O Predador

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde outubro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Predator
O Predador (PT/BR)
Predator Movie.jpg
 Estados Unidos
1987 • cor • 106 min 
Direção John McTiernan
Roteiro Jim Thomas
John Thomas
Elenco Arnold Schwarzenegger
Carl Weathers
Elpidia Carrilo
Jesse Ventura
Gênero Terror
Idioma Inglês
Orçamento US$ 15.000.000
Receita US$ 98.267.558
Cronologia
Último
Último
Predator 2
(1990)
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

O Predador (no original em inglês: Predator) é um filme norte-americano de suspense, ficção científica e terror de 1987.

Foi feito com 18 milhões de dólares e rendeu 60 milhões só nos Estados Unidos. Também levou à continuação Predator 2 (Predador 2).

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Um pelotão do exército americano (boinas verdes), liderado pelo Major "Dutch" (Arnold Schwarzenegger), é enviado em missão na América Central, para resgatar uns soldados e um ministro da Guatemala de guerrilheiros.

A missão é realizada prontamente, mas descobre-se que os prisioneiros já estavam mortos e eram, na verdade, agentes da CIA (a história do ministro fora inventada pelos superiores). Então uma estranha criatura invisível começa a caçar e matar cada um do pelotão.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Os roteiristas Jim e John Thomas partiram seu roteiro de uma piada que circulava em Hollywood na época, de que a série Rocky durava tanto que Sylvester Stallone deveria ter que lutar com um extraterrestre. O título original era "Hunter" (Caçador). A 20th Century Fox comprou o texto em 1985, e se associou ao produtor Joel Silver, de Commando. Silver trouxe Lawrence Gordon como co-produtor e o estreante John McTiernan como diretor. Arnold Schwarzenegger aceitou estrelar se o filme acrescentasse um time de soldados ao invés de ser apenas o ator contra o extraterrestre. Para as estrelas, trouxeram outros dois atores de ação, Carl Weathers e Jesse Ventura, mais atores étnicos - os nativo-americanos Sonny Landham e Richard Chaves e o negro Bill Duke - e Shane Black, que havia escrito Lethal Weapon para Silver. Jean-Claude Van Damme tinha sido a escolha original para o Predador por suas habilidades marciais, mas as reclamações do ator com relação à roupa apertada e o desejo de escalar alguém que se impusesse perante o elenco o fizeram desistir. Kevin Peter Hall, um ator de 2,18 metros que havia interpretado o pé grande em Harry and the Hendersons, assumiu o papel.[1]

O filme foi rodado em Puerto Vallarta, México, com atrasos para acomodar a disponibilidade de Schwarzenegger e uma interrupção para seu casamento com Maria Shriver. Com exceção de Schwarzenegger e McTiernan, a maior parte do elenco e equipe sofreram de diarreia por intoxicação alimentar ("mal de Montezuma").[2] O design do Predador foi mudado durante a produção pelo original não ter sido considerado assustador o suficiente, com as mandíbulas sendo sugestão do cineasta James Cameron ao designer Stan Winston. As cenas de invisibilidade foram feitas vestindo dublês com roupas vermelhas, que eram apagadas no computador.[1] A enorme choupana, que no filme serve como alojamento dos guerrilheiros, foi mantida e no local, hoje, há um restaurante.

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar

  • Venceu em três categorias: melhor roteiro, melhor maquiagem, melhor trilha sonora.
  • Indicado também nas categorias: melhor filme, melhor diretor, melhor ator coadjuvante, melhor montagem, melhor direção de arte, melhor som, melhor edição.

Globo de Ouro

  • Venceu nas categorias: melhor roteiro, melhor trilha sonora.
  • Indicado também nas categorias: melhor filme, melhor diretor, melhor ator coadjuvante.

BAFTA

  • Venceu nas categorias: melhor diretor, melhor ator coadjuvante , melhor maquiagem, melhor trilha sonora.
  • Indicado nas categorias: melhor filme, melhor roteiro .

Academia Japonesa de Cinema

  • Venceu na categoria de melhor filme estrangeiro.

Festival de Cannes

  • Recebeu: O Grande Prêmio do Júri, Prêmio de cenário.
  • Indicado: A Palma de Ouro, Prêmio de direção, Grande prêmio.

Prêmio César

  • Recebeu o prêmio de melhor filme estrangeiro.

Prêmio Saturno

  • Venceu: Melhor Filme de Terror.


Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Broom icon.svg
Seções de curiosidades são desencorajadas pelas políticas da Wikipédia.
Ajude a melhorar este artigo, integrando ao corpo do texto os itens relevantes e removendo os supérfluos ou impróprios.
  • O roteirista Shane Black , que escreveu a série "Máquina Mortífera" e dirigiu "Beijos e Tiros", com Robert Downey Jr., aparece como integrante do pelotão de Dutch Schaeffer
  • É considerado pelos críticos, um dos melhores filmes de suspense de todos os tempos, pela sua variação psicológica unica, dificilmente encontrada em outros filmes.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. a b (2001). If It Bleeds, We Can Kill It. 20th Century Fox.
  2. Don't Drink The Water. Predator Special Edition, Disk 2: 20th Century Fox Home Video.