Nova Santa Rita (Rio Grande do Sul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Nova Santa Rita
"Cidade do melão"
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Fundação 20 de março de 1992 (23 anos)
Gentílico nova-santa-ritense
CEP 92480-000
Prefeito(a) Margarete Simon Ferretti (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Nova Santa Rita
Localização de Nova Santa Rita no Rio Grande do Sul
Nova Santa Rita está localizado em: Brasil
Nova Santa Rita
Localização de Nova Santa Rita no Brasil
29° 51' 25" S 51° 16' 26" O29° 51' 25" S 51° 16' 26" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre IBGE/2008 [1]
Microrregião Porto Alegre IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Porto Alegre
Municípios limítrofes Canoas, Capela de Santana, Montenegro, Triunfo, Esteio, Portão, Porto Alegre, Sapucaia do Sul
Distância até a capital 21 km
Características geográficas
Área 217,868 km² [2]
População 22 706 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 104,22 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,789 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 304 375,179 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 724,81 IBGE/2008[5]
Página oficial

Nova Santa Rita é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

Em Nova Santa Rita, está localizada a igreja episcopal Anglicana mais antiga do Brasil.


Geografia[editar | editar código-fonte]

Pertence à Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre e à Microrregião Porto Alegre. Limita-se com os seguintes municípios: Canoas, Porto Alegre, Esteio, Portão, Montenegro, Triunfo e Sapucaia do Sul. É banhada pelos rios Caí, Sinos e Jacuí.

O município conta com as águas do Rio dos Sinos. A principal via de acesso do município é a BR-386.

Política[editar | editar código-fonte]

Nova Santa Rita possui cerca de 16 350 eleitores inscritos.

Já teve os seguintes prefeitos:

  1. Odone Machado Ramos (PDT) - 1993 a 1996
  2. Francisco Antônio Brandão Seger (Chico Brandão) (PPB) - 1997 a 2000 e de 2001 a 2004
  3. Vitor Antônio Silveira de Oliveira (Juca) (PPB)- 2004 (vice-prefeito de Chico Brandão, assumiu o cargo após renúncia de Brandão, que foi concorrer à prefeitura do município de Canoas)
  4. Amilton da Silva Amorim (PTB) - 2005 a 2008
  5. Francisco Antônio Brandão Seger (PP) - 2009 a 2012
  6. Margarete Simon Ferretti (PT) - 2013 até a atualidade

Educação[editar | editar código-fonte]

Nova Santa Rita conta com 16 escolas, sendo 13 municipais e três estaduais. Conta também com três creches municipais, quatro postos de saúde, além de cinco agências bancárias (Banrisul, Bradesco, Sicredi, Caixa e Banco do Brasil). E também conta com três cemitérios nos bairros: Berto Círio, Floresta e Morretes.

Economia[editar | editar código-fonte]

Seus principais produtos industriais são cimento, alto-falantes, móveis vergados e tecidos.

Na pecuária destacam-se os bovinos, suínos e frangos. Os produtos agrícolas mais importantes são o melão (maior produtor do RS), arroz, melancia, mandioca e verduras.

O município conta com algumas sedes de empresas, sendo as maiores, segundo o valor adicionado de ICMS, a Cimpor Cimentos do Brasil Ltda., Harman (antiga Eletrônica Selenium S.A.), Thonart Móveis Vergados S.A., Fiação e Tecelagem Gaúcha Ltda e Artefatos de Cimento Tabaí. No município, também está localizado o Velopark, sendo um dos maiores autódromos da América Latina, levando o nome da cidade para o mundo, abrigando competições de nível internacional.

Desde 2010, a cidade vem atraindo novos e grandes empreendimentos, tais como a ReiterLog e a Scapini. Em abril de 2011, foi anunciada a transferência da sede da Stemac Grupos Geradores, empresa líder na fabricação de grupos geradores no Brasil, de Porto Alegre para Nova Santa Rita, o que vai gerar mais de 2000 empregos. Em junho, foi a vez da Paraná Equipamentos S/A (PESA), representante autorizada dos produtos Caterpillar no sul do Brasil e que, só no RS, cresceu 155% nos últimos cinco anos, anunciar sua vinda para Nova Santa Rita, com a promessa de mais de R$ 1,6 milhão em investimentos no prazo de cinco anos no município.


Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.