O Homem Elefante

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de O homem elefante)
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes confiáveis e independentes. (desde abril de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O Homem Elefante
The Elephant Man
O Homem Elefante (PT/BR)
 Reino Unido
 Estados Unidos

1980 • p&b • 124 min 
Direção David Lynch
Roteiro Christopher De Vore
Eric Bergren
David Lynch
Elenco Anthony Hopkins
John Hurt
Anne Bancroft
Género biográfico / drama
Idioma inglês
Página no IMDb (em inglês)

O Homem Elefante (em inglês: The Elephant Man) é um filme britânico e estadunidense de 1980, do gênero drama biográfico, dirigido por David Lynch.

O premiado longa-metragem relata a história do inglês Joseph Merrick (1862-1890), portador de uma doença que provocou terríveis deformidades em 90% do seu corpo.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Baseado em manuscritos do dr. Frederick Treves ("O Homem-Elefante e outras reminiscências" de Sir Frederick Treves e, em parte, no "Estudo da Dignidade Humana" de Ashley Montagu), o anatomista que o descobriu em um circo de aberrações e o internou em um hospital, vivido nas telas pelo premiado Anthony Hopkins (de "O Silêncio dos Inocentes"), traz John Hurt no papel principal e Anne Bancroft, como a Sra. Kendal, outro importante personagem na vida de Merrick.

Na trágica história Merrick foi descoberto pelo doutor Treves sendo exibido como aberração num circo na Londres vitoriana, onde se alimenta apenas de batatas e é seguidamente espancado. Era apresentado como "a versão mais degradante do ser humano", e causava repulsa em todos que encaravam aquele corpo humano 90% deformado por uma doença de nascença que só foi diagnosticada como "Síndrome de Proteus" em 1996, após exames no esqueleto de John Merrick (um caso grave de neurofibromatose múltipla). Entretanto, testes de DNA conduzidos pelo Dr. Charis Eng em amostras de cabelo e ossos de Joseph não mostraram mutações no gene PTEN (presente apenas em alguns portadores da síndrome de Proteus). Portanto, não há ainda prova definitiva de que Joseph Merrick sofria da síndrome de Proteus.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Anthony Hopkins .... Dr. Frederick "Freddie" Treves
  • John Hurt .... Joseph Merrick
  • Anne Bancroft .... Sra. Kendal
  • John Gielgud .... Carr Gomm
  • Freddie Jones .... Bytes
  • Hannah Gordon .... Anne Treves
  • Helen Ryan .... Princesa Alex
  • John Standing .... Dr. Fox
  • Phoebe Nicholls .... mãe de John Merrick
  • Michael Elphick
  • Wendy Hiller

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Oscar 1981 (EUA)

  • Recebeu oito indicações, nas seguintes categorias: Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Ator (John Hurt), Melhor Roteiro Adaptado, Melhor Direção de Arte, Melhor Figurino, Melhor Trilha Sonora e Melhor Direção.

Globo de Ouro 1982 (EUA)

  • Recebeu quatro indicações, nas seguintes categorias: Melhor Filme - Drama, Melhor Diretor, Melhor Ator - Drama (John Hurt) e Melhor Roteiro.

BAFTA 1981 (Reino Unido)

  • Ganhou três prêmios, nas seguintes categorias; Melhor Filme, Melhor Ator (John Hurt) e Melhor Direção de Arte.
  • Indicado em 4 categorias: Melhor Diretor, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia e Melhor Edição.

César 1982 (França)

Dados da produção[editar | editar código-fonte]

O verdadeiro nome do Homem-Elefante era Joseph Merrick, e não John Merrick. A troca de Joseph por John foi feita por Frederick Treves em seus manuscritos, por motivos desconhecidos.

O diretor Mel Brooks foi um dos produtores executivos de O Homem-Elefante, tendo sido o responsável pela contratação de David Lynch e pela decisão em filmar em preto e branco. Entretanto, para evitar que o público considerasse que o filme fosse um sátira pela simples presença de seu nome, Brooks pediu que não estivesse presente nos créditos do filme.

O diretor David Lynch chegou a tentar ele mesmo fazer a maquiagem do Homem-Elefante, mas desistiu após concluir que não conseguiria fazê-la de forma satisfatória. A maquiagem do Homem-Elefante levava 12 horas para ser feita a cada vez que era aplicada em John Hurt.

O orçamento de O Homem-Elefante foi de cinco milhões de dólares.