O Arqueiro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2009). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Harlequinn
O Arqueiro
O Arqueiro (BR)
Capa do livro da edição brasileira.
Autor (es) Bernard Cornwell
Idioma Inglês
País Inglaterra
Género Literatura medieval
Série A Busca do Graal
Espaço onde decorre a história Idade Média
Editora HarperCollins
Lançamento 16 de outubro de 2000
Edição portuguesa
Edição brasileira
Tradução Luiz Carlos do Nascimento Silva
Editora Editora Record
Lançamento 2011 (19ª Edição)
Páginas 444
ISBN 978-85-01-06170-6
Cronologia
Último
Último
Excalibur
O Condenado
Próximo
Próximo
O Arqueiro (publicado originalmente na Inglaterra sob o título Harlequinn e nos EUA sob o título The Archer's Tale) é um livro escrito pelo inglês Bernard Cornwell, sendo o primeiro dos três volumes da trilogia A Busca do Graal (os outros dois são O Andarilho e O Herege).

A historia passa durante o período da guerra dos cem anos. Thomas de Hookton, então um simples camponês, filho de um padre, é o protagonista da trama. Após seu vilarejo ser atacado e roubada uma reliquia, Thomas se ve enlaçado numa busca desesperado por respostas do passado e da família de seu pai. O livro é apenas o início da aventura que continua em mais dois livros: O Andarilho e O Herege

Sinopse oficial[editar | editar código-fonte]

O arco longo, uma arma mortífera, tornou o exército inglês o mais poderoso da Europa, no século XIV, quando o continente viu surgir um dos maiores conflitos armados de todos os tempos: A Guerra dos Cem Anos. O escritor Bernard Cornwell, apaixonado estudioso de história militar, parte desse episódio para escrever um de seus melhores romances, em que o jovem arqueiro Thomas, sem querer, é colocado na trilha do lendário Santo Graal.

Thomas tem apenas 18 anos quando sua aldeia é atacada por um homem misterioso, conhecido apenas como Arlequin. Ele lidera um grupo de guerreiros com uma missão: roubar a lança de São Jorge. Uma das maiores relíquias da cristandade. O jovem escapa e promete ao pai moribundo vingar-se dos agressores e recuperar o objeto precioso. Deixa o que restou do povoado e viaja para o outro lado do Canal da Mancha, onde se junta a grupos de arqueiros ingleses em permanente combate com os franceses. Começam, então, suas aventuras em campos de batalha. O que ele ainda não sabe é que terá de enfrentar um grande mistério que assombra sua vida: os planos diabólicos do famigerado Arlequin, que podem afetar o destino de muitos reinos poderosos.

Cornwell consagrou-se entre os leitores com sua releitura das aventuras de Artur e seus cavaleiros, realizada a partir de descobertas arqueológicas recentes. A mesma riqueza de detalhes e descrição de batalhas e personagens é encontrada em O Arqueiro. Um romance apaixonante sobre um dos períodos mais conturbados da História Inglesa.