O Codex 632

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
O Codex 632
ocodex632.jpg
Autor (es) José Rodrigues dos Santos
Idioma português
País  Portugal
Assunto Os Descobrimentos/ Cristóvão Colombo
Género Romance
Série Tomás Noronha (1º)
Linha de tempo da história Século XXI
Espaço onde decorre a história Portugal (Lisboa), Estados Unidos da América (Nova Iorque), Brasil (Rio de Janeiro)
Editora Gradiva
Lançamento 2005
Páginas 550
ISBN 989-616-072-4
Cronologia
Último
Último
A Filha do Capitão
A Fórmula de Deus
Próximo
Próximo

O Codex 632 é um romance escrito por José Rodrigues dos Santos no ano de 2005, editado pela Gradiva, e que aborda temáticas como os Descobrimentos e Cristóvão Colombo.

Este é o primeiro de uma série de livros de ficção protagonizado pelo professor Tomás Noronha.

Baseado em documentos históricos genuínos e fundamentalmente no trabalho do historiador Augusto Mascarenhas Barreto (The Portuguese Columbus: Secret Agent of King John II, 1992, McMillan Edition), (“Cristóvão Colombo – Agente Secreto de El Rei D. João II”, em 1988, Editora Referendo), ao longo das suas 552 páginas, O Codex 632 conta a história de uma investigação em torno da possibilidade de Cristóvão Colombo ser português, apoiando-se em lacunas do percurso do navegador cuja identidade e missão continuam a suscitar dúvidas.

Em 2005, José Rodrigues dos Santos estabeleceu um acordo com uma das principais editoras a operar nos Estados Unidos da América, a Harper Collins, com o objectivo de lançar O Codex 632 naquele país. O livro foi apresentado na Book Fair America de 2007 como um dos principais lançamentos daquela editora, estando agendada a sua publicação para o dia 1 de Abril de 2008 sob a chancela da William Murrow, um dos principais selos do grupo. O livro estará à venda na Barnes & Noble e na Borders, as duas principais livrarias dos EUA. Entretanto, outro acordo foi obtido pelo autor e e pela Gradiva com o Gotham Group, uma empresa de Los Angeles ligada às principais produtoras de Hollywood, tal como a Paramount, Twentieth Century Fox ou a Universal Studios, com o objectivo de adaptar O Codex 632 ao cinema. A acontecer, José Rodrigues dos Santos será o segundo autor português, a seguir a José Saramago com Ensaio sobre a Cegueira, a ver uma obra ser transposta para o cinema pelos estúdios de Hollywood.

Até ao final de 2008, O Codex 632 já havia alcançado a sua 33ª edição, com uma tiragem total de 180.000 exemplares. Encontra-se editado em Portugal, no Brasil, na Espanha, na Itália e no Reino Unido.

Referências

Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.