O Reino Proibido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Forbidden Kingdom
O Reino Proibido (PT/BR)
Pôster de divulgação.
 Estados Unidos /  Hong Kong
2008 • cor • 104 min 
Direção Rob Minkoff
Produção Casey Silver
Roteiro John Fusco
Elenco Jackie Chan
Jet Li
Collin Chou
Li Bingbing
Michael Angarano
Gênero Aventura
Artes Marciais
Idioma Inglês
Chinês (mandarim e cantonês)
Música David Buckley
Harry Gregson-Williams
Cinematografia Peter Pau
Edição Eric Strand
Estúdio Relativity Media
Distribuição Lionsgate
Orçamento US$ 55 milhões[1]
Receita US$ 127.980.002[2]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

The Forbidden Kingdom chinês simplificado: 功夫之王; yale cantonês: Gōng Fū Zhī Wáng; lit. "O Rei do Kung Fu"; br/pt: O Reino Proibido[3] [4] ) é um filme estadunidense de 2008, dos gêneros aventura e artes marciais, dirigido por Rob Minkoff para a Lionsgate e The Weinstein Company e The Huayi Brothers Film & Taihe Investment (direitos de exibição na República Popular da China). Esse foi o primeiro filme a reunir os dois mais conhecidos atores contemporâneos dos filmes de artes marciais, Jackie Chan e Jet Li. Com roteiro de John Fusco e coreografia das cenas de ação a cargo de Yuen Woo-ping.[5]

Elenco principal[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Jackie Chan Lu Yan, o Imortal Bêbado / Hop, o dono da loja de penhores
Jet Li Sun Wukong, o Rei Macaco / O Monge Silencioso
Michael Angarano Jason, o viajante [6]
Collin Chou O Déspota de Jade [7]
Liu Yifei Pardal Dourado / Moça de Chinatown
Li Bingbing Feiticeira dos Cabelos Brancos

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em Boston, o adolescente Jason Tripitikas é um fã de filmes de artes marciais que descobre um cajado numa loja de penhores do ancião chinês Hop. Depois de ser forçado por uma gangue a participar de um assalto a essa loja, Jason sofre uma queda de um terraço e surpreendentemente desperta na China Antiga. Soldados tentam tomar seu cajado mas ele consegue ficar com o objeto ao receber a ajuda na luta de um misterioso e habilidoso lutador bêbado chamado Lu Yan. Esse conta a Jason a lenda do cajado: há 500 anos o objeto teria pertencido a divindade conhecida como Rei Macaco, que fora enganada pelo Déspota de Jade e transformado numa estátua de pedra. Antes de ser imobilizado, o Rei Macaco lançara o cajado num lugar desconhecido dentro do Império do Meio Chinês. E uma profecia dizia que um viajante deveria trazer o cajado de volta para o Rei Macaco, para que enfim esse derrotasse o déspota e possibilitasse a volta do sábio Imperador de Jade. No caminho, a dupla conhece ainda um Monge Silencioso e uma moça vingativa chamada Pardal Dourado. Os quatro iniciam a sua jornada para devolver o cajado ao Rei Macaco, mas terão que enfrentar todos os soldados do déspota de Jade e ele próprio, que permanece vivo graças ao elixir da vida, além da misteriosa assassina conhecida por Feiticeira dos Cabelos Brancos.[8]

Crítica[editar | editar código-fonte]

The Forbidden Kingdom tem recepção favorável por parte da crítica profissional. Com o Tomatometer de 64% em base de 126 avaliações, o Rotten Tomatoes chegou ao consenso: "Este emparelhamento ardentemente aguardada das artes marciais de Jackie Chan e lendas de Jet Li apresenta cenas de luta deslumbrantes, mas é desfavoravelmente pesado por ter muito enchimento".[9]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]