O Livro Negro do Cristianismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde junho de 2011)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
O livro negro do cristianismo
Autor (es) Jacopo Fo
Laura Malucelli
Sergio Tomat
Idioma traduzido para o português
País  Itália
Assunto histórias e mortes sob o cristianismo
Linha de tempo da história 1 a 2000
Editora Ediouro
Lançamento 2000
Páginas 272
ISBN 8500019646

O livro negro do cristianismo: dois mil anos de crimes em nome de Deus (título original em italiano: Il libro nero del cristianesimo) é um livro organizado por Laura Malucelli, Jacopo Fo e Sergio Tomat que esmiúça algumas fases do cristianismo desde os primórdios ao início do século XXI que fez aliança com impérios para implantar o monoteísmo por via da destruição do paganismo.

O livro negro do cristianismo evidencia formas de abuso de poder, perseguições às bruxas e aos hereges, Inquisição, escravidão, colonialismo, apoio a ditaduras europeias e sul-americanas, pedofilia. O livro é uma coletânea de vários ensaios e foi originalmente publicado em italiano em outubro de 2000 e uma segunda edição em 2005. A edição em português foi editada no Brasil em 2007 pela Ediouro.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

FO, J.; MALUCELLI, L.; TOMAT, S. O livro negro do cristianismo. Rio de Janeiro: Ediouro, 2007. ISBN 8500019646.


Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.