Nova Bassano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde junho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde junho de 2013).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.
Município de Nova Bassano
Bandeira de Nova Bassano
Brasão de Nova Bassano
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 23 de maio de 1964 (49 anos)
Gentílico bassanense
Prefeito(a) Darcilo Luiz Pauletto (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Nova Bassano
Localização de Nova Bassano no Rio Grande do Sul
Nova Bassano está localizado em: Brasil
Nova Bassano
Localização de Nova Bassano no Brasil
28° 43' 26" S 51° 42' 18" O28° 43' 26" S 51° 42' 18" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Nordeste Rio-grandense IBGE/2008[1]
Microrregião Guaporé IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Guaporé, Serafina Corrêa, Nova Araçá, Nova Prata e Vista Alegre do Prata
Distância até a capital 185 km
Características geográficas
Área 211,612 km² [2]
População 8 840 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 41,77 hab./km²
Altitude 563 m
Clima subtropical úmido Cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,844 muito alto PNUD/2000[4]
PIB R$ 386 532,230 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 42 364,34 IBGE/2008[5]
Página oficial

Nova Bassano é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Em consequência da colonização italiana no seculo XX, a cidade leva consigo uma grande influência italiana na sua cultura até os dias de hoje.

História[editar | editar código-fonte]

Nova Bassano foi criada por imigrantes italianos. Os primeiros imigrantes chegaram da Itália em torno de 1890. Entre eles estava o padre scalabriniano, Pedro Antônio Colbachini (ital.: Pietro Antonio Colbacchini), que é considerado, com seus companheiros, o fundador da cidade.[6] [7] Naquela época a localidade denominou-se Bassano em lembrança da pátria dos imigrantes, a cidade de Bassano del Grappa (então: Bassano Veneto), na província de Vicenza, norte Itália.[8] Em 1939, durante a Segunda Guerra, foi denominada Silva Pais. Em 1947, com aprovação unanime de seus habitantes, este nome foi mudado para Nova Bassano, em homenagem aos primeiros imigrantes.[9]

Até a 1898 Nova Bassano era parte do município de Lagoa Vermelha. As principais datas da história de Nova Bassano são:[10]

  • 15 de janeiro de 1898: emancipação de Veranópolis (então: Alfredo Chaves), levando consigo o território de Nova Bassano
  • 11 de agosto de 1924: emancipação de Nova Prata (então: Capoeiras), Nova Bassano passou a ser o 2° distrito do novo município
  • 23 de maio de 1964: emancipação de Nova Bassano pela Lei Estadual n° 4730, juntamente com outros dois distritos que deram origem aos municípios de Nova Araçá e Paraí
  • 10 de janeiro de 1965: primeiras eleições para o Executivo e o Legislativo Municipal
  • 30 de janeiro de 1965: instalação formal do novo município

Geografia[editar | editar código-fonte]

Nova Bassano localiza-se a uma latitude 28º43'25" sul e a uma longitude 51º42'17" oeste, estando a uma altitude de 563 metros.

Localiza-se a leste do Rio Carreiro, ocupando atualmente uma área de 211,612 km². Os limites do município são ao norte Nova Araçá, ao leste Nova Prata, ao sul Nova Prata e Vista Alegre do Prata, ao oeste Serafina Corrêa e Guaporé. Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a população bassanense estimada em 2009 era de 9 249 habitantes.

Economia[editar | editar código-fonte]

A cidade possui um dos mais elevados índices de desenvolvimento humano (IDH) do estado e do país (0.844, ranking 39 de 3527 municípios).[4] Possui uma forte economia destacada pela diversidade de produtos como a agropecuária, a indústria metalúrgica a agroindústria o setor avícola e o comércio. Destaca-se na cidade a metalúrgica, devido às instalações de grandes empresas que existem na cidade.

Línguas[editar | editar código-fonte]

O dialeto 'talian, variante da língua vêneta é falado por muitas pessoas em Nova Bassano.

Educação e cultura[editar | editar código-fonte]

Nova Bassano possui com escolas capacidade para mais de 1 200 estudantes. O Colégio estadual Padre Colbachini é o maior da cidade, mesmo com uma população inferior a 20 000 habitantes o município possui também diversas instituições de ensino na área de informática de alta qualidade reconhecidos em todo Estado.

Biblioteca Pública Municipal.

GANPI - Grupo de Artes Nativas Pousada do Imigrante (CTG Pousada do Imigrante), centro de tradições gaúchas.

Turismo e atrativos[editar | editar código-fonte]

Atrações na cidade de Nova Bassano é o que não faltam, ao passear pelo interior podemos visitar a Cascata da Boa em uma trilha com diversas plantas nativas da região. Possui mais de 100 espécies de árvores nativas reconhecidas. Os principais pontos turísticos também compreendem:[11] [12]

  • O Museu Público Municipal (MPMNB), com objetos históricos da região e da colonização italiana. Foi criado pelo Decreto municipal 16/87 de 1.9.1987.[13] [14]
  • A Igreja Matriz Sagrado Coração de Jesus, onde foi realizada a primeira Missa no Dia de Natal de 1895. Se dinstingue pelo campanário lateral de 30 metros de altura e um relógio construído em 1938.
  • O Galpão de Eventos no Parque de Rodeios - Considerado um dos maiores galpões do estado do Rio Grande do Sul, seu formato redondo conta com diâmetro de 70m, um pé direito de 4 m a 11m, chegando a 18m de vão livre na parte central. Sendo sua estrutura principal, lateral e cobertura, em paus roliços de eucaliptos.
  • A Capela e a Cruz do monte Paréu (monte Caravágio), o monte mais alto da região.
  • a Gruta Nossa Senhora de Lourdes.
  • A renovada Praça Padre Colbachini.
  • A Rota Uva e Vinho na Serra Gaúcha.[15]
  • O Balneário do Rio Carreiro, situado na divisa com Serafina Corrêa.
  • Casa das Feiras Maria Rovea.[16]
  • O Pórtico de entrada da cidade - Monumento composto por símbolos do município: estrutura metálica (economia), muro de taipa de pedra (cultura italiana) e a cobertura que lembra um manto sobre o cavalo (cultura gaúcha).[17]

Religião[editar | editar código-fonte]

Eventos e feriados municipais[editar | editar código-fonte]

  • Segundo domingo de Setembro: Romaria do Bom Jesus
  • 23 de maio: Emancipação de Nova Bassano
  • 8 de dezembro: Imaculada Conceição

Transportes e comunicações[editar | editar código-fonte]

Clima[editar | editar código-fonte]

O clima de Nova Bassano é de tipo subtropical úmido (Cfa). A temperatura média anual é de 18°C com variações desde 5°C a 35°C. A precipitação pluviométrica média anual é de 1650 mm.

Política[editar | editar código-fonte]

Desde a sua emancipação os seguintes prefeitos foram eleitos:[18]

Mandato
Prefeito
Partido
1965-1968 Felisberto Antônio Dalla Costa PMDB
1969-1972 Innocente Ângelo Biotto PDS
1973-1976 Elio Luiz José Boscato PMDB
1977-1982 Tranquillo Zanetti PDS
1983-1988 Felisberto Antônio Dalla Costa PMDB
1993-1996 Agenor Luis Cestonaro PDT
1997-2004 Nelso Antônio Dall'Agnol PMDB
2005-2008 Nelson José Dall'Igna PP
2009-2012 Darcilo Luiz Pauletto PMDB
2013-2016 Darcilo Luiz Pauletto PMDB

Bassanenses famosos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 1 de septembro de 2010.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. a b Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 1 de septembro de 2010.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. Nova Bassano alla scoperta delle aziende bassanesi (em italiano). Il Giornale di Vicenza (10 de julo de 2010). Página visitada em 1 de setembro de 2010.
  7. Consulta Veneta (em italiano). Luis Molossi (22 de fevereiro de 2010). Página visitada em 1 de setembro de 2010.
  8. Dall'Agnol, capítulo 1.1.
  9. Frosi, Corno, Faggion, pp. 3023-3024.
  10. Alves de Souza.
  11. Informações turísticas em ferias.tur.
  12. Portal de informações turísticas de Nova Bassano em turismo.rs.gov
  13. Detalhes do Museu Público de Nova Bassano em turismo.rs. SETUR. Página visitada em 1 de setembro de 2010.
  14. Detalhes do Museu Público de Nova Bassano em riogrande.com. RS Virtual (16 de septiembre de 2007). Página visitada em 1 de setembro de 2010.
  15. Uva e Vinho no site turismo.rs.gov
  16. http://www.bassanors.com.br/index.php/gabinete-do-prefeito/883-casa-das-feiras-ganha-o-nome-de-maria-rovea
  17. http://www.gazetaveranense.com.br/noticia.php?id=1267&t=nova-bassano-tera-portico-de-acesso
  18. PP: Partido Progressista
    PDT: Partido Democrático Trabalhista
    PMDB: Partido do Movimento Democrático Brasileiro
    PDS: Partido Democrático Social
  19. Historia do Colégio Colbachini.
  20. http://livroattiliobilibio.web681.uni5.net/
  21. http://noticias.terra.com.br/brasil/acidentecongonhas/interna/0,,OI1768864-EI10210,00.html
  22. http://www.forbes.com/profile/lirio-parisotto/

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Dom Laurindo Guizzardi. Nova Bassano: das origens ao raiar do século XX. Caxias do Sul (RS): Universidade de Caxias do Sul (UCS), 1992, 125 pp. Biblioteca fatea
  • Firléia Guadagnin Radin. Centenário da primeira missa em Nova Bassano: 25.12.1896 a 25.12.1996. Passo Fundo: Pe. Berthier dos Missionários da Sagrada Família, 1995, 78 pp. na Biblioteca Nacional
  • Samira Dall'Agnol. A leitura e seu valor social. Um estudo sobre práticas de leitura e condições socioeconómicas e culturais. Caxias do Sul (RS): Universidade de Caxias do Sul (UCS), 2007, 139 pp. (Capítulo 1.1, pp. 18-23 Nova Bassano: um município em pesquisa). pdf
  • Vanderlan Alves de Souza. Histórico do Município de Nova Bassano. pdf
  • Vitalina M. Frosi, Giselle O. dal Corno, Carmen M. Faggion. Topônimos na RCI: Resgate da identidade cultural. Caxias do Sul (RS): Universidade de Caxias do Sul (UCS). pdf
  • Nelma Baldin. Tão fortes quanto a vontade: história da imigração italiana no Brasil: os Vênetos em Santa Catarina. 1999.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]