O Astro (2011)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2011).
Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
O Astro
Logotipo da telenovela
Informação geral
Formato Telenovela
Duração 40 minutos (Terça, Quinta e Sexta)
15 a 20 minutos (Quarta)
Criador(es) Alcides Nogueira
Geraldo Carneiro, baseado na obra de Janete Clair
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Mauro Mendonça Filho[1]
Elenco Rodrigo Lombardi
Carolina Ferraz
Thiago Fragoso
Regina Duarte
Alinne Moraes
Daniel Filho
Marco Ricca
Humberto Martins
Henri Castelli
Antônio Calloni
Rosamaria Murtinho
Tato Gabus Mendes
Francisco Cuoco
ver mais
Tema de abertura "Bijuterias", João Bosco
Tema de
encerramento
"Bijuterias", João Bosco e outras músicas
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Formato de exibição 1080i (HDTV)
Transmissão original 12 de julho de 2011 - 28 de outubro de 2011
N.º de episódios 64[2]
Cronologia
Último
Último
Gabriela
Próximo
Próximo
Programas relacionados O Astro (1ª versão da novela em 1977)

O Astro é uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida entre 12 de julho e 28 de outubro de 2011, em 64 capítulos.

Baseada na telenovela homônima de Janete Clair, foi escrita por Alcides Nogueira e Geraldo Carneiro, com colaboração de Tarcísio Lara Puiati e Vitor de Oliveira, tendo direção de Fred Mayrink, Allan Fiterman e Noa Bressane, direção geral de Mauro Mendonça Filho e direção de núcleo de Roberto Talma, sendo a primeira "novela das onze" a ser exibida pela emissora. Ganhou o Emmy Internacional Awards 2012 na categoria de melhor telenovela.[3]

O remake foi escrito para comemorar os sessenta anos da telenovela brasileira[4] .

Contou com Rodrigo Lombardi, Carolina Ferraz, Alinne Moraes, Thiago Fragoso, Humberto Martins, Rosamaria Murtinho, Guilhermina Guinle, Simone Soares, Antônio Calloni, Fernanda Rodrigues, Henri Castelli, Juliana Paes, Marco Ricca, Daniel Filho e Regina Duarte interpretaram os papéis principais da trama.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Em 2002, Herculano e seu parceiro Neco aplicam um golpe na paróquia da cidade de Bom Jesus do Rio Claro e são descobertos. Neco foge com todo o dinheiro, e Herculano, traído, é ameaçado de linchamento pela população e acaba se entregando às autoridades, para escapar da fúria da cidade. Encobertado pelo vigário, Herculano escapa deixando para trás a mulher, Doralice, e o filho pequeno, Alan prometendo voltar para buscá-lo.[5] Na cadeia, Herculano conhece Férragus, um misterioso homem condenado a quinze anos de pena por estelionato, e com ele aprende supostos poderes e truques, entre eles a vidência.

Em 2010, Herculano cumpre sua pena e sai da cadeia, recebendo de presente de Férragus uma ametista da sorte. Ele vai para o Rio de Janeiro onde passa a apresentar shows de ilusionismo na boate Kosmos, na Lapa com o pseudônimo Professor Astro, usando a ametista que ganhou de presente em seu turbante.

Neco, depois de fugir, casou-se com Laura, dona de um salão de beleza na Penha e com ela teve dois filhos. Em uma de suas apresentações, Herculano finalmente reencontra seu rival, e o humilha em público. Herculano também usa seus truques de sedução para conquistar o coração de Amanda, uma bela arquiteta que acaba se apaixonando por ele. No final, terminam juntos. [1] .[2] [6] [7]

Do outro lado da história está o clã dos Hayalla. O poderoso empresário Salomão Hayalla tem como sócios em seus negócios os irmãos Samir, Youssef e Amin, e o amigo Assunção. Casado com a fútil Clô, Salomão deseja que o filho, Márcio, assuma seu lugar nos negócios da família, dona de uma importante rede de supermercados. Só que o filho se recusa a assumir os negócios. Rebelde, nunca aceitou o dinheiro de seu pai.

Ao longo da trama Márcio tem um filho com Jôse, filha de Assunção. Mas acaba se envolvendo com Lili, irmã de Laura, uma moça bonita e independente que inicialmente sofre pelos assédios de seu cunhado.[1] [6] [7]

Abandonando a casa do pai (depois de ser internado à força), Márcio conhece Herculano e, influenciado por ele, resolve assumir sua condição de herdeiro do império Hayalla e acaba levando o amigo para a diretoria das empresas.

Samir, um dos irmãos de Salomão, passa a odiar Herculano e tenta botar todos contra o vidente, uma vez que sempre tentou conquistar Amanda e ambiciona ser o grande líder da empresa do irmão. [6] [7]

Os desencontros entre Márcio e Lili são fortalecidos por Clô, que não aceita Lili, principalmente pelo fato da moça já ter tido um affair com Salomão, e vê na jovem Jôse, completamente apaixonada por Márcio, a mulher ideal para o filho.[6] [7]

Cerqueira é amigo dos Hayalla e um dos diretores da construtora Mello-Assunção. É pai de Felipe, um jovem mal caráter que se envolve com Clô, interessando-se em seu dinheiro.[6] [7]

Mas o misterioso assassinato de Salomão Hayalla desencadeia uma série de conflitos na vida dos personagens. Enquanto avançam as investigações acerca do crime, Samir (acionista) e Herculano (executivo, que mais tarde se casa com Amanda), ambos trabalhando nas empresas Hayalla, travam uma batalha para garantir o comando dos negócios. Nesta batalha, ocorrem mútuas acusações de supostas falcatruas. Além disso, vários segredos de família são revelados conforme a investigação do detetive Eustáquio.[6] [7]

No meio da trama, ainda é introduzida a bela Nina, nova secretária do Grupo Hayalla. Nina se envolve com Herculano e, sob a ameaça dos irmãos Hayalla de perder seu emprego, usa sua aproximação contra ele.[6] [7]

Final da trama[editar | editar código-fonte]

Os ritos finais da trama, porém desencandeiam uma série de descobertas e acontecimentos. Um deles é quando Felipe é assassinado na prisão a mando de Samir e com a ajuda de Neco, após ser preso por confessar ter roubado ações do Grupo Hayalla e com isso, revelar falcatruas que Samir cometia na empresa, fato esse que predominou a prisão de Samir. Outros acontecimentos ocorrem como o suicídio de Tia Magda ao ser expulsa da mansão Hayalla quando é descoberto que ela fazia a cabeça de Salomão contra Clô; a fuga desesperada de Herculano (da "Operação Dia das Bruxas", da Polícia Federal), que se vê longe de Amanda; a morte de Neco que em uma tentativa de matar Lili com um maçarico é assassinado por sua sogra Consolação, que atira no bandido em uma tentativa de salvar as filhas Lili e Laura, esta última que encontrava-se presa no porão da casa. A Polícia está cada vez mais perto do assassino de Salomão, quando é descoberto então o grande mistério: quem matou Salomão foi sua ex-mulher Clô Hayalla, o atirando da janela da própria casa, fato esse que ninguém desconfiava. Clô confessa o crime e revela que assassinou o marido para proteger seu filho da ditadura do pai, e é presa, porém não foi só ela que queria acabar com Salomão. Inácio, o mordomo, teria envenenado Salomão ao colocar veneno em seu remédio, e Nádia, teria tentado matar Salomão com uma arma conquistada por Youssef. Assim, Inácio, Nádia e Youssef também vão presos, assim como Clô, a verdadeira assassina de Salomão Hayalla.[8] [9] [10] [11] [12]

Foi reapresentada na SIC entre 2 de julho de 2012 e 5 de outubro de 2012, substituindo Insensato Coração e sendo substituída por Avenida Brasil.

Beatriz descobre os planos de Neco, com ele já morto, e em um golpe do destino, é apontada como a nova diretora do Grupo Hayalla, depois do afastamento provisório de Márcio, que resolve tirar férias com seu grande amor, Lili. No final, Herculano é contratado como assessor do Presidente de um país da América Latina. Amanda vai ao seu encontro, no entanto, Herculano é morto num atentado. Na última cena, Amanda aparece com seu filho Benjamin em uma ilha deserta, onde tem uma visão de Herculano, que supostamente, estaria transmitindo seus poderes ao filho. Não se sabe ao certo se trata-se da realidade ou de mais uma ilusão. [13] .

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Rodrigo Lombardi interpretou o protagonista Herculano Quintanilha
Carolina Ferraz interpretou Amanda Mello Assunção.
Regina Duarte interpretou a antagonista Clô Hayalla.
Alinne Moraes interpretou Lilian "Lili" Paranhos.
Thiago Fragoso interpretou Márcio Hayalla.
Fernanda Rodrigues interpretou a doce Jôse Assunção
Henri Castelli interpretou Felipe Cerqueira
Francisco Cuoco interpretou Ferragus.
Juliana Paes fez uma participação especial como Nina.
Ator Personagem [14] [15]
Rodrigo Lombardi Herculano Quintanilha (Professor Astro)[16]
Carolina Ferraz Amanda Mello Assunção Quintanilha[17]
Thiago Fragoso Márcio Hayalla[17]
Alinne Moraes Lili (Lilian Paranhos Hayalla)[18]
Regina Duarte Clô (Clotilde Magalhães Sampaio Hayalla)
Daniel Filho Salomão Hayalla
Fernanda Rodrigues Josephine "Jôse" Mello Assunção
Marco Ricca Samir Hayalla[19]
Humberto Martins Neco (Ernesto Ramires de Oliveira)
Guilhermina Guinle Beatriz Schneider[20]
Henri Castelli Felipe Cerqueira[17]
Juliana Paes Nina Moratti[21]
Rosamaria Murtinho Tia Magda (Magda Sampaio Magalhães)
Simone Soares Laura Paranhos de Oliveira
Antônio Calloni Natalino "Natal" Pimentel
Tato Gabus Mendes Amin Hayalla[22]
Vera Zimmermann Nádia Cury Hayalla[23]
Carolina Kasting Jamile Hayalla
Daniel Dantas Inspetor Eustáquio Novaes
Reginaldo Faria Adolfo Mello Assunção
Mila Moreira Miriam Lambert Peranhos Mello Assunção[24] f>
José Rubens Chachá Youssef Hayalla[23]
Bel Kutner Sílvia[22]
Selma Egrei Consolação Paranhos
Ellen Rocche Valéria dos Santos
Celso Frateschi Nelson Cerqueira[25]
Sérgio Mamberti Padre Laurindo
Pascoal da Conceição Inácio
João Baldasserini Henri Sorei
Frank Menezes Cleiton
Bernardo Marinho Alan Quintanilha
Luca de Castro Joaquim
Maria Pompeu Dalva
Marcela Muniz Doralice
Rodrigo Mendonça Ubiraci
Izak Dahora Dimas dos Santos
Lara Rodrigues Lurdes "Lurdinha" Gusmão
Natália Souto Das Dores (Maria das Dores Ferreira)
Jefferson Goulart Aminzinho (Amin Hayalla Filho)
Hanna Romanazzi Luísa Belucci
Luiz Magnelli Galego
Tuna Dwek Nilza
Carolina Chalitta Tânia
Mariana Bassoul Carmem
Rafael Losso Olavo
Úrsula Corona Elizabeth
Rafael Primot Artur
Pablo Sanábio Pablo Banderas
Jonas Mello Dr. Alberico
Francisco Cuoco Ferragus[26]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Maurício Stycer, do UOL, avaliou positivamente o primeiro capítulo: "Numa das primeiras cenas de 'O Astro', dentro do presídio onde Herculano Quintanilha (Rodrigo Lombardi) cumpre pena, o misterioso Ferragus (Francisco Cuoco) ensina: 'Todos os seres humanos querem ser enganados, sobretudo as mulheres. Enganar com elegância é a alma do negócio'. A frase pode ser lida como uma homenagem a Janete Clair (1925-1983). Nenhum outro autor de novelas soube 'enganar' o público com tanta “elegância” quanto a autora da versão original de 'O Astro', exibida entre 1977 e 1978. (...) Exibido sem intervalos comerciais, por 50 minutos, o primeiro capítulo de 'O Astro' foi capaz, como fazia Janete Clair, de 'enganar com elegância', ou seja, de entreter com inventividade e qualidade. Tomara que continue assim", disse[27] .

Jorge Luiz Brasil, editor-chefe da revista especializada Minha Novela, apresentou crítica também favorável, mas menos positiva: "[Foi] o excesso dessas duas características [agilidade e dinamismo] o grande problema da estreia de O Astro. Achei tudo corrido demais. Não vi necessidade para Herculano Quintanilha (Rodrigo Lombardi) passar por tantos percalços de maneira tão rápida. Os autores poderiam ter aproveitado melhor a traição que ele sofreu de Neco (Humberto Martins) e os ensinamentos que recebeu de Ferragus (Francisco Cuoco) na prisão. (...) Não ficou claro porque Márcio era tão revoltado com Salomão e o empresário precisaria ter aprontado muito para o rapaz ter motivos para estragar a inauguração do supermercado dele e surgir nu na festa chiquérrima de aniversário do Grupo Hayalla. Esta cena, aliás, foi emblemática na versão de 1977, mas aqui perdeu a força"[28] .

Classificação Indicativa[editar | editar código-fonte]

O ministério da justiça brasileiro classificou a trama como inadequada para menores de dezesseis anos, por conter cenas de relação sexual, carícias íntimas e nudez. [29]

Mas a partir de 13 de setembro de 2011, o Ministério interveio na trama e diminuiu sua classificação e ela passou a ser inadequada para menores de quatorze anos.[30]

Audiência[editar | editar código-fonte]

O primeiro episódio obteve 28 pontos na medição do Ibope, um número acima do que vinha até então sendo conquistado pela emissora no horário[31] [32] .

A trama bateu recorde de audiência no capítulo 15, exibido em 4 de agosto de 2011. Foram registrados 23 pontos de média, maior audiência desde a estréia. No capítulo foi exibida a cena da morte de Salomão Hayalla, e dando início a um mistério que durou até o fim da trama. [33]

O último capítulo teve uma média de 26 pontos.[34] A trama teve média de 19 pontos.

Significado[editar | editar código-fonte]

Algumas fontes descrevem a história como uma inspiração no "bruxo" Gregori Rasputin, um homem do povo que, usando supostos "poderes" ou "truques", dependendo do ponto de vista, acaba se tornando um conselheiro da corte (na época, o Tzar) e sofrendo vários atentados[35] [36] .

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Confira abaixo a lista das músicas que compõem a trilha sonora de O Astro[37] [38] :

  1. "Bijuterias" – João Bosco (tema de abertura)
  2. "Easy" – André Leonno (tema de Herculano e Amanda)
  3. "Quando o Sol Bater na Janela do Teu Quarto" – Legião urbana (tema de Lili e Márcio)
  4. "Eu Nunca te Esqueci (Always on my mind)" – Julio Iglesias (tema de Natal e Laura)
  5. "É Hora" – Djavan (tema de locação: Penha)
  6. "Canção de Amor Rasgado" – Danilo Caymmi (tema de Jose)
  7. "Depois dos Temporais" – Ivan Lins (tema de Alan e Doralice)
  8. "Não me Amarra Não" – Samba de Rainha (tema de Natal)
  9. "Eu Não estou Nesses Planos" – Gabriel Guerra (tema de Jose e Márcio)
  10. "Ela Quer Provocar" – Seu Cuca
  11. "Juras" – Rosa Passos
  12. "Para Não Parar de Sambar" - Aleh (tema de Lili)
  13. "Amor Meu Grande Amor" - Taryn Spilzman (tema de Herculano e Nina)
  14. "Loucuras" – Maria Bethânia
  15. "Momentos" – Bebel Gilberto (tema de locação)
  16. "Dont’t Let Me Be Misunderstood" – Dan Torres
  17. "Stalling for Time" – Caetano Veloso
  18. "The Story of our Lives" – Alex Dimou
  19. "Last Dance" – Donna Summer (tema para festas)
  20. "Can’t Get Enough of You Love Baby" – Barry White (tema para festas)
  21. "You’re the First, The Last, My Everything" – Barry White (tema para festas)

Exibições internacionais[editar | editar código-fonte]

No mercado internacional, a trama já é sucesso de vendas e foi adquirida por países como Coréia do Sul, Sérvia, Equador, Uruguai e Portugal. [39]

País Título Emissora(s)
 Brasil O Astro Rede Globo
 Portugal SIC
Uruguai El Astro Teledoce
Equador Ecuavisa
 Coreia do Sul 일루젼 TeleNovela
Costa Rica El Astro Canal 7
Nicarágua Televicentro
 Bolívia Unitel
Paraguai Paravision
 México Tv Azteca
 Estados Unidos Telemundo
 Chile La Red
 Geórgia ვარსკვლავი Rustavi 2 [40]
 Suécia The Illusionist Kanal Global
 Sérvia Iluzionista Happy TV
 Montenegro Илузиониста TV Vijesti

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Ano Prêmio Categoria Indicação Resultado
2011 Prêmio Extra de TV Melhor novela O Astro Indicado[41]
Melhor ator Rodrigo Lombardi Indicado[42]
Melhor atriz Alinne Moraes Indicado[43]
Carolina Ferraz Indicado[43]
Melhor ator coadjuvante Humberto Martins Indicado[44]
Prêmio Contigo de TV Melhor atriz coadjuvante Fernanda Rodrigues Indicado[45]
2012 Prêmio Emmy Internacional Melhor novela O Astro Venceu[46]

Referências

  1. a b c Especial: "O Astro" volta às telinhas após mais de trinta anos.
  2. a b Flávio Ricco (31 de julho de 2011). "O Astro" vai terminar com 64 capítulos UOL. Página visitada em 1 de agosto de 2011.
  3. http://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2012/11/o-astro-e-mulher-invisivel-ganham-premio-emmy-internacional.html
  4. NaTelinha entrevista o autor de "O Astro".
  5. Agência Estado (12 de julho de 2011). Globo festeja 60 anos de novela no País com 'O Astro' Paraná Online. Página visitada em 25 de setembro de 2011.
  6. a b c d e f g O Astro 2011 - Ficha tecnica Contigo!. Página visitada em 25 de setembro de 2011.
  7. a b c d e f g Nilson Xavier. O Astro 2011 - Ficha técnica - Teledramaturgia Teledramaturgia. Página visitada em 25 de setembro de 2011.
  8. Fim do mistério: Clô matou Salomão Hayalla.
  9. Final: Consolação atira e mata Neco ao tentar defender Lili de agressão.
  10. Final: Samir termina atrás das grades.
  11. Final: Expulsa da mansão, Magda dá fim à sua vida em um quarto de hotel.
  12. Reveja: Felipe é morto dentro da prisão.
  13. Final: Sonho ou realidade? Amanda e Herculano brincam com o filho na praia.
  14. http://tvg.globo.com/novelas/o-astro/personagens/
  15. http://contigo.abril.com.br/producoes/novela/o-astro-2011/quem-e-quem#persnav=1
  16. O Astro. Saiba como Lombardi se transforma em Herculano Quintanilha, o Professor Astro.
  17. a b c O Astro. Elenco se reúne para assistir ao primeiro capítulo da trama.
  18. O Astro. Figurino de Lili é inspirado no subúrbio do Rio de Janeiro.
  19. Erro de citação: Tag <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas veruska
  20. Guilhermina Guinle conta sobre Beatriz, cenas de nudez e suas tatuagens.
  21. Juliana Paes entra em 'O Astro' e forma par com Lombardi Terra. (3 de setembro de 2011).
  22. a b Uma mulher passional Rede Globo.
  23. a b Vera Zimmermann é a dissimulada Nádia.
  24. UOL. Atriz Mila Moreira está no elenco de "O Astro".
  25. Rede Globo. Henri Castelli vai dar vida a um sociopata.
  26. O Astro. Francisco Cuoco lembra o primeio O Astro e fala do personagem da nova versão.
  27. Homenagem a Janete Clair, "O Astro" lembra que as novelas sabiam "enganar com elegância".
  28. Excesso de agilidade prejudica o primeiro capítulo de "O Astro".
  29. O Astro' 2011 terá cenas mais 'ousadas Veja (18 de junho de 2011).
  30. Para Ministério da Justiça, O Astro é novela das nove, não das onze Paraíba Agora (13 de setembro de 2011).
  31. Estreia de "O Astro" levanta audiência da Globo no horário.
  32. O Astro estreia com altos índices de audiência na Globo Natelinha (12 de julho de 2011). Página visitada em 15 de dezembro de 2011.
  33. Morte de Salomão Hayalla bate recorde e ofusca concorrentes RD1 (5 de agosto de 2011).
  34. http://natv.ig.com.br/index.php/2011/10/29/ultimo-capitulo-de-o-astro-marca-tres-pontos-a-menos-que-a-novela-registrou-na-estreia/
  35. Carneiro, Geraldo, Várias Noites, 2011
  36. Reis, Luiz Felipe, O Astro, um Mistério de Janete Clair Volta à TV, Jornal O Globo, 2011
  37. http://tvg.globo.com/novelas/o-astro/Fique-por-dentro/noticia/2011/10/trilha-sonora-musicas-da-novela-o-astro.html
  38. http://memoriaglobo.globo.com/Memoriaglobo/0,27723,GYN0-5273-278206,00.html
  39. http://www.globotvinternational.com/newsDet.asp?newsId=239
  40. O charme de ‘Gabriela’ e de outras produções da Globo em breve vão encantar a Geórgia
  41. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: Cordel encantado fatura como melhor novela do ano (em português) Extra Online. Página visitada em 29 de novembro de 2011.
  42. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: Gabriel Braga Nunes leva o prêmio de melhor ator pelo vilão Léo (em português) Extra Online. Página visitada em 29 de novembro de 2011.
  43. a b Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: Andrea Beltrão é a melhor atriz (em português) Extra Online. Página visitada em 29 de novembro de 2011.
  44. Redação Extra Online (29 de novembro de 2011). Prêmio Extra de TV: André Gonçalves brilha em ‘Morde & assopra’ e conquista o título de melhor ator coadjuvant​e (em português) Extra Online. Página visitada em 29 de novembro de 2011.
  45. http://contigo.abril.com.br/eventos/14-premio-contigo-de-tv/indicados
  46. Redação Veja Online (08 de outubro de 2012). Prêmio Veja: 'O Astro' é indicada ao Emmy Internacional (em português) VejaOnline. Página visitada em 08 de outubro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]