O Paraense

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Paraense foi o primeiro jornal publicado no então Estado do Grão-Pará (atual Pará), com sede na cidade de Belém do Pará[1] .

História[editar | editar código-fonte]

Primeiro jornal editado no então Estado do Grão Pará, foi fundado em 1º de abril de 1822 por Felipe Alberto Patroni Martins Maciel Parente e sua edição inaugural foi publicada numa quarta-feira, 22 de maio de 1822. O periódico contava com a colaboração de Daniel Garção de Mello, Luiz José Lazier e João Antônio Alvarez[2] [3] [4] .

Patroni estudava em Portugal e acompanhou os fatos políticos da época, como a Revolução Liberal do Porto. Ao retornar para Belém, trouxe na bagagem uma tipografia adquirido na Imprensa Nacional de Lisboa, que além de imprimir "O Paraense", também registrou os textos de outros jornais, como "O Luso Paraense", fundado em 1823.

O Paraense tinha uma circulação periódica indefinida, pois era editado de uma a duas vezes por semanas e foi exinto quando sua 70° edição foi as ruas, gerando insatisfação dos militares e assim, foi empastelado em fevereiro de 1823[5] .

A linha editoria do jornal era política e defendeu os fundamentos da Constituição e a separação do Brasil com Portugal (a independência)[6] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Jornal do Pará - Literatura Brasileira - 4° CELLI Universidade Estadual de Maringá – UEM - acessado em 29 de janeiro de 2012
  2. Imprensa e Política na Belém do início do século XIX (1820-1830 Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação - acessado em 29 de janeiro de 2012
  3. Jogo Educativo Lúdico, A Revolta da Cabanagem Comunidades Virtuais - acessado em 29 de janeiro de 2012
  4. Livro: A Presença Indígina na Formação do Brasil Site scribd - acessado em 29 de janeiro de 2012
  5. Livro: História da Imprensa no Brasil Google Books - acessado em 29 de janeiro de 2012
  6. Felipe Alberto Patroni Martins Maciel Parente - Biblioteca Academia Paulista de Letras Consciência - acessado em 29 de janeiro de 2012

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • GOMES, Laurentino. 1822 - Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram D. Pedro a criar o Brasil, um país que tinha tudo para dar errado. Rio de Janeiro: Ed. Nova Fronteira, 2010.
  • BELLIDO, Remijio de. Catalogo de jornaes paraenses: 1822-1908. Pará: Imprensa Official, 1908
Ícone de esboço Este artigo sobre meios de comunicação ou jornalismo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.