O Quinto dos Infernos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde novembro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Quinto dos Infernos
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Comédia, Pornochanchada
Duração 40 minutos aproximadamente
Criador(es) Carlos Lombardi
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) Wolf Maya
Alexandre Avancini
Elenco Betty Lago
Bruna Lombardi
Eva Wilma
Marcos Pasquim
Carolina Ferraz
Luana Piovani
Nathália Thimberg
Lima Duarte
Cláudia Abreu
Humberto Martins
Françoise Forton
Danielle Winits
ver mais
Tema de abertura "There's no Business Like Show Business" - Lomiranda (instrumental)
Exibição
Emissora de
televisão original
Brasil Rede Globo
Transmissão original 8 de janeiro de 2002 - 29 de março de 2002
N.º de episódios 48 (original)
48 (Canal Viva)

O Quinto dos Infernos é uma minissérie brasileira produzida e exibida pela Rede Globo entre 8 de janeiro e 29 de março de 2002, num total de 48 capítulos.

Foi escrita por Carlos Lombardi, Margareth Boury e Tiago Santiago, com colaboração de Wolf Maya, e dirigida por Marco Rodrigo e Edgard Miranda, com direção geral de Wolf Maya e Alexandre Avancini, e direção de núcleo de Wolf Maya.

Contou com Betty Lago, Humberto Martins, Danielle Winits, Marcos Pasquim, Caco Ciocler, Vanessa Lóes, Luana Piovani, José Wilker, Nathalia Timberg, Eva Wilma, Lima Duarte, Nair Bello, Carolina Ferraz, Françoise Forton, Pedro Paulo Rangel, Cláudia Abreu e Bruna Lombardi interpretaram os papeis principais.

Foi reprisada no Canal Viva entre 1 de setembro a 4 de novembro de 2011. Foi reprisada novamente entre 6 de janeiro e 10 de março de 2014.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Uma história sobre os bastidores da Independência do Brasil (1822) e a fundação do Império do Brasil (1822-1889), contada de maneira cômica e com muita aventura...

Tudo começa em 1785, com a chegada da pequena infanta espanhola Dona Carlota Joaquina de Bourbon a Portugal para casar-se com D. João VI, que à época atendia por Infante Dom João de Bragança. Já em 1808, após muita indecisão, D. João VI resolve transferir a corte para o Brasil, para fugir dos ataques e do poderio bélico de Napoleão Bonaparte. Em paralelo à história dos monarcas, se desenvolve o romance da donzela Manoela com Francisco Gomes, o Chalaça - um dos melhores amigos do Dom Pedro de Bragança (Dom Pedro I).

No Brasil, o D. João VI - Príncipe-Regente em nome de sua mãe incapacitada, a Rainha Dona Maria I - e sua consorte, a esquentada Dona Carlota Joaquina criam os filhos D. Pedro, D. Miguel e D. Maria Teresa de Bragança, que convivem com as loucuras da avó, Dona Maria I, "A Louca", e tentam se adaptar às diferenças de hábitos da colônia brasileira. O tempo passa e D. Pedro terá muitas mulheres, mas somente duas oficiais: D. Leopoldina, e após sua morte, a bela Amélia. Passarão pela sua vida turbulentas paixões, como a artista Naomi e a amante mais famosa do Brasil, D. Domitila de Castro Canto e Melo, a Marquesa de Santos. O dom de Pedro para a paixão deve ser hereditário, já que sua mãe Dona Carlota Joaquina, preza o sangue espanhol que tem e também mantém vários amantes, não se importando em humilhar o marido sempre que pode.

As histórias de Chalaça e D. Pedro se cruzarão no Brasil. Uma forte amizade nasce entre os dois, o que dará a Chalaça o posto de primeiro secretário e braço direito do príncipe. Frequentando a corte, Chalaça conhecerá a ardilosa Branca Camargo, que aplica trambiques com o pai, Camargo, e se apaixona por ela. Desencontros irão marcar a vida do rapaz, que vai ficar dividido entre dois amores: Manoela e Branca.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Humberto Martins Chalaça (Francisco Gomes da Silva)
Danielle Winits Manuela
Betty Lago Rainha D. Carlota Joaquina de Portugal
José Wilker Pedro José Joaquim Vito de Meneses Coutinho, Marquês de Marialva
Luana Piovani Domitília de Castro do Canto e Melo, Marquesa de Santos
Marcos Pasquim Imperador D. Pedro I do Brasil
Caco Ciocler Rei D. Miguel I de Portugal
Vanessa Lóes Madalena
Françoise Forton Miou-Miou
Maria Padilha Emengarda Cauper
Flávio Galvão Cauper
John Herbert Lobato
Taís Araújo Dandara
Roger Gobeth Plácido
Ana Furtado Imperatriz D. Maria Teresa do Brasil
Débora Duarte Amália
Paulo Gorgulho Juvêncio
Caio Junqueira Diogo
Geórgia Gomide Aurora
Carlos Gregório Rodrigo
Helena Fernandes Chiquinha
Thaís de Campos Arminda
Walter Breda Arcoverde
Vanessa Machado Eugênia de Castro
Licurgo Spínola Fernão Almeida
Nuno Leal Maia João de Castro Canto e Melo, Visconde de Castro
Joana Limaverde Maria Benedita de Castro Canto e Melo, Baronesa de Sorocaba
Maria Maya Maria Lélia (Lelé)
Edwin Luisi Saucer
Adriana Garambone Luísa Saucer
Cláudia Alencar Amapola
Raquel Nunes Maria Laura (Lalá)
Carolina Galvão Maria Lívia (Lili)
Henri Castelli José de Castro do Canto e Melo
Gabriel Braga Nunes Felício Pinto Coelho de Mendonça
Gero Pestalozzi Nolasco
Mário Gomes Felisberto Caldeira Brant Pontes de Oliveira Horta, Marquês de Barcelona
Marilu Bueno Violante
Mila Moreira Inês
Antônio Grassi Capitão Vidigal
Othon Bastos Soares
André Mattos Rei D. João VI de Portugal
Érika Evantini Imperatriz D. Leopoldina do Brasil
Carlos Bonow Gastão
Raíssa Medeiros Carlota Joaquina de Bourbon (criança)
Carlos Machado Filho Infante D. Pedro de Alcântara, Príncipe da Beira (criança)
Cecília Dassi Infanta D. Maria da Glória, Princesa Imperial do Brasil (criança)
Brunno Abrahão Infante D. Miguel de Portugal (criança)
Lima Duarte Marcos de Noronha e Brito, Conde dos Arcos
Pedro Paulo Rangel Camargo
Cláudia Abreu Imperatriz D. Amélia do Brasil
Nair Bello Giovana, Marquesa di Pesto
Eva Wilma Rainha D. Maria I de Portugal
Eduardo Fraga Príncipe D. José
Nathalia Timberg Xuxu
Carolina Ferraz Naomi Thierry
Bruna Lombardi Branca Camargo
Juliana Silveira Rosaura
Betina Vianny Escolástica Bonifácia de Oliveira Toledo Ribas do Canto e Melo, Viscondessa de Castro
Miguel Thiré Augusto de Beauharnais, Príncipe Consorte de Portugal
Odilon Wagner Eugênio de Beauharnais, Duque de Leuchtenberg

Elenco de apoio[editar | editar código-fonte]

Reapresentação[editar | editar código-fonte]

Foi reprisada pelo Canal Viva, de 1 de setembro de 2011 a 4 de novembro de 2011, substuindo a minissérie Agosto[1] e sendo substituída por Labirinto. Será reapresentada novamente no canal a partir de 6 de janeiro de 2014, substituindo Hilda Furacão.[2]

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

Capa: Bruna Lombardi

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]