Le Grand Meaulnes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Le Grand Meaulnes
Le Grand Meaulnes
O Grande Meaulnes (PT)
O Bosque das Ilusões Perdidas (BR)
Le Grand Meaulnes Book.jpg
Autor (es) Alain-Fournier
Idioma Francês
País  França
Género romance
Lançamento 1913
Edição portuguesa
Tradução Vasco Botelho de Amaral
Editora Educação Nacional
Lançamento 1939
Páginas 374
Edição brasileira
Tradução Maria Helena Trigueiros
Editora Editora Nova Fronteira
Lançamento 1977

Le Grand Meaulnes é o único romance do escritor francês Alain-Fournier, que morreu pouco depois, em 1914, num dos primeiros enfrentamentos da Primeira Guerra Mundial. No livro, François Seurel, aos 15 anos, narra a história de seu relacionamento com o amigo Augustin Meaulnes, de 17 anos, que procura por seu amor perdido. Impulsivo, imprudente e heroico, Meaulnes encarna o romantismo ideal, a busca para o inalcançável e o misterioso mundo entre infância e idade adulta. No Brasil, tanto o livro quanto o filme por ele inspirado receberam o nome de “O Bosque das Ilusões Perdidas”, em Portugal o livro intitula-se “O Grande Meaulnes”.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

François, o narrador do livro, é o filho do Sr. Seurel, um diretor de escola em uma aldeia de Sologne, uma região de lagos e florestas arenosas. Depois de chegar à escola, seu amigo Augustin Meaulnes, que vem de uma família pobre, logo desaparece. Quando ele retorna, relata ter ido à uma festa a fantasia incrível e mágica, onde conheceu a garota de seus sonhos, Yvonne de Galais, e passa a procurá-la romântica e insistentemente.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Adaptações[editar | editar código-fonte]

Le Grand Meaulnes foi produzido pelo programa da BBC Radio 4 Book at Bedtime, em 1980 e reprisado em 1999. Uma série em dois capítulos por Jennifer Howarth foi ao ar como Classic Serial em agosto de 2005.

O livro foi adaptado em um filme de mesmo nome por Jean-Gabriel Albicocco em 1967. Outra adaptação para o cinema, “Le Grand Meaulnes”, foi lançada em novembro de 2006, estrelado por Jean-Baptiste Maunier.

Le Grand Meaulnes é a 4ª Sinfonia composta por Michel Bosc.

Richard Anthony transformou o romance em uma canção pop.

Traduções e edições em língua portuguesa[editar | editar código-fonte]

  • A Editora Nova Fronteira fez a 1ª edição em 1977 (1ª edição), sob a tradução de Maria Helena Trigueiros, a 2ª edição em 1979 (Coleção Grandes Romances), depois em 1984.
  • O Círculo do Livro, com direitos adquiridos pela Nova Fronteira, fez edições em 1981, 1982, 1989.
  • A Abril Cultural o publicou em sua Coleção Grandes Romancistas, em 1985.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • FOURNIER, Alain (s.d.), O Bosque das Ilusões Perdidas, São Paulo: Círculo do Livro S. A.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]