Nova Rússia (Blumenau)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde dezembro de 2011).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde dezembro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros, acadêmico)Yahoo!Bing.
Emblem-scales.svg
A neutralidade desse artigo (ou seção) foi questionada, conforme razões apontadas na página de discussão.
Justifique o uso dessa marca na página de discussão e tente torná-lo mais imparcial.

A Nova Rússia é uma região com ricas características históricas, geográficas e econômicas, localizada no Vale do Ribeirão Garcia, no bairro Progresso, ao sul de Blumenau, no entorno do Parque Municipal Nascentes do Ribeirão Garcia, hoje Parque Nacional da Serra do Itajaí, com 88 km² de área total, ou seja, 16% da área total do município.

A região foi colonizada por imigrantes alemães e prussianos (originando o nome do local) que tentavam viver de caça e da agricultura de subsistência, mas devido ao relevo acidentado, impróprio para o cultivo, não despertava o interesse dos colonizadores que começaram a aproveitar a floresta como fonte fornecedora de madeira para os engenhos da cidade, exploravam o palmito comercializando para as fábricas de conservas da região e também, continuavam a praticar a caça. Com a descoberta de minérios (prata, ouro e chumbo) a região sofreu uma intensa exploração de multinacionais norte-americanas, espanholas e argentinas ligadas aos setores madeireiros e de mineração.

No final da década de 1940, poucos minerais restavam devido à intensa exploração e não houve mais interesse pela região. Com esse isolamento, as famílias tiveram que sobreviver da caça, da pecuária de subsistência e da venda de terras. Poucas famílias resistiram na região e, este fator foi positivo para garantir a conservação de muitas áreas naturais existentes no local, que possui a maior área de Mata Atlântica contínua do Vale do Itajaí, a quinta maior do estado, além de possuir a maior bacia hídrica do município.

Atualmente, a comunidade local caracteriza-se por pequenas propriedades de agricultores que dedicam parte de seu tempo em atividades profissionais nas indústrias de Blumenau ou em outras atividades na cidade e que relegaram a produção rural a segundo plano. As poucas famílias (rurais) residentes na localidade preservam, ainda, alguns costumes coloniais, a maioria fabrica pão caseiro, geléias, derivados do leite, cultivam hortaliças, frutas entre outros. Outros se dedicam a jardinagem e aos trabalhos manuais.

Existem também, algumas propriedades maiores pertencentes a empresas e pessoas que residem no centro urbano de Blumenau que as mantêm, principalmente, como sítios de final de semana. Além disso, há na região alguns empreendimentos turísticos, sendo: 3 empresas ligadas ao artesanato, 1 agroindústria, 1 pousada e 5 recantos.

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.