Nova Santa Rita (Rio Grande do Sul)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Município de Nova Santa Rita
"Cidade do melão"
Bandeira de Nova Santa Rita
Brasão de Nova Santa Rita
Bandeira Brasão
Hino
Fundação 20 de março de 1992 (22 anos)
Gentílico nova-santarritense
CEP 92480-000
Prefeito(a) Margarete Simon Ferretti (PT)
(2013–2016)
Localização
Localização de Nova Santa Rita
Localização de Nova Santa Rita no Rio Grande do Sul
Nova Santa Rita está localizado em: Brasil
Nova Santa Rita
Localização de Nova Santa Rita no Brasil
29° 51' 25" S 51° 16' 26" O29° 51' 25" S 51° 16' 26" O
Unidade federativa  Rio Grande do Sul
Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre IBGE/2008 [1]
Microrregião Porto Alegre IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Porto Alegre
Municípios limítrofes Canoas, Capela de Santana, Montenegro, Triunfo, Esteio, Portão, Porto Alegre, Sapucaia do Sul
Distância até a capital 21 km
Características geográficas
Área 217,868 km² [2]
População 22 706 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 104,22 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,789 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 304 375,179 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 13 724,81 IBGE/2008[5]
Página oficial

Nova Santa Rita é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

História[editar | editar código-fonte]

No dia 11 de fevereiro de 1884, em Santana do Rio dos Sinos, no lugar então denominado “Picada do Vicente”, Justino de Souza Baptista e sua mulher, Rita Carolina Martins, doaram um terreno para construção de uma capela. Rita pediu que a capela fosse em louvor à Santa Rita de Cássia e isto deu origem ao nome da localidade, “Santa Rita”. No início do século XX, a área abrangida pelo município de Nova Santa Rita fazia parte do território de São Sebastião do Caí como 6º Distrito, permanecendo nesta situação até 28 de junho de 1939, quando Canoas emancipou-se do município de Gravataí e anexou ao seu território a referida área, que passou a denominar-se 2º Distrito de Canoas, tendo como sede Berto Círio. Em 1987, aconteceu um movimento emancipacionista que foi derrotado nas urnas. Em 1991, foi organizada uma comissão de moradores para trabalhar pelo movimento pró-emancipação, saindo vitorioso em plebiscito realizado no dia 10 de novembro, com mais de 64% dos votos válidos. Em 20 de março de 1992, através da Lei Estadual nº 9585/92, sancionada pelo então governador Alceu Collares, foi criado o município de Nova Santa Rita. No dia 3 de outubro do mesmo ano foi realizada a eleição municipal que elegeu Odone Machado Ramos como primeiro prefeito de Nova Santa Rita e João Luís Alves como vice-prefeito, além de mais nove vereadores. Atualmente, a administração está a cargo da prefeita Margarete Simon Ferretti, tendo como vice-prefeito Antônio César Bairros dos Santos. Em Nova Santa Rita, está localizada a igreja episcopal Anglicana mais antiga do Brasil.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Pertence à Mesorregião Metropolitana de Porto Alegre e à Microrregião Porto Alegre. Limita-se com os seguintes municípios: Canoas, Porto Alegre, Esteio, Portão, Montenegro, Triunfo e Sapucaia do Sul. É banhada pelos rios Caí, Sinos e Jacuí.

O município conta com as águas do Rio dos Sinos. A principal via de acesso do município é a BR-386.

Política[editar | editar código-fonte]

Nova Santa Rita possui cerca de 16 350 eleitores inscritos.

Já teve os seguintes prefeitos:

  1. Odone Machado Ramos (PDT) - 1993 a 1996
  2. Francisco Antônio Brandão Seger (Chico Brandão) (PPB) - 1997 a 2000 e de 2001 a 2004
  3. Vitor Antônio Silveira de Oliveira (Juca) (PPB)- 2004 (vice-prefeito de Chico Brandão, assumiu o cargo após renúncia de Brandão, que foi concorrer à prefeitura do município de Canoas)
  4. Amilton da Silva Amorim (PTB) - 2005 a 2008
  5. Francisco Antônio Brandão Seger (PP) - 2009 a 2012
  6. Margarete Simon Ferretti (PT) - 2013 até a atualidade

Educação[editar | editar código-fonte]

Nova Santa Rita conta com 16 escolas, sendo 13 municipais e três estaduais. Conta também com três creches municipais, quatro postos de saúde, além de cinco agências bancárias (Banrisul, Bradesco, Sicredi, Caixa e Banco do Brasil). E também conta com três cemitérios nos bairros: Berto Círio, Floresta e Morretes.

Economia[editar | editar código-fonte]

Seus principais produtos industriais são cimento, alto-falantes, móveis vergados e tecidos.

Na pecuária destacam-se os bovinos, suínos e frangos. Os produtos agrícolas mais importantes são o melão (maior produtor do RS), arroz, melancia, mandioca e verduras.

O município conta com algumas empresas, sendo as maiores, segundo o valor adicionado de ICMS, a Cimpor Cimentos do Brasil Ltda., Harman (antiga Eletrônica Selenium S.A.), Thonart Móveis Vergados S.A., Fiação e Tecelagem Gaúcha Ltda e Artefatos de Cimento Tabaí. No município, também está localizado o Velopark, sendo um dos maiores autódromos da América Latina, levando o nome da cidade para o mundo, abrigando competições de nível internacional. Desde 2010, a cidade vem atraindo novos e grandes empreendimentos, tais como a ReiterLog e a Scapini. Em abril de 2011, foi anunciada a transferência da sede da Stemac Grupos Geradores, empresa líder na fabricação de grupos geradores no Brasil, de Porto Alegre para Nova Santa Rita, o que vai gerar mais de 2000 empregos. Em junho, foi a vez da Paraná Equipamentos S/A (PESA), representante autorizada dos produtos Caterpillar no sul do Brasil e que, só no RS, cresceu 155% nos últimos cinco anos, anunciar sua vinda para Nova Santa Rita, com a promessa de mais de R$ 1,6 milhão em investimentos no prazo de cinco anos no município. Em 2012, outra empresa referência no Brasil se instalou no município. Trata-se da empresa Ticel Equipamento Ltda do ramo de indústria do asfalto, que já conta com sede administrativa na cidade e está em fase de expansão da sua capacidade instalada.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Rio Grande do Sul é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.