O Senhor dos Anéis (1978)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde abril de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
The Lord of the Rings
J.R.R. Tolkien's The Lord of the Rings
O Senhor dos Anéis (PT/BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1978 • cor • 132 min 
Direção Ralph Bakshi
Produção Saul Zaentz
Roteiro Chris Conkling
Peter S. Beagle
Baseado em J. R. R. Tolkien
Elenco Christopher Guard
William Squire
Michael Scholes
John Hurt
Simon Chandler
Dominic Guard
Michael Graham Cox
Anthony Daniels
David Buck
Gênero Fantasia
Idioma Inglês
Música Leonard Rosenman
Cinematografia Timothy Galfas
Edição Donald W. Ernst
Peter Kirby
Estúdio Fantasy Films
Distribuição United Artists
Lançamento 15 de novembro de 1978
Orçamento US$ 4 milhões
Receita US$ 30.471.420[1]
Página no IMDb (em inglês)

J.R.R. Tolkien's The Lord of the Rings é um filme norte-americano de 1978 dirigido por Ralph Bakshi. Ele contém tanto cenas de animação quanto cenas reais que foram rotoscopadas para criar um visual mais real por todo o filme. É uma adaptação da primeira metade da fantasia épica The Lord of the Rings, de J. R. R. Tolkien. Se passando na Terra Média, o filme segue um grupo de hobbits, elfos, homens, anões e magos que juntos formam uma sociedade. Eles saem em uma aventura para destruir o Um Anel criado pelo Senhor do Escuro Sauron, garantindo sua destruição. O filme têm as vozes de Christopher Guard, William Squire, Michael Scholes, John Hurt, Simon Chandler, Dominic Guard, Michael Graham Cox, Anthony Daniels e David Buck. O roteiro foi escrito por Peter S. Beagle, baseado em um rascunho feito por Chris Conkling.

O diretor Ralph Bakshi descobriu os trabalhos de Tolkien cedo em sua carreira, e fez várias tentativas para produzir The Lord of the Rings como um filme de animação antes de receber apoio do produtor Saul Zaentz e distribuição por parte da United Artists. O filme é notável por seu extenso uso da rotoscopia, técnica onde cenas são filmadas normalmente e depois desenhadas em celulóides de animação. Apesar do filme ter sido um sucesso financeiro, ele foi recebeido de forma mista pela crítica especializada. Não houve nenhuma sequência para contar o resto da história.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Dublagem Brasileira[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. The Lord of the Rings (1978). Box Office Mojo. Página visitada em 3 de janeiro de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre animação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.