Nuclear Assault

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuclear Assault
Informação geral
Origem Nova Iorque, Nova Iorque
País  Estados Unidos
Gênero(s) Thrash Metal
Crossover Thrash
Período em atividade 1984 - 1995
2002 - 2008
2011 - presente
Gravadora(s) I.R.S. Records
Combat Records
In-Effect
Receiver Records
SPV
Página oficial www.nuclearassault.us
Integrantes
John Connelly
Scott Harrington
Dan Lilker
Glenn Evans

O Nuclear Assault é uma banda americana de thrash metal formada em Nova York. É uma das bandas mais extremas do estilo, com sua mistura de heavy metal, speed metal e crossover thrash.

História[editar | editar código-fonte]

A banda é formado em 1984 por Danny Lilker (que também foi membro fundador de bandas como Anthrax, S.O.D. e Brutal Truth). Depois de participar do primeiro disco do Anthrax, Fistful of Metal, de 1984, Danny juntou-se ao guitarrista/vocalista John Conelly (outro que estava presente nos primórdios do Anthrax), ao guitarrista Mike Bogush e ao baterista Scott Duboys para montar o Nuclear Assault. Os dois últimos músicos duraram apenas alguns meses, sendo logo substituídos por Anthony Bramante e Glenn Evans, respectivamente. Durante seus dez anos iniciais, a banda fez um speed metal passeando pelo crossover thrash com temas incisivos que tratavam de política, criticas sociais e capitalismo.

O álbum de estreia da banda foi Game Over, de 1986. Após um single do mesmo ano, chamado "Brain Death", a banda lança em 1987 The Plague, segundo disco.

As turnês ficaram cada vez maiores e entre elas o grupo grava Survive, que inclui o single "Fight to be Free" (ambos em 1988) e o Handle With Care, de 1989. Em seguida veio um álbum ao vivo intitulado Live at the Hammersmith Odeon (1990) e Out of Order (1991), último álbum com o baixista Danny Lilker, que saiu para começar o Brutal Truth, sua banda de grindcore. Em 1993, a banda ainda gravou Something Wicked, embora tenha acabado logo depois.

Danny Lilker continuou no Brutal Truth até o fim da banda em 1998 e logo apareceu mais um trabalho no S.O.D., o Bigger Than the Devil, de 1999. Depois ele sai desse grupo (por causa de alguns desentendimentos com Billy Milano[necessário esclarecer]).

Durante quase dez anos fora da banda, Danny recusou alguns pedidos de volta da banda, mas algum tempo depois acabou retornando com a formação original da banda. Após o seu retorno, a banda tocou no CBGB e em festivais como Metal Meltdown Fest em New Jersey, o Wacken Open Air na Alemanha e alguns shows no Brasil, onde tocaram em 1989 com o Sepultura abrindo para o grupo. Deste retorno resultou o disco ao vivo Alive Again, de 2003, marcando a volta definitiva da banda em sua formação original, exceto pela substituição de Bramante por Erik Burke. Após várias turnês a banda lança o novo trabalho de estúdio, Third World Genocide, lançado pela SPV. No mesmo ano, a banda faz mais um show pelo Brasil, junto com a os alemães do Sodom. Em outubro de 2006, a banda lançou o DVD Louder Harder Faster.

A banda voltou a ativa em outubro de 2011 e confirmou presença para o Metal Merchants Festival 2011.

Integrantes[editar | editar código-fonte]

Atuais[editar | editar código-fonte]

  • John Connelly - vocal & guitarra (1984-1995, 1997-1998, 2001-2008, 2011-presente)
  • Scott Harrington - guitarra (2005-2008, 2011-presente)
  • Dan Lilker - baixo, vocal (1984-1992, 1997-1998, 2001-2008, 2011-presente)
  • Glenn Evans - bateria (1984-1995, 1997-1998, 2001-2008, 2011-presente)

Ex-integrantes[editar | editar código-fonte]

  • Mike Bogush - guitarra (1984)
  • Anthony Bramante - guitarra (1985-1992), (2001-2002)
  • Erik Burke - guitarra (2002-2005)
  • Dave DiPietro - guitarra (1992-1995)
  • Eric Paone - guitarra (1998)
  • Scott Metaxas - baixo (1992-1995)
  • Scott Dubois - bateria (1984)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]