O Rapto do Garoto de Ouro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
O Rapto do Garoto de Ouro
Autor (es) Marcos Rey
Idioma Português
País  Brasil
Editora Ática
Lançamento 1982

O livro O Rapto do Garoto de Ouro, publicado pela primeira vez em 1982 pelo famoso autor brasileiro Marcos Rey. A história, que acontece no bairro do Bexiga (São Paulo), narra as aventuras da turma composta por Léo, Gino e Ângela, que passam a investigar o rapto de seu amigo Alfredo que havia virado famoso, graças ao mundo da música, a pouco tempo. A turma, com o auxílio de Jaime (outro amigo de Alfredo) e uma agenda, passam a interrogar por conta própria algumas pessoas que possam ser responsáveis pelo rapto do garoto de ouro. [1]

Personagens Principais[editar | editar código-fonte]

Alfredo:Personagem principal da obra, era um adolescente normal até se transformar num astro da música nacional. Era um garoto muito alegre, vaidoso, simpático e elegante. Foi sequestrado, e a história gira em torno deste fato.


Léo: Grande amigo de Alfredo, foi o primeiro a se empenhar na busca por ele. Também era apaixonado por Ângela. Era muito corajoso e devido a sua sagacidade, foi essencial para o desfecho do caso.


Ângela: A única mulher no grupo, mas não menos destemida. Vinha de uma família de classe média alta e impressionava pela sua beleza. Tinha uma paquera com Léo, mas nada de oficial.


Gino: Paraplégico, era o cérebro e o líder do grupo, sempre dando as instruções da investigação para a turma. Não estava presente nas horas de interrogatório, portanto participava de um campeonato de xadrez, sendo um gênio neste esporte.

As personagens Léo, Ângela, Gino, Dr. Arruda, Guima, Rita, Rafa, apareceram antes no livro O mistério do cinco estrelas, e aparecerão depois em mais outros dois livros de Marcos Rey, quais sejam, [Um cadáver ouve rádio] e [Um rosto no computador].


Jaime: Era o empresário de Alfredo e quando este desaparece, Jaimão é um dos primeiros a se oferecer a ajudar a solucionar o caso.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

A história começa com Alfredo, um garoto com uma esplêndida habilidade musical, se arrumando para fazer seu show em comemoração ao seu próprio aniversário em uma cantina no bairro do Bexiga, em São Paulo. Esperando Alfredo, que estava se arrumando, familiares e amigos confraternizavam alegremente, até que se estranhou a demora do menino. Léo e Ângela, fiéis amigos de Alfredo, foram a casa deste e notaram que o astro da noite não estava lá. Fora raptado. Léo encontrou o botão da roupa do Garoto de Ouro e uma agenda verde, que passou a ser a pista para se descobrir o raptor.

Léo, Ângela, Jaime e Gino formaram uma comissão para investigar o rapto. . O comandante era Gino, que por ser paraplégico, não podia acompanhar o grupo e por conseguinte participava de uma competição de xadrez. Inicialmente, investigaram cada um dos nomes que estava na agenda verde. Após os interrogatórios, os amigos não chegavam a conclusões em vista que todos os interrogados tiveram atitudes ou motivos para serem considerados suspeitos. Enquanto isso, Alfredo continuava preso, e o raptor entrava em contato com a família através de telefonemas nos quais pedia altas quantias de dinheiro e outras exigências. Gino resolveu entregar a agenda a polícia e contou tudo o que haviam feito até o momento. Não colaborando muito, Seu Domingos, pai do menino, resolveu manter a polícia afastada e pagar o resgate pessoalmente. Mas, enquanto isso, Alfredo havia conseguido fugir do cárcere e foi para casa onde reencontrou sua família.

Na manhã seguinte, Alfredo deu seu depoimento a delegacia e a nenhuma conclusão chegaram. Todos ficaram frustrados, mas Gino afirmou seguramente que o raptor era Jaime. Todos ficaram espantados, e Seu Domingos não queria acreditar. Ao abrirem o porta-malas do carro de Jaime, viram a mala do dinheiro. Jaime foi preso e Alfredo fez finalmente o seu show na cantina.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Referências

  1. O Rapto do Garoto de Ouro, Marcos Rey. Editora Ática. São Paulo.