Numeração aborígene australiana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Uma concepção equivocada entre os que não têm real conhecimento sobre as línguas de aborígenes da Austrália é aquela de que tais etnias não sabem contar acima de dois ou três, não têm em suas línguas termos para esses números maiores. Esse mito sobrevive, sendo generalizado até hoje, inclusive para diversas outras etnias de cultura mais primitiva. Porém, Alfred William Howittt, que estudou os povos do sudoeste da Austrália, demonstrou o contrário desde o final do século XIX.

O sistema de numeração e contagem dos Aborígenes australianos era usado para enviar comunicações através de bastões de mensagem para clãs, tribos, vizinhas, para dar-lhes alertas, convidá-los para lutas programadas, para corroborees (encontros cerimoniais entre tribos), jogos de bola “marn groo” (diversos tipos de jogos com bola praticados pelos aborígenes, algo como futebol). Os números eram usados para informar datas dos encontros (em lunações), as distâncias entre os locais de jogos, etc. Os mensageiros tinha que saber a mensagem de cor e mesmo assim levar os bastões.

Os sistemas de numeração a seguir mostrados são aqueles dos falantes das línguas dos povos Wurundjeri e Wotjoballuk. Howitt escreveu que esses sistemas de numeração eram comuns e similares para quase todos os povos encontrados no sudoeste: "sua ocorrência nessas tribos sugere que tais sistemas devem ter sido bem gerais em uma parte considerável do hoje estado australiano de Vitória".

Como se pode ver nas tabelas abaixo, os nomes dados aos números se baseavam em partes do corpo humano, cujos nomes também eram bem curiosos, metafóricos e até poéticos em alguns casos. Os mensageiros apontavam para esses pontos do corpo para confirmar as quantidades em questão.

Sistema Wurundjeri[editar | editar código-fonte]

Nome aborígene Tradução literal Português Número
Būbūpi-mŭringya criança da mão dedo mínimo 1
Būláto-rável um pouco maior dedo anular 2
Būláto maior dedo médio 3
Urnŭng-mélŭk Urnŭng = direção + Mélŭk = larva encontrada em buracos de alguns Eucaliptos dedo indicador 4
Babŭngyi-mŭringya mãe da mão dedo polegar 5
Krauel punho 6
Ngŭrŭmbul garfo divergência dos tendões [[rádio (osso)|radiais
7
Jerauabil antebraço - extensão dos músculos radiais 8
Thánbŭr um local redondo parte interior do cotovelo 9
Berbert Pseudocheirus peregrinus, também o de bracelete feito do pelo desse animal e também do ponto do braço onde é usado. biceps 10
Wūling junta do ombro 11
Krakerap ”ponto da sacola”, da bolsa, onde a alça da bolsa se apoia
clavícula 12
Gūrnbert colar feito de plantas, ou onde no corpo se usam tais colares
pescoço 13
Kŭrnagor ponto final de uma colina, de uma espora ou encosta lóbulo auricular 14
Ngárabŭl encosta, meio, de uma colina sutura lateral do crânio 15
Bŭndale ponto de corte, o ponto onde se fende algo com um instrumento afiado.
de bundaya=cortar
topo da cabeça 16

Howitt informou que "de 16 em diante a contagem desce pelo outro lado pelas suas partes equivalentes, o que aumenta bem o limite da contagem" que vai até 31.

Sistema Wotjoballuk[editar | editar código-fonte]

Nome aborígene Tradução literal Português Número
Giti mŭnya mão pequena dedo mínimo 1
Gaiŭp mŭnya de gaiŭp = um, mŭnya = não dedo anular 2
Marŭng mŭnya de marung = pinho do deserto (Callitris verrucosa).
(é o dedo maior, e esse pinho é mais alto que as demais árvores
na terra Wotjo)
dedo médio 3
Yolop-yolop mŭnya de yolop =apontar ou mirar
dedo indicador 4
Bap mŭnya de Bap = mão + mŭnya = mãe dedo polegar 5
Dart gŭr de dart = buraco + gur = braço junta da mão com braço 6
Boibŭn pequeno inchaço
(dos flexores
, músculos do antebraço)
antebraço 7
Bun-darti buraco, refere-se ao interno vazio
do cotovelo
interior do cotovelo 8
Gengen dartchŭk de gengen = amarrar + dartchuk = braço.
ou Pseudocheirus peregrinus, também o de bracelete
feito do pelo desse animal e também do ponto do braço onde é usado.
.
biceps 9
Borporŭng ponto do ombro 10
Jarak-gourn colar feito de plantas, ou onde no corpo se usam tais colares
garganta 11
Nerŭp wrembŭl de nerŭp = a parte traseira ou base de algo
+ wrembŭl= ouvido
lóbulo auricular 12
Wŭrt wrembŭl'' de wŭrt = acima e também atrás
+ wrembŭl = ouvido
parte acima e atrás
da orelha
13
Doke doke de doka = mover sacudir a cabeça 14
Det det dura, resistente coroa da cabeça 15

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • "Notes on Australian Message Sticks and Messengers", AW Howitt, FGS, Journal of the Anthropological Institute, pp 317–8, London, 1889, reprinted by Ngarak Press, 1998, ISBN 1-875254-25-0