O Quarto K

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Fourth K
O Quarto K
Autor (es) Mario Puzo
Idioma Inglês
País Estados Unidos
Género Ficção
Lançamento 1990
Edição brasileira
ISBN ISBN 0-394-56996-2
Cronologia
Último
Último
O Siciliano
O Último Padrinho
Próximo
Próximo

O Quarto K é um romance de Mario Puzo, publicado em 1990. O romance acontece durante o mandato presidencial fictício do personagem "Francis Xavier Kennedy," sobrinho de John F. Kennedy, Robert Kennedy e Edward Kennedy.

Resumo[editar | editar código-fonte]

O Romance se inicia com a decisão do entediado Presidente de não concorrer a um segundo mandato, e com sua agenda pessoal sendo dividida entre reuniões com o Congresso Americano, lobistas e o clube de Sócrates, composto pelos homens mais ricos e mais influentes dos EUA.

O assassinato do Papa e o sequestro e subsequente assassinato da filha de Kennedy no Domingo de Páscoa, e a descoberta de um dispositivo nuclear no coração de Manhattan chocaram a administração, e repentinamente Francis Kennedy se encontra isolado por seus oponentes, que questionam sua capacidade de agir sob a vigésima-quinta emenda da Constituição norte-americana.

Depois de passada a crise, o Presidente promete mudar a cara da política americana para todo o sempre, propondo uma economia de extrema esquerda mas com um método governamental de extrema direita. O romance detalha a campanha de reeleição de Kennedy e sua luta por sua visão do futuro.

A enfâse do romance é nos personagens. O leitor aprende sobre o passado dos personagens quando este tem que tomar uma grande decisão. Críticos afirmaram que, uma vez que o livro se foca em um personagem em particular, este é relegado ao fundo da história e nunca mais retorna à frente.

Mario Puzo afirmou:"O Quarto K foi um fracasso comercial mas meu livro mais ambicioso."[1]

Referências

  1. The Fourth K. The Official Mario Puzo Library. Página visitada em 2008-07-07.