Nunatak

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nunataks na costa leste da Groelândia

Nunatak (do inuíte nunataq) é uma parte, frequentemente rochosa, de um tergo, montanha ou pico que não está coberta de gelo ou neve, embora esteja em uma geleira ou campo de gelo. O termo é usado tipicamente para picos expostos em áreas cobertas por gelo eterno.

Os nunataks são referências facilmente identificáveis nas geleiras, e frequentemente recebem nomes. Também é comumo que neles acampem expedições científicas temporariamente, ou se construam bases permanentes; por exemplo, a base antártica argentina Belgrano II fica sobre o Nunatak Bertrab.

As formas de vida nos nunataks são frequentemente isoladas pelo gelo, que cria habitats únicos: as condições são, por vezes, semelhantes a ecossistemas insulares. Os nunataks são geralmente angulares e irregulares, devido à erosão glacial, o que contrasta com os contornos mais suaves do solo erodido abaixo, visíveis quando a geleira diminui.

A palavra nunatak, de origem inuíte,[1] e é usada em idiomas da Europa Ocidental desde cerca de 1870.

Uma banda, composta por cientistas que tocaram na Antártida durante o Live Earth de 2007, é chamada Nunatak.

Referências na literatura[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Merriam-Webster: nunatak [1]
Ícone de esboço Este artigo sobre Geologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.