Nynetjer

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Nynetjer ou Ninetjer (c.c. 2850-2800 a.C.), que significa "À Semelhança de Deus" 1 ), foi o terceiro rei da II dinastia egípcia.


Titularia[editar | editar código-fonte]

História[editar | editar código-fonte]

Nynetjer governou a partir de Mêmfis e é bem conhecido especialmente através da Pedra de Palermo, onde se mencionam várias cerimônias religiosas e festivais anuais a partir do ano 6 até o ano 20 de seu governo. Manetão diz que ele governou por 40 anos com base na inscrição que mostrou que o censo bienal tinha sido executado pela primeira vez noa ano 17. Todas essas anotações se referem a eventos no Baixo Egito.

O nome dele foi encontrado em inscrições em todo o Egito, especialmente em um número de mastabas em Saqqara, que provavelmente pertenciam a seus funcionários. Seu nome também está em uma mastaba em Giza e em Abydos. Em Abidos, foi encontrado em um pedaço de pedra no túmulo de Peribsen, um rei posterior.

Alguns egiptólogos nomeiam Ninetjer antes Weneg, e outros depois dele. É bem possível que eles governaram simultaneamente em diferentes partes do Egito.

Provavelmente Nynetjer está enterrado em Saqqara, ao sul da pirâmide de Djoser, próxima a tumba de Hotepsekhemwy. A tumba em Saqqara é pequena e quase irregular na sua planta, possivelmente devido à qualidade da rocha em que ela é cortada. Os corredores estão inacabados, sugerindo que o trabalho começou quando um faraó tomou posse e deixou quando este morreu. Ela continha milhares de múmias da Baixa Época, e mesmo depois, o que sugere enterros intrusivos em túmulos disponíveis.

Precedido por
Nebré
Faraó
2847 a.C. - 2800 a.C.
Sucedido por
Senedj

Referências

  1. Peter Clayton, Chronicle of the Pharaohs, Thames and Hudson Ltd, 2006 paperback, p.26 ISBN 0-500-28628-0
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia egípcia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.