O Maior Vendedor do Mundo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Maior Vendedor do Mundo é um livro "best seller" de Og Mandino. Foi publicado pela primeira vez em 1968, e relançado em 1983 pela editora Bantam Books. O livro de 128 páginas é um guia clássico da filosofia de um vendedor; contando a história de Hafid, um pobre guardador de camelos que chega a alcançar imensa riqueza, nos tempos de Jesus Cristo.Embora o nome sugira que se trata de um livro de técnicas de vendas, na verdade é um livro de auto-estima.

Impacto do livro[editar | editar código-fonte]

Por que razão este livro se converteu numa das obras mais vendidas em todo o mundo, e por que companhias gigantescas como Coca-Cola e Volkswagen compraram milhares de exemplares? Consta que certa empresa adquiriu, ela apenas, trinta mil exemplares! Nesta obra, Mandino demonstra que a satisfação e o bem-estar resultam do fato de o homem haver encontrado a sua verdadeira persononalidade e emoções e as ter aplicado na sua vida diária. Logrado tal intento - assegura o autor - todos os demais benefícios de ordem material são simplesmente uma consequencia logica.

A filosofia[editar | editar código-fonte]

O livro apresenta sua filosofia para o sucesso na atividade de vendas (assim como a do sucesso em qualquer atividade) por meio de dez pergaminhos que conteriam as chaves para o sucesso:

  1. Adquirir bons hábitos: "formarei bons hábitos e me tornarei escravo deles"
  2. Amar: "Saudarei este dia com amor no coração."
  3. Persistência: "Persistirei até vencer.", em algumas edições "Persistirei até alcançar êxito."
  4. Ter-se como um milagre: "Eu sou o maior milagre da natureza." (Conceito que retorna em seu outro livro, "O Maior Milagre do Mundo".)
  5. Aproveitar o tempo: "Viverei hoje como se fosse meu último dia."
  6. Controlar as emoções: "Hoje serei dono de minhas emoções.", em algumas edições "Hoje serei senhor de minhas emoções."
  7. Rir das adversidades: "Rirei do mundo."
  8. Gerar valor: "Hoje centuplicarei meu valor."
  9. Agir: "Agirei agora."
  10. Fé - neste pergaminho, Mandino demonstra sua principal orientação, que baseia-se em diversos princípios do Cristianismo.

Associa tais conceitos com uma metodologia de gravar subconscientemente tais preceitos por meio da leitura metódica e repetitiva: "Eu lerei cada pergaminho por trinta dias seguidos, da maneira recomendada, antes de passar ao pergaminho seguinte."

Continuação[editar | editar código-fonte]

Mandino escreveu uma continuação, "O Maior Vendedor do Mundo - 2ª Parte - O Fim da História, onde narra acontecimentos posteriores ao fim do primeiro livro, e o destino dos pergaminhos.