Novo Alegre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Novo Alegre
Bandeira de Novo Alegre
Brasão de Novo Alegre
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 20 de fevereiro
Fundação 1991
Gentílico Não disponível
Lema "Nossa cidade nossa historia"
Prefeito(a) Wilson Souza e Silva
(2013–2016)
Localização
Localização de Novo Alegre
Localização de Novo Alegre no Tocantins
Novo Alegre está localizado em: Brasil
Novo Alegre
Localização de Novo Alegre no Brasil
12° 55' 51" S 46° 34' 26" O12° 55' 51" S 46° 34' 26" O
Unidade federativa  Tocantins
Mesorregião Oriental do Tocantins IBGE/2008 [1]
Microrregião Dianópolis IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Arraias, Combinado, Campos Belos
Distância até a capital Não disponível
Características geográficas
Área 200,105 km² [2]
População 2 286 hab. IBGE/2010[3]
Densidade 11,42 hab./km²
Altitude 539 m
Clima Clima tropical com estação seca[4]
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,699 médio PNUD/2010[5]
PIB R$ 12 704,803 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 6 874,89 IBGE/2008[6]
Página oficial

Novo Alegre é um município brasileiro do estado do Tocantins. Localizado na Microrregião de Dianópolis e na Mesorregião Oriental do Tocantins, estando a uma altitude de 539 metros. Sua população estimada em 2009 era de 1.802 habitantes, em uma área de 200,11 km², possui uma densidade populacional de 9,0 /km² e um PIB per capta de 6874.89[4] .

História[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

O município de Novo Alegre tem como marco inicial o ano de 1949, época em que chega à fazenda Alegre, então município de Arraias, Estado de Goiás, várias famílias originárias, inicialmente do Estado da Bahia: Barreiras, Angical... e posteriormente do Estado de Minas Gerais: Unaí, Patos de Minas..., que vem em busca das terras férteis que a região possui. O aglomerado dessas famílias na fazenda Alegre faz brotar outras necessidades, como a de instruir os seus filhos. Em face dessa realidade, em 1954 é inaugurado um Grupo Escolar, com a jovem Joana Dias Furtado (que já lecionava em sua residência desde 1951) sendo a primeira professora do futuro município de Novo Alegre. A construção dessa escola municipal favorece para que outras famílias da região, com o intuito de educarem formalmente aos filhos, se instalem próximo ao Grupo Escolar. Em 1959 chega à fazenda Alegre, vindo do município de Porto Nacional, o jovem professor Vicente Ferreira Confessor, que segundo seus contemporâneos era franzino, bastante disposto, fazendo até das copas de árvores local de instrução para seus alunos, e, tornou posteriormente um representante político do lugar e o primeiro prefeito de Novo Alegre.

Em 21 de setembro de 1965, através da Lei Municipal nº 10/65, a fazenda Alegre passa a condição de Distrito de Arraias e recebe a denominação de Distrito de Novo Alegre. Em 18 de novembro de 1967, Henrique Pereira dos Santos, Rufino Pereira de Sousa, Ambrosio de Sousa Sobrinho, Inocêncio Pereira dos Santos, Manoel Sátiro da Silva e suas respectivas esposas doam uma gleba de terras com área de 10 alqueires goianos, equivalente a 48,40 hectares, para ser transformada em lotes residenciais no Distrito de Novo Alegre. A partir daí, são abertas avenidas, ruas e praças. São construídas várias casas de residências, comércios, igrejas evangélicas e católicas (a de São Francisco de Assis, padroeiro local, e a do Divino Pai Eterno. São inaugurados os serviços de abastecimento de água, de energia a motor em seguida, energia elétrica, campo de futebol e campo de aviação [esse em área suburbana]. O Grupo Escolar, em 1973, passa a condição de Escola Reunida Novo Alegre, e, posteriormente Colégio Estadual Dr. João D’Abreu, ministrando o antigo 1º e 2º Grau. É instalada, em 1986, a Escola Estadual Diolindo dos Santos Freire e em 1988, o Pré Escolar "Coelhinho Branco", que posteriormente recebe a denominação de Escola Municipal Juraíldes de Sena Abreu. Ainda na condição de Distrito são instalados Posto Telefônico e Agência Postal dos Correios e Telégrafos e construído um Parque de Vaquejada.

Um dos orgulhos da comunidade local é o Hino da Cidade de Novo Alegre de autorias dos senhores: Letra - Professor Ângelo Bruno e Música - Juarez de Oliveira Bílio, que foi oficializado pela Lei Orgânica do Município de Novo Alegre - TO, promulgada em 1993.

Fundação do município[editar | editar código-fonte]

O município de Novo Alegre é legalmente criado em 20 de fevereiro de 1991, através da Lei Estadual nº 251/91, publicada no Diário Oficial nº 79, de 14 de junho de 1991, após consulta prévia, mediante plebiscito, para emancipação do Distrito de Novo Alegre a ser desmembrado do município de Arraias, em cumprimento ao artigo 18, inciso XX – Ato das Disposições Constitucionais Transitórias da Constituição do Estado do Tocantins, de 05 de outubro de 1989.

A instalação administrativa do Município de Novo Alegre acontece no dia 1º de janeiro de 1993, com a posse do senhor Vicente Ferreira Confessor, primeiro Prefeito eleito na eleição majoritária de 03 de outubro de 1992. Antes dessa data Novo alegre era um distrito da cidade de Arraias.O Distrito de Novo Alegre contava com administradores subordinados ao prefeito de Arraias. Um nome que deixou marcas em sua boa administração foi o do Pastor Francisco Mamédio Filho (mais conhecido com Pastor Mamédio).Muitas das melhorias que essa cidade conseguiu foi devido ao seu esforço.

Foram os primeiros vereadores e constituintes da Lei Orgânica do Município de Novo Alegre - TO, promulgada em 1993: João Francisco de Souza, Paulino Pereira dos Santos, Sizenando Martins Neto, Nivardo Souza Guimarães, Alaides Gomes Souza, Valdemi José dos Santos, João Fulgêncio da Silva, Alamarques Arruda e Roberto Carlos Rodrigues Pereira.

Política[editar | editar código-fonte]

Em 1995, o então Prefeito Vicente Ferreira Confessor tem o mandato cassado, assumindo o seu vice, senhor Carlos Furtado de Araújo. Os gestores municipais seguintes foram: Germino José de Sousa (de 1997 a 2000, e 2001 a 2004) eleito vice-prefeito: Nivardo Souza Guimarães; Paulino Pereira dos Santos (governou de 2005 a 2008; vice-prefeito: José da Silva Oliveira; e, Wilson Souza e Silva, eleito para a gestão de 2009 a 2012, vice-prefeito: Nivardo Souza Guimarães.

Cultura e lazer[editar | editar código-fonte]

O município de Novo Alegre tem, dentre os eventos e festividades populares: O tradicional festejo do padroeiro São Francisco de Assis, que inicia no dia 25 de setembro e termina 04 de outubro; e, a festa de vaquejada, que acontece todos os meses de julho, que a cada ano se torna mais movimentada, a quadrlinha do mês de junho e a mini maratona de fim de ano[7] .

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  4. a b MAPA NOVO ALEGRE (em português) DB city.com. Visitado em 04 de julho de 2012.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2010). Visitado em 15 de fevereiro de 2014.
  6. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 11 dez. 2010.
  7. Vaquejada é adrenalina pura (em português) Nordeste Rural (21 de julho de 2006). Visitado em 04 de julho de 2012.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do Tocantins é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.