O Chinês Americano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Chinês Americano
Autor (es) Gene Luen Yang
Idioma inglês
País  Estados Unidos
Género Quadrinho
Ilustrador Lark Pien
Tradutor Beth Vieira
Editora Henry Holt & Company
Lançamento 2006
Páginas 233

O Chinês Americano (título original em inglês:American Born Chinese) é um livro escrito pelo renomado autor Gene Luen Yang[1] [2] e publicado pela editora Henry Holt & Company e no Brasil pela editora Quadrinhos na Cia. Foi o primeiro álbum de quadrinhos a ser indicado ao National Book Award, um dos maiores prêmios literários do mundo.[3] Venceu o Michael L. Printz Award no ano de 2007,[4] prémio literário dado pela American Library Association para melhor livro escrito para adolescentes.

O livro narra três histórias paralelas. Uma sobre um imigrante chinês na América, outra sobre um garoto americano que nas ferias é visitado pelo primo. As duas histórias são completadas pela recriação da lenda do Rei Macaco. [5]

Enredo[editar | editar código-fonte]

Numa história, o personagem Jin Wang, que veio da China para viver nos Estados Unidos, vive um período de adaptação à nova realidade, visto que as culturas dos dois país são diferentes. Vive no isolamento e sujeito à ignorância, chegando mesmo a ser rejeitado pelos colegas da escola, nomeadamente por Peter Garbinsky, devido a atitudes de preconceito em relação à cultura do país de onde imigrou. Na classe de Jin Wang, ele não é o único chinês, existe também uma rapariga de nome Suzy Nakamura, ingressando também posteriormente outro, Wei-Chen, de quem se torna amigo.

Passado algum tempo, já adolescente, apaixona-se por Amelia Harris. Para conseguir que ela sinta algo por ele, altera o comportamento e a sua aparência, ajustando o corte de cabelo. Wei-Chen ajuda o amigo na tarefa. Mais tarde Jin consegue convencê-la a saírem juntos, ao cinema, mas no encontro nada acontece.

Após algumas peripécias, numa noite, quando ia dormir, ele pede para se tornar um tipo americano. Na manhã seguinte, o desejo foi concretizado, ficando com o novo nome de Danny.

Na outra história do livro, o estudante americano recebe a visita do primo Chin-Kee, que representa o pior dos estereótipos do povo chinês. Todos os anos, a visita de Chin-Kee causa constrangimento para Danny, provocando a trocar de escola e o recomeço da sua via cada temporada que o primo é recebido.

E para amarrar essas duas narrativas, o autor reinventa uma antiga lenda chinesa: nas mãos de Gene Luen Yang, a tradicional história do Rei Macaco[6] que, ao ser rejeitado pelos deuses, decide renegar a própria natureza e tornar-se um homem, ganha uma roupagem moderna, surpreendente e original.

A historia começa quando o Rei Macaco foi rejeitado na festa dos deuses, por isso ele bateu em todos e depois voltou para sua casa na "Montanha das Flores e Frutas" enfurecido. No dia seguinte, ele fez uma lei que todos os macacos tinham que usar sapato e ele ficou isolado treinando para ter as quatro principais disciplinas da invulnerabilidade e as quatro principais disciplinas da forma física. Quando ele saiu, foi condenado por invadir o céu e foi sentenciado a pena de morte, mas como já tinha conseguido os principais poderes do Kung Fu, ele mudou seu nome para O Grande Sábio. Ele foi para cada um dos que o sentenciou para bater neles, por isso eles chamaram Tze-Yo-Tzuh, para conter o rei macaco. O rei ficou desafiando ele, mas sempre perdia, até Tze aprisionar o rei de baixo de pedras.

Wong-Lai-Tsao era um monge que foi escolhido para ir até o rei, com três discípulos. Ao chegar ao rei eles ficaram discutindo porque o rei não conseguia sair do monte, então chegaram dois demônios e feriram gravemente o monge. Motivado pelo sofrimento do monge ele saiu do monte, derrotou os demônios e salvou monge.

Referências

  1. Fan Huang (17 de novembro de 2013). Humble Comics graphically depicts Far East history The Daily Californian. Visitado em 26 de novembro de 3013.
  2. Gene Luen Yang Mac Millan. Visitado em 26 de novembro de 2013.
  3. National Book Awards - 2006-YOUNG PEOPLE'S LITERATURE National Book Fundation (2006). Visitado em 26 de novembro de 2013.
  4. 2007 Printz Award. Visitado em 26 de Novembro de 2013.
  5. Companhia das Letras
  6. Mitos do mundo Folha.com (6 de março de 2012). Visitado em 26 de novembro de 2013.