entanto, os dois grupos são muito semelhantes na aparência (ambos têm a pele dourada e pálpebras fundidas, enquanto os pequenos olhos das toupeiras verdadeiras ainda são funcionais). As semelhanças superficiais entre esta espécie e a toupeira verdadeira (família Talpidae) surgiram como resultado de todos os três grupos evoluindo semelhante a adaptações aos seus ambientes subterrâneos - um exemplo de evolução convergente. Provavelmente são duas espécies de toupeira-marsupial: a toupeira-marsupial do norte (Notoryctes caurinus) e a toupeira-marsupial do sul (Notoryctes typhlops), embora o status taxonômico destas duas formas ainda tem de ser esclarecido.

Classificação Taxonomica[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]