Nzema

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Os Nzema são um povo akan, em número de aproximadamente 328.700 pessoas, dos quais 262.000 vivem no sudoeste de Gana e 66.700 vivem no sudeste da Costa do Marfim.

Falam uma língua também chamada nzema, conhecida também como nzima ou appolo, classificada lingüisticamente nos grupos niger-congo, congo-atlântico, congo-volta, kwa, nyo, potou-tano, tano, central, língua de Bia.

Compartilha 60% de inteligibilidade com o jwira-pepesa e se aproxima do ahanta, do anyi e do baule. Os Nzema são na maior parte fazendeiros. Seu calendário tradicional se organiza em ciclos de sete dias, e estes por sua vez seguem um ciclo de três semanas.

Um festival religioso kundum ocorre anualmente começando nas regiões leste e passando às sudoeste de Ahanta. Entre outras coisas, este festival é a principal ocasião em que as canções satíricas avudewene são executadas por jovens. A linhagem entre os Nzema é matrilinear. O filósofo do século XVIII Anton Wilhelm Amo, educado na Europa, era um Nzema.