O Pecado Mora ao Lado

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
The Seven Year Itch
O Pecado Mora ao Lado (PT/BR)
Opening title from The Seven Year Itch trailer.jpg
 Estados Unidos
1955 • cor • 105 min 
Direção Billy Wilder
Roteiro Billy Wilder
Elenco Marilyn Monroe
Tom Ewell
Género comédia romântica
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

The Seven Year Itch (br/pt: O Pecado Mora ao Lado) é um filme americano de 1955, uma comédia romântica baseada na peça teatral de George Axelrod, levada aos palcos da Broadway em 1952. O filme foi dirigido por Billy Wilder e é considerado uma das grandes comédias do cinema de todos os tempos.

A cena em que o vestido cor de marfim de Marilyn é levantado na rua pelo jato do respiradouro do metrô na calçada tornou-se um ícone da cinematografia mundial. Esse vestido foi leiloado em Junho de 2011 por 5,6 milhões de dólares.[1] .

Sinopse[editar | editar código-fonte]

MM "atacada" por Ewell em O Pecado Mora ao Lado

Após mandar sua mulher para o interior durante o forte verão nova-iorquino, Richard Sherman conhece uma modelo loira sem nome, que é sua nova vizinha do andar de cima. Apesar de acometido de uma recente paranóia sobre a possibilidade de se tornar infiel - está lendo no momento um livro chamado A coceira do sétimo ano (The 7 Year Itch), que fala das grandes probabilidades do homem se tornar infiel após sete anos de casamento, exatamente o tempo que ele tem de casado - ele convida a moça para tomar um drink em seu apartamento, e se tornam amigos.

Durante todo seu relacionamento com a modelo, apenas amigável por parte dela mas com uma atração incontrolável e hilariante de Richard pela loira, ele é perseguido por pesadelos e delírios de sedução e infidelidade, tanto dele quanto de sua mulher, que lhe aparece em sonhos o traindo com seu vizinho e amigo ou o matando a tiros por ciúmes da vizinha loira.

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

BAFTA 1956 (Reino Unido)

  • Indicado na categoria de melhor atriz estrangeira (Marilyn Monroe).

Globo de Ouro 1956 (EUA)

  • Venceu na categoria de melhor ator de cinema - musical/comédia (Tom Ewell).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
A cena do vestido no trailer do filme
  • O filme foi o maior sucesso de bilheteria dos EUA durante o verão de 1955 e consolidou o nome de Marilyn Monroe como a maior estrela de cinema e símbolo sexual da época.
  • Marilyn apareceu para fazer as fotos promocionais do filme, marcadas para madrugada em plena rua Lexington, em Nova Iorque - em que repetiria para fotos a cena do vestido branco levantado pelo vento da grade do metrô - da mesma maneira como sempre dormia. Sem calcinha. Foi necessário um empréstimo de última hora de uma das assistentes de produção, para que as fotos fossem feitas, com grande multidão de fãs presente.
  • Walter Matthau chegou a fazer testes para o principal papel masculino.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre O Pecado Mora ao Lado

Referências

Filmografia principal de Marilyn Monroe
The Asphalt Jungle (1950) | All About Eve (1950) | Niagara (1953) | Gentlemen Prefer Blondes (1953) | How to Marry a Millionaire (1953) | River of No Return (1954)  | The Seven Year Itch (1955)  | Bus Stop (1956) | The Prince and the Showgirl (1957) | Some Like it Hot (1959) | Let's Make Love (1960) | The Misfits (1961