O Jardim das Cerejeiras

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Jardim das Cerejeiras[nota 1] (Вишнëвый сад or Vishnyovy sad in Russian) foi a última peça escrita pelo escritor e dramaturgo russo Anton Tchecov.[1] Ela foi encenada pela primeira vez em 17 de janeiro de 1904 pelo Teatro de Arte de Moscou em uma produção dirigida por Constantin Stanislavski. Tchecov caracterizava esta peça como uma comédia com alguns elementos da farsa; no entanto Stanislavski insistia em dirigir a peça como uma tragédia. Desde essa produção inicial os diretores tiveram que lidar com a dualidade da natureza desta peça.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A peça conta a história de uma mulher aristocrática da Rússia e sua família e de como após eles retornarem à propriedade da família (que inclui um grande e bem conhecido jardim de cerejeiras) vê-se obrigada a vender a casa para pagar a hipoteca. Embora a peça demonstre como opção salvar a propriedade, a família, essencialmente, não faz nada e a peça termina com a propriedade vendida ao filho de um ex-servo, e com a família ouvindo o som do jardim de cerejeiras ser derrubado.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Personagens[editar | editar código-fonte]

Constantin Stanislavski como Leonid Gaiev em uma produção de O Jardim das Cerejeiras do Teatro de Arte de Moscou, 1922.
  • Liubov Andréievna Ranévskaia é a dona da propriedade.
  • Ania é a filha de Liubov, tem 17 anos.
  • Varia é a filha adotiva de Liubov, tem 27 anos.
  • Peter Trofimov é um estudante e também o interesse amoros de Ania.
  • Boris Borisovich Simeonov-Pishchik é um proprietário de terras.
  • Leonid Andreieveitch Gaiev é o irmão de Liubov.
  • Iermolai Alexeievitch Lopakhin é um comerciante.
  • Charlotta Ivanovna é uma governanta.
  • Iepikhodov é um funcionário da propriedade de Liubov.
  • Duniasha é uma empregada.
  • Firsé um servo, tem 87 anos.
  • Iasha é um jovem servo.

Notas

  1. Poderia ser pensar que, de facto, o jardim seria de ginjas, uma vez que na Rússia, por conta do frio, não nascem cerejas do Mediterrâneo, mas sim ginjas, cerejas do clima frio.

Referências

  1. Cancino, Cristian Avello. O Jardim das Cerejeiras (em inglês) Terra. Página visitada em 13 de março de 2012.